Homem que matou e esquartejou homossexual é preso e diz onde escondeu a cabeça da vítima

Mais conhecido como seu Jorge, homem confessou à polícia que matou com um tiro na cabeça o homossexual e esquartejou o corpo na sua residência, em Presidente Médici. Ele revelou ainda que jogou os pedaços do corpo humano em um açude, e o local onde deixou a cabeça.

Valber Bezerra foi a última pessoa a ser vista em um bar com a vítima, o homossexual Ildivan Silva Farias. Eles foram para a casa do matador e lá o Nenzim teria assediado o seu Jorge, que disse não aceitar e o expulsou de casa.

A vítima teria continuado insistido em ficar, e dizendo que Valber não teria coragem de lhe matar. O homem pegou uma espingarda e atirou na cabeça do homossexual, em seguida ele esquartejou o corpo, pediu a moto emprestada de um vizinho, levou o material humano dentro de um saco de nylon e jogou em um açude.

Seu Jorge confessou à polícia o crime, contou detalhes, inclusive onde teria deixado a cabeça da vítima e as pernas. A polícia conseguiu localizar as partes do corpo que estavam faltando com a ajuda do assassino.

Encontrado corpo esquartejado de homossexual dentro de açude, mas sem a cabeça, no Maranhão

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Encontrado corpo esquartejado de homossexual dentro de açude, mas sem a cabeça, no Maranhão

Ildivan Silva Farias, o Nenzim, foi visto pela última vez com um homem conhecido como Seu Jorge, no último sábado, dia 25, em um bar, em Presidente Médici. Na manhã de ontem o corpo esquartejado foi encontrado dentro de um açude. E sem a cabeça. 

De acordo com a polícia, o aparelho celular foi achado enterrado perto de Centro do Guilherme, distante do corpo que foi colocado no açude dentro de uma saco de nylon, com pedras para não boiar.

Seu Jorge, conforme os policiais que investigam o caso, trata-se de Valber Bezerra, que agora passou a figurar como suspeito, a quem a polícia tenta encontrar, pois teve prisão solicitada. Paralelamente a polícia também procura a cabeça da vítima que ainda não foi localizada.

Homem que matou e esquartejou homossexual é preso e diz onde escondeu a cabeça da vítima

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mais de R$ 5 milhões ainda estão escondidos em casas ou enterrados em Bacabal do assalto ao BB

Com o aparecimento hoje de R$ 18 mil em uma residência em Bacabal, fontes da polícia acreditam que cerca de R$ 5 milhões ainda estão escondidos em casas ou enterrados naquela cidade. O dinheiro seria deixado pelos assaltantes do centro de distribuição do Banco do Brasil, assaltado em novembro passado e moradores se apropriaram indevidamente.

O dinheiro localizado hoje só foi possível depois que dois militares, os soldados Pádua e Nascimento, lotados em São Mateus, fizeram uma assalto numa casa à rua Clores Miranda, no centro de Bacabal. Um militar fugiu e com o outro foi encontrado no local R$ 2 mil e no interior da residência mais R$ 16 mil escondidos.

O casal confessou na delegacia que o dinheiro foi furtado quando os bandidos fugiram levando uma grande quantia e deixaram para trás, inclusive no cofre arrombado do centro de distribuição do banco, uma soma alta. A polícia ainda chegou a recuperar pouco mais de R$ 5 milhões (foto acima) após espalhar que tinha os vídeos das pessoas se apropriando indevidamente do dinheiro.

Muitos tomaram a iniciativa de levar até a delegacia parte ou todo do dinheiro levado pra casa. Um professor entregou R$ 1 milhão depois que a consciência pesou. Um pastor evangélico disse ter conversado com Deus sobre o furto e devolveu R$ 300 mil. Um militar entregou R$ 5 mil e assim vários outros faram levando de volta. Mas será que todos entregaram tudo ou outros nem essa decisão tomaram?

