Alisson Jorge Ribeiro Gusmão foi preso na tarde desta terça-feira (15), no bairro Vila Isabel, como suspeito de envolvimento no assassinato do dentista e gerente do Sesc Turismo em São Luís, Lauro Henrique Moreno Evangelista, de 47 anos. 

O dentista foi encontrado morto e Alisson foi preso como um dos autores do crime

A prisão foi realizada pela Divisão de Inteligência e Assuntos Estratégicos (Diae) e a Força Tarefa da Polícia Militar do Maranhão.

O preso era diarista do Sesc e conhecia a vítima. Eles teriam marcado um encontro no domingo (13), dia em que Lauro desapareceu.

Alisson teria praticado o crime juntamente com o irmão dele, Adilson José, que, segundo o delegado do 1º Distrito Policial da capital responsável pelo caso, Marconi Matos, deve se apresentar nessa quarta-feira (16) à polícia. Uma terceira pessoa também estaria envolvida no crime.

Com Alisson, a polícia apreendeu uma arma de fogo que seria a mesma usada para matar Lauro. Até o momento, o veículo da vítima, assim como demais pertences levados, não foi localizado.

O corpo do dentista que estava desaparecido foi encontrado ontem na Estrada do Gapara, região Itaqui Bacanga, enrolado em uma rede com marcas de tiros.

O crime chocou a população e a polícia apura a motivação. A linha de investigação acredita em latrocínio. As oitivas seguem a fim de elucidar o caso.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.