Ouço dizer que centenas de pessoas que tiveram contatos mais próximos com o governador do Maranhão nos últimos cinco dias precisam urgentemente fazer o teste para saber se foram infectados pelo vírus da covid-19. 

Flávio Dino informou ontem, segunda-feira (03) que testou positivo para a covid-19, mas garantiu que estava assintomático, sem precisar de internação hospitalar e que ficaria em isolamento domiciliar, o que é mais correto por período acompanhado de médico.

Ele precisou ir hoje ao Hospital São Domingos se submeter a alguns exames, até como forma de manter o controle da doença e depois retornou para seu lar e fez despachos remotos de lá.

Quando fui acometido pelo vírus, em junho de 2020, descobri um dia depois de aniversário de cinco longos anos de boa convivência com a minha hoje ex-companheira. Recordo que fiquei isolado, sendo orientado por médicos ao telefone e um grupo de pastoras que dava ânimo a minha vida.

Não senti nada. Não tomei um medicamento sequer. Só fome demais e comia com maior prazer. E olha que sou diabético e hipertenso. Mas tive a preocupação de exigir de todos que aqui passaram e estiveram comigo nos últimos cinco dias que fizessem o teste. E assim foi feito. Todos deram negativo.

Então, se o governador fala a verdade, não há motivos para preocupação ou desespero. Mas, na dúvida, não custa nada fazer um teste.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.