Cerca de 300 funcionários da Santa Casa de Misericórdia de São Luís, de todos os setores, decidiram mais uma vez botar a boca no trombone e reivindicar vencimentos atrasados. Já estamos na segunda quinzena de Janeiro de 2002 e até o momento os profissionais não receberam nem sequer o 13 º, nem o mês de dezembro e o vale-transporte. Nem o FGTS está sendo recolhido.

Protesto realizado em 2021 pelo mesmo motivo: falta de pagamento dos salários

Mas o que ocorre neste hospital, um dos mais antigos da capital, é que a Prefeitura de São Luís sempre alega atraso no repasse de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) e não repassa para a própria direção da Santa Casa que tem centenas de profissionais de carteira assinada nessa situação. E tem sido assim em anos anteriores.

Segundo um denunciante, o Governo Federal já repassou R$ 16 milhões à Santa Casa. E os pobres trabalhadores não recebem e ainda temem represália. Para piorar, tem alguns trabalhando doentes e sem dinheiro para comprar remédios.

Funcionários prometem paralisar atividades se nada for feito.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.