Por Luís Cardoso

Havia dito ontem aqui que estava pensando seriamente em fechar as portas por causa das inúmeras perseguições da maioria de membros do Judiciário, das tramoias do Executivo em colocar o editor na cadeia para desmoralizá-lo, das investidas de empresários combinados com autoridades policiais para calar a voz do jornalista Luís Cardoso e de vários políticos em encher de processos e a facilidade que alguns juízes arbitram quantias que o blogueiro não tem condições de pagar, até fechar as páginas e ir embora do Maranhão.

Recebi vozes de incentivos de muitos leitores e amigos. O telefone não parava de tocar, ao lado do velho e bom amigo Old Parr. Alguns se dispuseram a colaborar financeiramente para reparar o que a Justiça do Maranhão equivocadamente fez ontem ao bloquear meu salário para pagar uma indenização por danos morais, o que é  ilegal.

Alguns sugeriram a criação de um grupo de amigos que possa ajudar mensalmente com o que podem e na condição de Blog continua ativo, na mesma linha de denunciar as mazelas, a corrupção, o descaso com a coisa pública e as pilantragens. Até advogados se ofereceram para trabalhar sem cobrar nada.

Mas o que me fez refletir foram algumas professoras da capital e de várias cidades. “Quem vai ser a nossa voz?”, indagaram algumas delas. “Cardoso, se não fosse teu blog, nós vigilantes estaríamos até hoje sem receber nossos salários”, lembrou outro.

“Não, não, não nos deixe agora sozinha nessa luta pela volta da água em nossas torneiras”, exigiu uma dona de casa que tem ajudado o blog a levantar os bairros em que o líquido precioso não se faz mais presente, embora a conta chegue sempre em dia.

O maior volume de pedidos para não sair de cena veio do interior, das cidades em que acolho e divulgo notícias de malversação dos recursos públicos. Hoje, cedo da manhã, mais contatos e exigências. Então, tomei a decisão que acho mais coerente. li o poeta amazonense Thiago de Mello:

Faz escuro mas eu canto,
porque a manhã vai chegar.
Vem ver comigo, companheiro,
a cor do mundo mudar.
Vale a pena não dormir para esperar
a cor do mundo mudar.
Já é madrugada,
vem o sol, quero alegria,
que é para esquecer o que eu sofria.
Quem sofre fica acordado
defendendo o coração.
Vamos juntos, multidão,
trabalhar pela alegria,
amanhã é um novo dia.

Como resposta, informo que, além do Blog permanecer na trincheira, venho ainda com um telejornal diário de 1h no Instagram em horário a ser definido, com bombas, notícias quentes e atualizadas, com mais um instrumento para servir a população.
Que Deus nos guie sempre!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.