A jovem confessou o crime, que a polícia de São Roque (SP) acredita tenha sido feito durante sessão de magia negra no quarto de Karina. Depois de matar o irmão, ela decepou o pênis e informou aos policiais que comeu o membro do menor.

Antes, porém, Karina iniciou o culto com sessões de cortes pelo corpo do menino até pegar um travesseiro e matar asfixiado. A mãe quando chegou ao local a filha não queria abrir a porta. Então, a genitora pediu a ajuda de um parente, que foi alvejado pela jovem com pedras e pauladas e partiu para morder o cachorro da casa.
O fato aconteceu na cidade de São Roque, em São Paulo, no bairro Gabriel Pizza, e deixou revoltados os moradores da cidade. O corpo do menor foi enterrado ontem, sexta-feira (05). Familiares ficaram perplexos dado ao bom comportamento da jovem que era pacata e educada, disseram ainda que Karina não tinha envolvimento com drogas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.