Policia Federal e SEIC prenderam preventivamente em São Luís o chefe da quadrilha que aplicou golpes em sete deputados maranhenses e mais outro comparsa. O líder do grupo, Leonel Pires Júnior, foi localizado no condomínio de luxo Ilhas Gregas, no Olho d`Água. Ele havia comprado o imóvel e mudado ontem. Júnior chegou a clonar no Maranhão os celulares de sete deputados, sendo eles Rogério Cafeteira, Fábio Macedo, Cleber Verde, Júnior Verde, Adriano Sarney, Vinicius Louro e Valéria Macêdo.

Sete deputados no Maranhão são vítimas de golpes do falso empréstimo por contas bancarias

O pedido da operação teria partido da Presidência da República em razão de três ministros serem clonados, como Eliseu Padilha e Marun, por exemplo. Porém, a PF já estava apurando aqui em São Luís a prática do crime em conjunto com a Seic. No Mato Grosso do Sul foram feitas buscas e apreensões.

O crime cibernético consistia na clonagem do celular de uma autoridade e o bandido se passava pelo dono do aparelho e solicitava transferência bancária para amigos em razão do limite estar excedido e que devolveria no dia seguinte.

Confira abaixo o delegado da Seic que cuida da área de crimes cibernéticos falando sobre a prisão:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.