Blog Atual7

O Maranhão chegou a 1.836 mortes por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, após registrar 39 novos óbitos em 24 horas, segundo boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado da Saúde) divulgado na noite desta quarta-feira 24.

Por falta de transparência, não é possível saber se as mortes foram de pessoas que estavam hospitalizadas ou em isolamento domiciliar. A ausência dessa informação impede, por exemplo, confirmar se a queda na ocupação de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), um dos principais indicadores da situação de pandemia em um local, vem ocorrendo em razão de mortes ou recuperação dos pacientes. E dificulta confirmar se há pacientes morrendo em casa, apesar de haver vagas nos leitos reservados para tratamento da doença.

Apesar da marca trágica, até o momento, o governador Flávio Dino (PCdoB) segue ignorando os óbitos e não emitiu qualquer nota de pesar às famílias das vítimas da doença. Copiando a estratégia do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o comunista tem se concentrado em divulgar apenas notícias positivas sobre a pandemia, como o aumento do número de pessoas recuperadas da Covid-19.

Ao mesmo tempo, neste caso antes de Bolsonaro, tem autorizado a reabertura do comércio e serviço não essencial em todo estado. Recentemente, por meio da Casa Civil, sem apresentar qualquer estudo científico, antecipou a liberação de reabertura de bares e restaurantes para este fim de semana —o que contraria o isolamento social, principal medida de prevenção e contenção ao novo coronavírus, já que a tendência desse setor é receber a maior parte dos seus consumidores entre as noites de sexta-feira e de domingo.

O boletim epidemiológico da SES mostra também que, nas últimas 24 horas, mais 1.293 novos casos foram confirmados com Covid-19 no Maranhão, aumentando o total para 73.314 pessoas já infectadas pelo novo coronavírus no estado.

Também por falta de transparência, não é possível saber há quantas semanas ou meses essas pessoas fizeram o teste para Covid-19, já que parte dos resultados de exames só é confirmada, mostrou o ATUAL7, quando a maioria dos pacientes já está recuperada ou morta.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.