Em assembleia geral, os professores do município de Santa Inês decretaram nesta sexta-feira (11/02) greve por melhorias salariais e a falta de cumprimento das leis que regem a questão dos trabalhadores na educação.

A Prefeitura de Santa Inês, por outro lado, rebateu hoje postagem feita ontem aqui no Blog do Luis Cardoso sobre o comportamento insensível do prefeito Felipe dos Pneus e sua postura de político mentiroso. Confira abaixo o Direito de Resposta que é assegurado pela Constituição Federal:

Viemos por meio desta solicitar Direito de Resposta referente à reportagem “Prefeito de Santa Inês mente e faz sites publicarem fake news; professores irão cruzar os braços”, publicada por este blog no dia 10 de fevereiro de 2022.

São reais os dados informados na publicação feita no Instagram da Prefeitura que o blog, deliberadamente e deforma tendenciosa, afirma ser “falso”. Na tabela, constam os salários pagos aos professores de Santa Inês, os quais obedecem ao novo piso nacional da categoria no valor de R$ 3.845,63.

Esta é uma forma de a gestão demonstrar transparência sobre a aplicação dos recursos destinados à Secretaria de Educação. Em nenhum momento na publicação no Instagram foi dito que o salário dos professores foi pago com a incidência de 33,24%, mesmo porque a concessão de reajuste neste patamar influenciaria de forma significativa no total de gastos com pessoal e no limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LC n.º101/2000 – LRF).

Em nenhum momento a Prefeitura se negou ou recusou a pagar o piso salarial do magistério. Todas as informações referentes às receitas e despesas da Secretaria de Educação foram ostensivamente analisadas pelo sindicato da categoria durante as tratativas junto à gestão.

Por fim, não se questiona o papel e a importância dos professores. Contudo, entendemos que a valorização da educação não deve ser traduzida meramente salários, eis que uma educação de qualidade demanda planejamento, responsabilidade e articulação entre as três esferas de governo.

Sem mais, com base na Lei n.º 13.188, de 11 de novembro de 2015, solicitamos a publicação imediata do posicionamento da Prefeitura de  Santa Inês.

Santa Inês, 11 de fevereiro de 2022.

Departamento de Comunicação da Prefeitura de Santa Inês

Confira no vídeo abaixo um momento da decisão da greve dos professores:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.