Uma fonte da polícia revelou ao blog que os dois militares haviam ido antes numa casa onde uma pessoa também escondia dinheiro do BB. E que essa vítima teria informado onde outro também estava com cédulas guardadas. Foi exatamente na residencia do casal onde estava a soma que seria levada de assalto pelos soldados.

Para a fonte da polícia, grande parte do dinheiro deve ter ficado escondido em residências ou enterrados em sítios em Bacabal e acredita que estão dando tempo para usar a grana.

Durante operação policial em dezembro, 13 bandidos estavam numa carreta, com dois na boleia e 11 na carroceria bau. Em troca de tiros com a polícia, três morreram e e dez estão presos. No baú foram localizados cerca de R$ 45 milhões. O Banco do Brasil não revelou até hoje a quantia roubada.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Empresário de dupla sertaneja mata e depois estupra uma motorista de aplicativo

A polícia levantou a ficha do empresário Parsilon e encontrou cinco passagens dele por ameaças e danos contra mulheres. Na segunda-feira, dia 21, ele confessou que matou e depois estuprou Vanusa da Cunha Ferreira, motorista de aplicativo.

A morte foi no domingo à noite, na Região da Grande Goiânia, quando a motorista pegou uma corrida e deixou primeiro os músicos em uma casa no Jardim Guanabara e depois foi levar o empresário numa chácara. Lá chegando, ele tentou manter relações com a motorista, mas ela recusou e ele a pegou pela cabeça e começou a bater em um meio fio.

Vanusa da Cunha Ferreira e Parsilon Lopes dos Santos em foto tirada antes do crime, durante corrida particular — Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

Assim que percebeu que Vanusa estava morta, o empresário se aproveitou e fez sexo com o cadáver. Ela era casada com outra mulher e  também técnica de enfermagem e nas horas vagas motorista de aplicativo. Camargo, como era mais conhecido, levou o carro e deixou em uma rua vicinal da cidade.

Ele foi preso por acaso do destino. Uma viatura fazia patrulha de rotina quando foi abordar o empresário, que imaginou que a polícia já sabia de tudo e se entregou, confessando o crime. E garantiu que estava muito arrependido. Camargo empresariava a dupla Zé Luccas e Matheus, conforme contou à polícia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Travesti mata jovem com um tiro na cabeça no Maranhão e alegou que foi provocada

Toinha, como é mais conhecida, foi presa ontem na cidade de Pirapemas depois que matou um jovem, alegando que estava sendo provocada por ser homossexual.

A morte aconteceu em uma via do centro da cidade e a vítima foi Thiago Alves de Carvalho, mais conhecido como Sadraque. O tiro na cabeça foi fatal.

Antônio Geovane Alves, conforme publicação no Blog do Abimael Costa, Toinha é conhecida por ser uma pessoa “calma e pacata”. Ela foi presa e encaminhada para um presidido em Itapecuru-Mirim.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia procura homem que saiu com a lutadora de jiu jitsu e universitária achada morta no Maranhão

A Jovem de 24 anos, Carina Silva (foto abaixo), atendeu a um telefone, se arrumou e saiu para jantar, com uma pessoa que ela disse que seria um amigo. No dia seguinte, domingo (20), o corpo da universitária foi encontrado à margem da BR – 010, em Imperatriz.

Ao ser achada, Carina estava despida e com o cabelo cortado. A polícia não acredita que apenas um homem tenha lutado contra ela até que a jovem fosse morta por traumatismo craniano. Ela era lutadora de artes marciais e se formaria em Administração no final do ano em curso.

Por volta das 22h30 ela ligou ao pai para informar que estava em um restaurante jantando com o suposto amigo, mas não disse em qual lugar nem o nome do restaurante.

A polícia trabalha agora com a captura de imagens de câmeras de monitoramento eletrônico de casas próximas onde Carina morava. Mas também pode fazer um trabalho junto ao restaurante onde ela esteve com a pessoa. O telefone da jovem sumiu e ficou desligado desde às 23h.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Adolescente conta detalhes de como ele e o irmão mataram os trabalhadores terceirizados da Cemar

Um adolescente de 16 anos, preso no final da manha de hoje (17), contou em detalhes na polícia como ele e seu irmão. conhecido por De Menor, executaram dois trabalhadores terceirizados da Cemar no bairro Sítio Natureza, em Paço do Lumiar no dia 15 deste.

