Bloquinho do Recanto está cheio de atrações neste domingo (20) em São Luís

    O Bloquinho do Recanto vai se reunir, neste domingo (20) a partir das 14h, na Av. Antares, no bairro Recanto do Vinhais, em São Luís, com o propósito de alegrar famílias e jovens que se cuidam nos embalos de samba de qualidade com Os Parças e marchinhas carnavalescas da Charanga Companhia Alegrar, com limite de público, muito confetes e serpentinas.

    Foto Divulgação

    https://youtube.com/shorts/uW0VIp50Euk?feature=share

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Bloquinho do Recanto vai ter Os Parças e Charanga Companhia Alegrar

    Agenda NM

    Devido à pandemia da Covid-19, o evento mais popular e trepidante do nosso calendário festivo chega pedindo disciplina, cuidado, recato e recanto. E depois de tanto forjar a personalidade brasileira e dizer sobre nossa identidade pelo mundo o que ele parece exigir de nós agora é imaginação para reinventá-lo alegre, apesar de tudo.

    O grupo de samba Os Parças é uma das atrações do Bloquinho do Recanto

    Essa é a ideia do Bloquinho do Recanto do Vinhais, que vai se reunir neste domingo (20) para alegrar um público de responsa, literalmente. Uma galera que está com o ciclo vacinal completo, que usa álcool gel e higieniza sempre as mãos, não é chegada aquela aglomeração de empurra empurra, que respeita as pessoas e que tem orgulho de exibir sua carteirinha de vacinação.

    O bloquinho vai se reunir, a partir das 14h, na Av. Antares, Recanto do Vinhais, com o propósito de alegrar famílias e jovens que se cuidam nos embalos de samba de qualidade com Os Parças e marchinhas carnavalescas da Charanga Companhia Alegrar, com limite de público, muito confetes e serpentinas.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Bolsonaro diz que por ele não haveria carnaval em 2022

    Gazeta Web

    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (25/11) que é contrário à realização do Carnaval em 2022.

    “Por mim, não teria Carnaval, mas tem um detalhe: quem decide não sou eu. Segundo o Supremo Tribunal Federal, quem decide são os governadores e prefeitos”, disse Bolsonaro em entrevista à Rádio Sociedade da Bahia.

    “Não quero aprofundar nessa que poderia ser uma nova polêmica. Em fevereiro do ano passado, ainda estava engatinhando a questão da pandemia, pouco se sabia, praticamente não tinha óbito no Brasil, eu declarei emergência e os governadores e prefeitos ignoraram, fizeram Carnaval no Brasil”, prosseguiu.

    A situação de emergência foi declarada em 6 de fevereiro de 2020. As festividades de Carnaval ocorreram de 21 a 29 de fevereiro, mas o decreto reconhecendo a situação de calamidade pública no país só foi publicado em 18 de março.

    O mandatário voltou a se isentar da responsabilidade pelas mortes decorrentes da Covid-19. “Não tenho culpa disso. Não estou me esquivando nem culpando outras pessoas. É uma realidade, é uma verdade.

    Todo o trabalho de combate à pandemia coube aos prefeitos e governadores. Para mim, o que coube: mandar recursos para estados e municípios. No total, gastamos no ano passado R$ 700 bilhões”, afirmou.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Roseana Sarney é contra as festas do Réveillon e do carnaval em 2022

    A ex-governadora Roseana Sarney, se manifestou contra a realização das festas de Réveillon e as de carnaval no Maranhão por causa da baixa vacinação em nosso estado que ainda não atingiu nem a metade da população.

    A posição da política causou surpresa por ela ser bastante festeira e nos seus governos sempre foram marcados pelas festas populares com incentivos governamentais. Confira abaixo o que disse Roseana na sua rede social:

    “O BR tem 61% de sua população com vacinação completa contra a Covid. No MA, esse percentual é de 46%. Com essa baixa cobertura acho precipitado tudo o que se anuncia de relaxamento para o final do ano e para o período que vai até o carnaval”, destacou Roseana.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    “Não é o secretário de Saúde que decide se vai ter carnaval”, afirma Carlos Lula

    Blog Diego Emir

    O secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, desmentiu a informação que ele teria determinado a não realização de carnaval no Maranhão em 2022. O titular da SES avalia que essa decisão cabe ao governador e aos prefeitos.

    No entanto como secretário de Saúde, Carlos Lula, defende uma postura de precaução, uma vez que o cenário de aumento de casos na Europa, serve de alerta para o Brasil.

    Porém fazer qualquer previsão com três meses de antecedência seria algo irresponsável.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.