A Polícia Civil do Maranhão conseguiu apreender em flagrante, na noite da última quinta-feira (31), um adolescente pelos crimes de ameaça e posse de artefato explosivo. O detido estava dentro de uma escola no bairro Trizidela na cidade de Coroatá, com artefatos caseiros explosivos, um punhal, garrafas e solvente para preparo de Coquetel Molotov.

Material apreendido com o adolescente

De acordo com o delegado Rafael da Rocha, a Polícia Civil foi acionada a comparecer à instituição de ensino para apurar o fato. Já no local, os investigadores constataram que o adolescente tinha sido contido por um vigilante da escola dentro do banheiro com uma mochila contendo artefatos.

Em depoimento, o adolescente relatou que não tinha a intenção de concretizar as ameaças e que apenas queria simular os atentados ocorridos em Columbine (EUA) e em Suzano, município do Estado de São Paulo. Disse ainda que escuta vozes de um dos jovens que fizeram atentado e que tem problemas psiquiátricos, pensamentos suicidas e que fazia uso de medicamentos controlados, mas estava a mais de 01(um) mês sem tomá-los. O adolescente afirmou que dentro dos canos de pvc continha apenas areia.

O material apreendido será encaminhado para o ICRIM para ser periciado. Será ainda representado pela internação provisória do adolescente, bem como pelo exame de sanidade mental e o mesmo ficará na delegacia aguardando decisão da Justiça.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.