Procurado desde o dia 24 de abril pela morte de Thiago Guma (foto abaixo) , campeão mundial de Jiu-Jitsu, Wilsimar Sousa e Silva, conhecido por Cimar, trocou tiros ontem, sábado (28) com policiais militares na cidade de Governador Luiz Rocha. A informação ao blog por policiais garante que ele teria reagido ao saber que seria preso.

Depois que o corpo chegou a um hospital do município, pessoas chegaram a reconhecer como o homem que matou com três disparos, sendo dois na cabeça, o lutador maranhense. A morte foi na cidade de São Domingos do Maranhão por causa de discussão no trânsito, no dia 24 deste.

Com a morte do assassino, a polícia vai investigar outra linha, a de que poderia ter sido crime de execução. Algumas testemunhas informaram que houve a discussão e que Cimar teria seguido o lutador em uma moto e já de arma em punho.

Depois do primeiro tiro, quando eles chegaram a se atracar, com Guma no solo, o assassino ainda disparou dois tiros na cabela da vítima.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.