Em depoimento, ele contou que estava jogando vídeo game quando Pablo Martins Silva, 18 anos, o De Menor chegou reclamando que homens da Cemar teriam cortado a energia elétrica da casa dele, deixando o filho no calor, sem o ventilador funcionando. E convidou o irmão para matar os dois jovens trabalhadores.

Ao localizarem o carro da Cemar, De Menor se aproximou do lado do motorista e desferiu três tiros, sendo dois na cabeça. O adolescente, que estava do lado de fora do outro funcionário, também atirou na cabeça.

De menor desceu uma rua e não foi mais encontrado até agora. O adolescente irmão dele pegou as roupas em casa e se refugiu em uma residência no Paranã, onde foi localizado hoje no início da tarde.

Os dois jovens trabalhadores foram enterrados ontem debaixo de muita comoção.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Secretário descobriu traição da mulher com o prefeito, que mandou matá-lo, no Maranhão

Investigação comandada pelo delegado Guilherme concluiu que, em Cândido Mendes, o prefeito tinha um caso extra-conjugal com a esposa do secretário de Saúde e mandou matá-lo assim que a relação foi descoberta.

Ney Moreira, Edna Maria e o prefeito Mazinho Leite

O assassinato ocorreu no dia 21 de fevereiro de 2014 na estrada que liga Cândido Mendes ao povoado de Águas Belas. Na ocasião, o secretário Romerson Robson estava no mesmo carro com o prefeito Mazinho Leite e a esposa de Robson, Edna Maria Andrade, que hoje é assessora jurídica da prefeitura, para o povoado.

Romerson Robson assassinado em 2014

Secretário de Saúde de Cândido Mendes falece após atentado

A vítima deixou a esposa e o prefeito no povoado e retornou sozinho para a sede.  Naquele ano, os depoimentos apontaram para uma emboscada que seria armada contra o prefeito e que acabaram matando o homem errado. Assim, os anos se passaram e todos ficaram acreditando nas primeiras versões.

Porém, o caso foi reaberto e ficou constatado que o secretário havia descoberto do caso da mulher dele com o prefeito. Diante do fato, Romerson ameaçou denunciar o prefeito de todas as corrupções que sabia no município. Por essa razão, Mazinho mandou matar o seu secretário de Saúde.

Foi concluído também que os tiros que mataram o secretário não foram disparados de fora, mas de dentro do carro. Hoje, o delegado Guilherme apresentou Ney Moreira Castro como provável executor. A autoridade policial anunciou a tomada de testemunho do prefeito para esta semana.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Suspeito da morte dos funcionários terceirizados da Cemar, na adolescência, cometeu dois homicídios

Estão presos na SHPP dois suspeitos de participação nos assassinatos de dois funcionários terceirizados da Cemar, mas o principal deles continua foragido. Ele, ainda na adolescência, cometeu dois homicídios e vários outros crimes.

Pablo Martins Silva, 18 anos, conhecido por De Menor, é apontado como a pessoa que matou os dois trabalhadores hoje de manhã no Sítio Natureza, área de Paço do Lumiar, sendo eles João Victor Melo e Francisco Carvalho da Silva. Mais cedo, fontes da polícia informaram ao blog que ele havia sido preso, o que não foi verdade.

Conforme o comandante  do CPAM II, coronel Aritanã, Pablo é bastante conhecido da polícia, já tendo cometido dois homicídios em 2015 e outros crimes como assaltos, posse ilegal de armas e associação criminosa.

