O 3° sargento da Polícia Militar, Araújo foi assassinado ontem com sete tiros dentro do banheiro de sua casa, em Açailândia. A principal suspeita, a esposa, foi presa horas depois em Pequiá, quando se preparava para fugir.

O sargento trabalhava no 26°BPM de Açailândia e a polícia investiga as razões do assassinato. Neste sentido, começou a ouvir hoje a esposa do militar, que aparece na foto abaixo com o marido quando ainda estava vivo.

As suspeitas recaem sobre a mulher e a polícia acredita que só existe essa linha de investigação. Abaixo o momento da prisão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.