Vizinhos que ouviram gritos de socorro de Antônio Augustinho  Nalin antes dele cair do novo andar de um prédio no Renascença, na manhã desta quarta-feira (15/12) acreditam que ele tenha sido empurrado por outras pessoas.

Conhecido por atuar como Personal Trader,  e fazia transações financeiras digitais, vinha sendo cobrado pelos investidores que perderam valores altos imaginando que ganharia muito com o novo estilo de Pirâmide.

Antes de cair, Nalin gritava por socorro, como se alguém estivesse dentro do apartamento lhe ameaçando de morte. Em questão de segundo, o corpo do sobrinho de desembargador Jorge Rachid, do TJ-MA, caiu do nono andar. A polícia vai iniciar essa nova linha de investigação.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.