Hallgson Patrick Vale Barbosa deixou a cela do Presídio Regional de Codó, há 30 dias. Ontem ele foi preso e baleado após ter realizado um assalto com arma branca. Os policiais sentiram a falta da tornozeleira eletrônica na perna do bandido. Ele confessou que colocou o aparelho de monitoramento na pata de um cachorro. 

Desde que chegou em casa, Hallgson tratou de se livrar da tornozeleira, depois de retirá-la da perna teve a brilhante ideia de presentear um cachorro: com a tornozeleira.

O bandido desfilava leve, livre e solto pela cidade sem ser monitorado e, ainda por cima, vez por outra praticando assalto. Ontem ele não deu sorte. Perseguido por alguns policiais militares do 17º Batalhão de Codó,  foi atingido na perna e recolhido ao presídio.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.