O agendamento diário se deu a partir de melhorias implementadas pelo prefeito Edivaldo que investiu na melhoria da infraestrutura, na aquisição de equipamentos e na capacitação de servidores

Com a modernização da sistemática de atendimento, a Central de Marcação de Consultas e Exames (Cemarc), da Prefeitura de São Luís, passou a ofertar à população serviços diários de agendamentos para procedimentos médicos, não havendo mais necessidade que as pessoas pernoitem no local para conseguir marcar suas consultas ou exames. A Cemarc da Alemanha, que tem atendimento prioritário voltado para idosos, pessoas com deficiência, menores e para marcação de exames de alta complexidade – funciona de segunda à quinta das 7h às 17h30 e na sexta-feira das 7h às 16h. A do Bequimão, em razão de grande demanda, também funciona pela manhã e à tarde a exemplo da Alemanha. As demais 21 Cemarc funcionam das 7h às 13h todos os dias da semana.

Com as mudanças, a partir da reestruturação do setor, que busca atendimento não necessita mais esperar apenas pela primeira semana do mês para marcar seus procedimentos de saúde, como era anteriormente. Com isso, além de agilizar o fluxo do atendimento, dá também mais liberdade aos usuários na utilização do serviço disponibilizado pelo município em uma das 23 unidades  centrais de marcação espalhadas pela cidade. Além do Bequimão e Alemanha a Prefeitura dispõe ainda de unidades nos bairros do Coroadinho, São Bernardo, Vila Izabel, Vicente Fialho, Cohab Anil, São Cristóvão, Cidade Operária, Cohatrac, Estiva, São Raimundo, Quebra Pote, Santa Barbará, Vila Esperança, Tibiri, Vila Itamar, Vila Maranhão, Itaqui-Bacanga, Apeadouro, Anil e Centro.

Para algumas consultas e exames são disponibilizadas senhas para organização e controle da demanda. As senhas começam a ser distribuídas a partir de 6h da manhã e das 13h para quem busca atendimento no período da tarde. Entretanto, todas as pessoas que estiverem no local são atendidas mesmo não tendo senhas, caso ainda estejam disponíveis os serviços solicitados para aquele dia, pois a proposta é não despachar ninguém sem que o atendimento seja feito. Com isso, não é mais preciso que ninguém pernoite no local, para marcar qualquer procedimento médico.

“São avanços conquistados com muito planejamento e com foco no atendimento humanizado. Hoje não permitimos mais que as pessoas durmam na fila pra ter seu agendamento médico efetivado. Com a implantação de uma nova sistemática de trabalho e outros investimentos realizados no setor, conseguimos acabar com as filas e ampliar a oferta de serviços. A área era um dos gargalos que enfrentamos quando assumimos o município e hoje podemos comemorar os avanços. Mas o trabalho continua a fim de que consigamos ofertar um atendimento cada vez melhor à população”, observou o prefeito Edivaldo.

A melhoria veio a partir da implantação de uma série de medidas qualitativas para ampliar e melhorar o atendimento na Cemarc, criando uma nova sistemática de agendamentos que, além de demarcar o fim das filas e da situação indigna verificada por décadas no local, estabeleceu ainda uma relação mais humanizada com os pacientes. As ações, coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), além de promoverem um salto na ampliação e na qualidade do atendimento, deram também maior celeridade ao fluxo, fazendo com que a Cemarc chegasse a agendar, em um único dia, mais de 7 mil procedimentos, número expressivo e que denota o sucesso da reestruturação do setor.

Segundo a superintendente de Controle, Regulação, Avaliação e Auditoria da Cemarc, Isabel Myriam Pereira Macedo, com a nova sistemática de trabalho na Central de Marcação, o setor passou a conhecer melhor a oferta para os próximos 30 dias, possibilitando o planejamento e escalonamentos de todos os serviços disponibilizados no decorrer do mês, buscando a melhor forma de distribuição dessas vagas disponibilizadas.

“Sabemos que a saúde no município, não diferente como em todo o país, tem uma demanda maior que a oferta, mas buscamos resguardar e garantir, com planejamento e compromisso da gestão do prefeito Edivaldo, o acesso da população aos serviços de saúde ofertados na rede municipal”, explicou Isabel Macedo.

HUMANIZAÇÃO

Também pensando na valorização e melhoria do acolhimento e na humanização do atendimento, novas estratégias têm sido adotadas na Cemarc com esse objetivo, entre elas está a instalação de uma sala reservada para acolhimento das demandas, um novo canal aberto com o usuário para ouvir sugestões, críticas, reclamações e elogios. Esse serviço de acolhimento é feito por uma enfermeira e toda demanda feita ao setor é registrada em formulário. A identificação fica a critério do usuário, podendo ter ou não sua assinatura.

Além da ouvidoria, a Cemarc também disponibiliza outros canais de diálogo diretamente com o usuário, que poderá ir tanto à sala da Superintendência e abrir uma comunicação direta, como também fazer contato pelo telefone 99195-3721, criado para as pessoas que não queiram a comunicação presencial. “São práticas que divulgamos todos os dias junto ao público que fica aguardando no salão de marcação de procedimentos, para que saibam que o canal de diálogo existe e que ele poderá usá-lo para resolução de suas demandas e colaborar com a melhoria do serviço de modo geral”, enfatizou a superintendente do setor.

Com as melhorias implementadas, o atendimento na Cemarc registra números nunca antes alcançados e, nos últimos meses, tem atingido números recordes no faturamento também das unidades de grande impacto, como as unidades mistas, por exemplo. De janeiro a julho, na Cemarc, o volume de marcação só para exames, por exemplo, teve um crescimento de 25%. Ao analisar o período, o relatório revela que, em janeiro deste ano, foram registrados 90.016 exames. Já no mês de julho, o número de atendimentos para realização de exames já chegou a 121.340, ou seja, 31.333 a mais de procedimentos agendados, comparando os dois meses. Destaque também para exames de mamografia, que no primeiro mês do ano registrou 90 agendamentos, e no último mês já agendou 690 procedimentos do gênero.

A mesma evolução de crescimento é observada também nas marcações de tomografias computadorizadas, que saiu de 336, em janeiro, para 655 em julho; densitometria, que foram 90 exames realizados em janeiro e 365 em julho; cateterismo cardíaco, com 19 exames agendados no mês inicial do ano e 160 em julho, entre outras especialidades cuja evolução de crescimento aponta que a reestruturação do sistema de marcação contribuiu com a agilidade do serviço e aumento dos procedimentos agendados.

Avaliando o número de consultas agendadas no primeiro e no segundo trimestre do ano, verifica-se também um aumento significativo de 5.450 consultas a mais que o primeiro trimestre, com destaque para algumas especialidades a exemplo de oncologia pediátrica, que saiu de 54 consultas em janeiro, para 104 este mês, assim como também ortopedia geral pediátrica, que em janeiro realizou dois agendamentos e em julho já chegou a 48 marcações.

Impactos positivos também são observados em áreas como oftalmologia, que teve um aumento de 780 a mais, avaliando também o primeiro e o segundo trimestre do ano; cardiologia adulto, com 124 consultas mais; dermatologia com acréscimo de 125 consultas a mais; otorrino adulto com 148 a mais; e consultas em odontologia, que em janeiro teve 60 atendimentos e, em julho, registrou 120.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.