Último dia de folia teve, ainda, desfile de blocos e shows na Praça da Matriz, local que recebeu mais de 15 atrações durante os seis dias de folia na cidade

Há mais de quatro décadas, a terça de Carnaval em Rosário deixou de ser o último dia de folia na cidade e a quarta-feira de cinzas passou a ser a data mais aguardada pelos foliões. É neste dia que acontece o famoso ‘Micarroça’, desfile de carroças enfeitadas, que arrasta moradores e turistas, em um circuito de muita descontração e que este ano teve como tema ‘Carnaval da Alegria’.

O desfile de carroças enfeitadas partiu da Rodoviária e seguiu por algumas ruas da cidade, retornando à Rodoviária. Lá, outra multidão aguardava os grupos com muita festa, animada por marchinhas carnavalescas e por músicas mais populares, que se destacam durante o Carnaval. Em todo o trajeto, os grupos foram seguidos por blocos e trios elétricos repletos de foliões. “Trata-se de um momento em que Rosário mostra sua tradição. E nós somos culturalmente ricos, não é a toa que o nosso Carnaval apresenta toda essa diversidade”, destacou a prefeita Irlahi Moraes (PMDB).

O cortejo de carroças e blocos atraiu a atenção até mesmo de quem não saiu de casa, caso da professora da Universidade Federal do Maranhão, Maria Teresa Rabelo, conhecida no mundo das artes como ‘Estrelinha’. Na porta de sua residência no município, ela era uma das foliãs mais animadas. “Eu amo o Carnaval de Rosário. Esta cidade é muito rica e o Micarroça é uma de nossas mais fortes manifestações”, diz ela. Acostumada a trabalhar com arte e cultura, tanto em sala de aula, quanto em peças teatrais que dirige, Maria Teresa elogia a festa carnavalesca de 2018. “Sobretudo o desfile de carroças, que ganhou maior destaque este ano e permitiu a realização deste evento maravilhoso”, acrescenta.

A opinião é partilhada pelo deputado federal João Marcelo Souza (PMDB). “O Micarroça faz com que Rosário tenha a melhor quarta de cinzas de todo o Maranhão”, afirmou o deputado, enquanto seguia o trio do Bloco do Reggae.

Este, aliás, foi outro destaque durante a quarta de cinzas em Rosário. Comandado por DJ’s, dentre os quais Nega Glícia, bastante conhecida pelos amantes do ritmo, o Bloco do Reggae destacou o aumento da participação das mulheres em todos os setores da sociedade. “Estamos ampliando nosso espaço e ainda vamos fazer muito mais”, disse Nega Glícia, provocando aplausos da população.

Cortejo

O Micarroça foi criado há mais de 40 anos por donos de bares e garçons que não brincavam o período carnavalesco e hoje é uma tradição, mantida e valorizada pela gestão municipal. Em 2010, tornou-se patrimônio imaterial do Estado por meio do projeto de lei 081/2010.

O desfile durou cerca de 2 horas e arrastou uma multidão. As carroças foram enfeitadas com diversos tipos de materiais, com destaque para palhas, balões, fitas e papel crepom. Os jumentos também foram carinhosamente fantasiados. Alguns desfilaram com saias, chapéus, máscaras, calças e coletes, tudo de acordo com o tema escolhido.

O carroceiro Valdemir Oliveira era um dos mais animados. Ele participa há oito anos do desfile, já tendo sido premiado algumas vezes. “Eu venho por gostar da festa e os prêmios que ganhei são uma recompensa a mais”, diz ele.

Após o desfile de carroças e blocos, a festa seguiu para a Praça da Matriz, onde aconteceram apresentações com o cantor Jonas Esticado, Mayara Lins e Swing Mix, Carreta Moça Flor e discotecagem como o DJ Carlão. “Fizemos questão de manter a tradição de nosso Carnaval e de incluir atrações que também fazem parte do gosto popular”, finaliza Irlahi Moraes.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.