O setor público de Saúde do Estado do Maranhão tem sido rota fácil de algumas empresas terceirizadas que encerram seus contratos, vão embora sem pagar as rescisões trabalhistas  e deixam até meses de salários atrasados. 

Hospital Geral

Um exemplo mais recente aconteceu agora com os terceirizados do Hospital Geral ou Hospital do Câncer Dr. Tarquínio Lopes. A empresa terceirizada IADVH, contratada pela estatal de saúde estadual, a EMSERH, foi substituída pela ABES e foi embora sem pagar o mês de janeiro.

E para piorar a situação, não quer pagar as rescisões dos trabalhadores. “Toda empresa do Estado que entra lá sai assim dando golpe na gente”, lamentou um reclamante.

Segundo relatos, a Empresa IADVH quer era terceirizada da EMSERH saiu do Hospital Geral por que o hospital foi arrendado pela nova empresa ABES! Sendo que a previsão para o pagamento era dia 9 e o acordo não foi cumprido.

O Ministério Público Estadual já tem ciência do descaso, mas ainda não se pronunciou.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.