protesto 1

Estudantes fazem nova manifestação na Avenida dos Portugueses, em São Luís, neste início de manhã de quinta-feira (5). As primeiras informações, repassadas por um ouvinte durante participação no programa Acorda Maranhão, da Rádio Mirante AM, seriam que eles teriam bloqueado trecho próximo à Barragem do Bacanga da avenida dos Portugueses, em São Luís, no sentido Centro-Itaqui-Bacanga.

Trata-se de mais um ato público realizado por um grupo de acadêmicos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) que exige a entrega de um prédio que seria destinado à Residência Estudantil, na Cidade Universitária. Três alunos fazem greve de fome.

O grupo realizou, nesta semana, dois protestos que complicaram o trânsito na mesma avenida, um na segunda (2) e outro na terça-feira (3). Em contato por telefone com o Imirante.com, nesta manhã, um representante dos estudantes afirmou que o grupo já se concentrava na entrada da UFMA, e que iria realizar novos bloqueios na avenida dos Portugueses.

Ontem (4), um grupo já convocava outros participantes para o movimento por meio da rede social Facebook, e avisou: “se você for trafegar pela região do Anel Viário, Areinha, Praia Grande seja de ônibus ou de carro é bom sair cedo de casa”, dizia o comunicado.

O grupo buscou apoio do Ministério Público Federal no Maranhão que já  instaurou procedimento administrativo para investigar a situação das residências estudantis da Universidade Federal do Maranhão.

Apesar da proposta do reitor Natalino Salgado de implementar uma residencia estudantil dentro do Campus ter sido apresentada, os estudantes questionam o fato de que ainda será realizada a escolha do local e todos os procedimentos licitatórios pra dar início às obras. Os estudantes afirmam que já há um prédio pronto dento do campus, destinado a essa finalidade, mas que não e utilizado como residência aos acadêmicos.

Enquanto isso estudantes garantem que os protestos não vão parar.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.