Até agora, a polícia tem a informação de que um carro da Cemar fez ontem cortes em algumas casas do Sítio Natureza e que hoje era uma nova equipe. Dois bandidos teria seguidos de moto o Fiat onde estavam os trabalhadores e os executaram com tiros na cabeça.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Vídeo: Criança tenta impedir que madrasta esfaqueie o pai e não consegue, em Imperatriz

Imagens capturadas por uma câmera de estabelecimento comercial, em Imperatriz, mostram o momento em que Cellyara Almeida (foto abaixo) sacou de uma faca e atingiu o marido Gutemberg da Silva por três vezes. As imagens foram divulgadas no Imirante. 

No mesmo vídeo abaixo, o leitor perceberá que uma criança tenta evitar que a madrasta aplique as facadas no pai e não conseguiu. Foi um ato premeditado com a ajuda de uma amiga.

Nas imagens, o marido ia levando seus três filhos para a casa da sua mãe, quando um carro em que a esposa estava de carona para ao lado dele. Em seguida as crianças entram no veículo e quando ele tenta fazer o mesmo, começa a ser atingida pela mulher nas costas. Veja o vídeo abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policiais localizam crianças passando fome enquanto a mãe estava em um bar em São Luís

Uma equipe do CPAM III/1° Batalhão de Polícia, se deslocou até o bairro Sá Viana para apurar uma denúncia de que haviam três crianças sendo vítimas de maus tratos.

Os policiais ao chegarem na casa, encontraram os menores sozinhos e com fome. A mãe das crianças, identificada como Fabiane, estava em um bar.

Os vizinhos relataram aos policiais que Fabiane abandonava os filhos constantemente para ir à festas. Contaram também que os menores eram agredidos com frequência.

O Conselho Tutelar foi acionado para que as providências legais fossem tomadas. A mãe das crianças foi apresentada a Justiça e responderá pelo crime de abandono de incapaz.

A Guarnição que realizou o resgate dessas crianças é composta por Soldado Fábio, Soldado Ripardo. Contou com o apoio do Tenente Wellington e Sargento Porto.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Assim como no Maranhão, vice mandou matar prefeito em Tocantins por causa de dinheiro sujo

A única diferença do crime ocorrido a mando do vice-prefeito contra o prefeito de Davinópolis no Maranhão é que na cidade de Novo Acordo, no Tocantins,  o prefeito não morreu, apesar de pegar um tiro na cabeça. As razões foram as mesmas: dinheiro sujo.

Vice  e o prefeito de Novo Acordo Foto: Reprodução/TV Anhanguera

No Maranhão, o vice Rubem Lava Jato mandou assassinar o prefeito Ivanildo Paiva em 3 de novembro do ano passado. Para isso, contou com a ajuda do empresário  e fazendeiro Antonio José Messias, que contratou os pistoleiros. O vice nega o crime, mas informou para a polícia que o prefeito não cumpriu acerto com ele que era de entregar R$ 300 mil e mais a pasta da Educação.

No Tocantins, no município de Novo Acordo, o vice prefeito Leto Moura Leitão pediu ao empresário Paulo Henrique Sousa que contratasse o pistoleiro Gustavo Araújo Silva para matar o prefeito Elson Lino Aguiar, mais conhecido como Doutozinho. O planejamento da morte vem desde outubro e no Natal houve uma falha.

Dotozinho, porém, foi baleado na cabeça pelo pistoleiro quando encontrava-se sozinho em casa em Novo Acordo e foi levado às pressas para um hospital, na noite de quarta-feira, dia 9 deste.

O vice, então, exigiu novamente a morte do prefeito assim que ele deixasse o hospital e dobrou para R$ 20 mil o valor do contrato com o pistoleiro.  A Polícia do Tocantins informa a existência de um acordo não cumprido de que o vice ganharia R$ 800 mil de uma propina na prefeitura da cidade.

Como o leitor amigo pode observar, acordos para assaltar os cofres de prefeituras entre vice e os prefeitos existem em grande parte dos municípios e quando não são honrados, alguém pode sair morto.

Anotações para depósitos bancários envolvem vice na morte do prefeito de Davinópolis

Preso atual prefeito de Davinópolis como mandante da morte do ex-prefeito Ivanildo Paiva

Delegado descarta latrocínio no assassinato do prefeito de Davinópolis

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.