Foi presa hoje, terça-feira (26), a assessora jurídica da prefeitura de Cândido Mendes, Edna Maria Andrade, acusada de ser a mandante da morte do marido e ex-secretário de Saúde da mesma cidade, Romerson Robson. Investigação da polícia concluiu que a advogada tinha um caso extra-conjugal com o prefeito de Cândido Mendes.

Ney Moreira, Edna Maria e o prefeito Mazinho Leite

A prisão foi decretada pelo desembargador José Luis Almeida e será em caráter temporário. O marido dela, descobriu o romance da infiel com o prefeito e ameaçou espalhar as falcatruas da gestão municipal. No dia 21 de fevereiro de 2014, ele ainda chegou a ir a um povoado com o prefeito, a esposa e um assessor de nome Ney Moreira.

Romerson Robson assassinado em 2014

Na volta, o então secretário de Saúde voltou com o assessor dirigindo o carro do prefeito Mazinho Leite. Robson sofreu uma emboscada, sendo morto por vários tiros. O prefeito disse que ele era o alvo para embaraçar as investigações. Porém, a polícia concluiu que os tiros saíram de dentro do carro e que o matador foi Ney Moreira.

No mês passado, o delegado Guilherme concluiu sobre o caso entre o prefeito e a assessora jurídica e que o crime foi tramado e pediu a prisão de Edna Maria.

Secretário descobriu traição da mulher com o prefeito, que mandou matá-lo, no Maranhão

Secretário de Saúde de Cândido Mendes falece após atentado

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.