Wellington destaca “Setembro Amarelo” com leis de sua autoria que combatem a depressão e o suicídio no Maranhão

    Em defesa da vida, o deputado estadual Wellington do Curso celebrou o início do mês em alusão ao “Setembro Amarelo”, que é voltado à prevenção do suicídio e conscientização sobre cuidados com a saúde mental. Entre os pontos destacados, o deputado Wellington citou leis de sua autoria, a exemplo da Lei n° 11.254/2020, que cria a política de diagnóstico e tratamento da síndrome da depressão nas redes públicas de saúde.

    Deputado Wellington do Curso. Foto Divulgação

    Ainda em seu pronunciamento, Wellington fez referência à Lei n° 11.192/2019, que institui a Política Estadual de Prevenção da depressao, ansiedade, automutilação e do suicídio no Maranhão.

    Chegamos ao mês de setembro e, com ele, iniciamos mais uma campanha de prevenção a depressão, ansiedade, automutilação e do suicídio e conscientização sobre cuidados com a saúde mental. Essa demanda, no entanto, não se limita a um mês, mas se estende por todo o ano. Prova disso é que temos inúmeras leis com a temática, a exemplo da Lei n° 11.254/2020, que cria a política de diagnóstico e tratamento da síndrome da depressão nas redes públicas de saúde; e, também, a Lei n° 11.192/2019, que institui a Política Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio no Maranhão. Além disso, temos a Lei nº 10.967/2018, que busca combater o suicídio. A vida importa. É nosso dever enquanto ser humano ajudar quem precisa. Depressão não é frescura, é uma doença. Estamos aqui para ajudar”, disse o deputado Wellington.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São Luís amplia vacinação contra Influenza/H1N1 para toda população

    A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), ampliou a campanha de vacinação contra H1N1/Influenza para toda a população acima dos seis meses de idade, seguindo orientação do Ministério da Saúde. A vacina está sendo ofertada em 62 postos espalhados por toda a capital, das 8h às 17h. Para vacinar é preciso levar documento com foto, além da carteira de vacinação.

    Foto Divulgação

    Em São Luís, a campanha de vacinação contra Influenza/H1N1 começou dia 12 de abril para os grupos prioritários. A partir desta segunda-feira (05), toda a população pode procurar um dos postos de imunização da Prefeitura para tomar a vacina, que protege contra três tipos do vírus Influenza: H1N1, H3N2 e influenza do tipo B Victoria.

    A Semus orienta, também, que, para quem faz parte dos públicos-alvos e já convocados para a vacinação e ainda não foi vacinado, pode procurar um posto de saúde do Município para receber se proteger contra a gripe.

    A Prefeitura está ampliando a vacinação contra a H1N1 a toda a população de São Luís. Por determinação do prefeito Eduardo Braide, estamos com nossos postos funcionando o dia inteiro para que as pessoas possam ser imunizadas em massa e nossa capital atinja a meta de vacinação da campanha”, informou o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes.

    Influenza/Covid19

    Como as duas campanhas de vacinação estão acontecendo ao mesmo tempo – da gripe e da Covid-19 – a orientação da Semus é para que a vacinação contra a Covid-19 seja priorizada pela população.

    Assim, quem ainda não recebeu nenhuma das doses do imunizante contra a Covid-19, deve receber antes a vacina contra o novo Coronavírus e esperar, no mínimo, 14 dias para poder receber a vacina contra a Influenza/H1N1.

    Grupos Prioritários

    Pessoas acima dos 60 anos, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade foram incluídos como públicos prioritários pelo Ministério da Saúde e já foram convocados a se vacinar.

    Esse público-alvo é de 354.862 pessoas, e foram aplicadas até o momento 158.292 doses, o que significa 44.6% de cobertura vacinal em São Luís. A meta da campanha contra Influenza/H1N1, estipulada pelo Ministério da Saúde, é imunizar 90% das pessoas que fazem parte dos públicos-alvos.

    Por isso, a Semus ressalta que quem faz parte destes públicos e ainda não se vacinou deve procurar um dos postos de imunização.

    Pessoas que porventura foram chamadas em fases anteriores e que perderam o prazo continuam sendo atendidas em nossos postos de vacinação. Por isso, pedimos a estas pessoas que se vacinem, pois prevenirá o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19”, afirmou o secretário Municipal de Saúde, Joel Nunes.

    Para garantir a cobertura vacinal, a Prefeitura de São Luís disponibilizou 62 postos fixos de vacinação entre unidades de saúde e escolas em todas as regiões da cidade, facilitando o acesso pela população. Além disso, foi realizado um Dia D de vacinação no dia 11 de junho e postos volantes foram instalados em todos os terminais de integração da cidade.

