Coronel da PM ativo e mais oito militares tiveram pedidos de prisão preventiva solicitados pela Secretaria de Segurança Pública.  Eles teriam participação na máfia de contrabando que foi desarticulada no dia 21 pela Polícia.

Já foram presos no primeiro momento um major, um sargento e um soldado. Hoje também foram presos o delegado Thiago Bardal, ex-chefe da Seic, e do advogado Ricardo Belo. Também foi estourado mais um depósito de mercadorias contrabandeadas, desta feita na entrada do Rio Grande, na Zona Rural de São Luís.

Abaixo os nomes dos militares  e dois empresários que tiveram pedidos de prisão, mas ainda não acatados pela Justiça:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.