As irmãs Tainá dos Santos e Taynara dos Santos, que assassinaram no início da tarde de ontem, terça-feira (09) uma jovem ex-estudante do Ceuma, se apresentaram na Delegacia de Bacabeira, mas foram orientadas a procurar o delegado regional, em Rosário, e foram liberadas.

Acompanhadas de advogado e fora do flagrante delito, eles se comprometeram a esclarecer o crime, mas apenas em Matinha, cidade onde ocorreu a morte. Porém, é provável que o delegado peça a prisão preventiva das duas.

Brigas que resultaram na morte de ex-estudante do Ceuma eram intensas pelo WhatsApp

Urgente! Briga entre mulheres termina em morte no Maranhão

A confusão começou com bate boca entre a mãe das irmãs e a jovem Kelrry Mouzinho, 25 anos, que no domingo passado, dia 7, brigou com a genitora delas. A mãe teve um ferimento no corpo provocado por mordidas.

As duas irmãs juravam Kelrry de morte e no início da tarde de ontem eles foram até a casa da vítima, que estava na porta, no Bairro Novo e a mataram a facadas. Depois trataram de fugir para livrar o flagrante.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.