Durante a sessão plenária desta quarta-feira (22), o deputado estadual Wellington do Curso fez referência à reunião que aconteceu no município de Caxias, na última segunda-feira (20). A reunião contou com a presença de acadêmicos de medicina da UEMA em Caxias, com o prefeito da cidade, Fábio Gentil, e membros da sociedade civil. 

O objetivo da reunião foi tratar sobre os problemas que afetam os acadêmicos de medicina em Caxias, a exemplo da falta de professores e de mudanças unilaterais no internato.

Na última segunda-feira, estive em Caxias, para ouvir as demandas apresentadas pelos acadêmicos de medicina da UEMA. Os estudantes apontam que sofrem com a falta de professores, com a ausência de diálogo e comunicação com a diretoria do Curso e, ainda, com a mudança unilateral no internato, que deixará de ser em São Luís e ocorrerá em Caxias. De acordo com os acadêmicos, a Universidade não dispõe de estrutura para ofertar internato. O curso de medicina da UEMA em Caxias pede socorro. Em virtude disso, os acadêmicos solicitaram uma audiência pública, que será agendada e contará com a representatividade, também, do Ministério Público. Nosso objetivo é garantir que nossos estudantes tenham uma educação de qualidade”, concluiu o deputado Wellington.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.