Para quem pensa em continuar administrando São José de Ribamar, tratar da saúde da população daquela cidade é prioridade. Mas não é o que vem acontecendo na gestão de Eudes Sampaio. Os médicos do hospital municipal decidiram paralisar as atividades por falta do cumprimento do acordo para pagar seus salários atrasados.

Os médicos do hospital e maternidade entraram em um acordo com o prefeito para receber até o dia 10, ontem, sexta-feira. Porém, Eudes, que tem se revelado um administrador em que a palavra honrada não é para ser cumprida, não pagou a empresa que contratou os médicos. Então, pediatras, anestesistas, cirurgiões, genecologistas e clínicos médicos cruzaram os braços.

São dois meses de atraso salarial e o acordo foi documentado pela Conselho Regional de Medicina do Maranhão. São mais de 20 médicos que não recebem e agora a população é quem vai sofrer as consequências da irresponsabilidade do prefeito, que ainda pensa em se reeleger. Por isso, as pesquisas apontam Eudes Sampaio descendo a ladeira.

Os grevistas estão pedindo aos colegas que não aceitem fazer plantões sem que os salários atrasados sejam pagos. Ocorre que a terceirizada que atende a saúde da cidade acha que encontrou uma saída, pagando à vista R$ 2 mil por plantão e esquecendo dos meses em atraso, como mostra abaixo esse diálogo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.