    LOCAIS COM VACINA INFLUENZA POR DISTRITO (unidades e escolas)

    C.S da Liberdade
    Centro de Saúde Paulo Ramos
    C.S Bezerra de Menezes
    USF do São Francisco
    C.S Vila Bacanga
    U.M Itaqui Bacanga
    C.S Clodomir P. Costa
    C.S Valdecy Eleoteria Martins
    C.S São Raimundo
    C.S Yves Parga
    C.S Vila Nova
    Hospital Aquiles Lisboa
    C.S da Vila Embratel
    C.S do Gapara
    C.S Bairro de Fátima
    U.M Coroadinho
    C.S Carlos Macieira
    PSF Dr. Antonio Guanaré
    Posto de Saúde do Anil
    C.S Genésio Ramos Filho
    C.S Cohab – Anil
    C.S Salomão Fiquene
    C.S Djalma Marques
    C.S Turu
    Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes
    UBS Cintra
    Colégio Militar Tiradentes (Vila Palmeira)
    C.S Amar
    Escola Professor José do Nascimento Moraes
    C.S Radional
    C. S da Vila Lobão
    C.S João de Deus
    U.M São Bernardo
    Policlínica C. Operária
    C.S Santa Bárbara
    C. S Drª Nazaré Neiva
    USF Dr.Antonio Carlos S. Reis I
    USF Maria Ayrecila II
    USF Jailson Alves III
    USF Santa Clara
    USF Santa Efigênia
    C.S São Cristóvão
    USF Pirapora
    USF Fabiciana Moraes
    C.S Vila Janaina
    UBS Expedito Alves de Melo
    PS Coquilho
    C.S Itapera
    C.S Quebra Pote
    C.S Tales Ribeiro Gonçalves
    USF Vila Sarney
    C.S Pedrinhas I
    C.S Pedrinhas II
    C.S Tibiri
    C.S Maracanã
    USF Coqueiro
    C.S José de Ribamar Frazão
    C.S Laura Vasconcelos
    C.S Rio Grande (Mª de Lourdes)
    C.S Vila Itamar
    C.S João Paulo
    Escola Mariana Pavão

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Polícia Federal participa da coleta de DNA em buscas por desaparecidos no Maranhão

    Até a próxima sexta (18), o Ministério da Justiça, a Polícia Federal e os governos estaduais disponibilizarão o serviço de coleta de DNA para buscas por desaparecidos. São 230 pontos de coleta em todo o país. O material coletado será cruzado com o banco de dados de restos mortais de pessoas não identificadas.

    Foto Divulgação

    No Maranhão, a ação é uma parceria da Perícia Oficial de Natureza Criminal com a Polícia Civil, Polícia Federal e Ministério Público.

    Foto Divulgação

    Para maior efetividade do cruzamento de dados, a recomendação é que os familiares de primeiro grau se apresentem para a coleta, seguindo a ordem de preferência: pai e mãe; filhos; irmãos”. A identificação pode ocorrer de duas formas: identificação direta (quando o material é do próprio desaparecido, por exemplo, DNA colhido de algum objeto de uso pessoal como escova de dentes e óculos, ou alguma amostra biológica como um dente de leite) por meio de vínculo genético com familiares da pessoa desaparecida, feito a partir da construção de árvores genealógicas. A coleta é feita com amostras da saliva. No ato da coleta, é necessário assinar um termo de consentimento.

    Foto Divulgação

    Dados do Ministério da Justiça apontam 57 mil boletins de ocorrência de pessoas desaparecidas e não localizadas no país. Nos dois últimos anos 22 mil boletins foram incluídos no sistema. Atualmente, o Banco Nacional de Perfis Genéticos possui 3.856 restos mortais não identificados e material e material genético de 3.088 familiares de pessoas desaparecidas.

    O serviço de coleta dos familiares continuará sendo realizado pela Perícia Oficial mesmo após o fim da campanha, nos seguintes locais:

    Locais de coleta no MA:

    SÃO LUÍS
    Atenção: Na semana de 14 a 18 de junho haverá um posto de coleta na Praça Deodoro, para facilitar o acesso dos familiares.
    Local: Praça Deodoro
    Data e horário: 14 a 18 de junho, das 9 às 17 horas
    Mais informações pelo telefone/whatsapp: (98) 99141-0728 / 98409-8062

    Instituto de Genética Forense
    Endereço: R. Afonso Pena, 198 – Centro, São Luís – MA, 65010-030
    E-mail: [email protected]
    Telefone: (98) 3231-3700

    Instituto Médico-Legal – São Luís
    Av. dos Portugueses, 3779 – Vila Bacanga, São Luís – MA, 65080-805
    [email protected] – (98) 9163-9974

    Instituto de Perícia da Criança e do Adolescente – São Luís
    R. Coelho Neto, 1 – Praça Maria Aragão, São Luís – MA, 65020-140
    Telefone: (98) 3214-8669

    TIMON

    Instituto de Criminalística (LAF) – Timon
    Av. Luís Firmino de Sousa – São Benedito, Timon – MA, 65636-340
    E-mail: [email protected]
    Telefone: (99) 3317-1895

    IMPERATRIZ

    Instituto de Criminalística (LAF) – Imperatriz
    Rua Magalhães de Almeida, 222, centro, Imperatriz-MA
    E-mail: [email protected]
    Telefone: (99) 99173-3476

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Campanha publicitária com ‘suposto’ pedido de desculpas por traição viraliza nas redes

    Uma campanha publicitária inspirada no ‘Dia dos Namorados’, com um suposto pedido de desculpas por uma traição, roubou a cena gerando grande repercussão nas redes sociais na última semana.

    O vídeo que viralizou e teve cerca de 1 milhão de visualizações foi uma ação de marketing a pedido de uma empresa exportadora de mel, protagonizada em frente à agência da Caixa Econômica da cidade de Picos, no Sul do Piauí.

    Confira a narrativa a seguir no vídeo que gerou milhares de comentários.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Descida de Boia mostra a força dos aliados de Rigo Teles e Marcos Unillar, em Barra do Corda

    Domingo (08) de Novembro, foi realizado mais uma descida de Boia do Candidato a Prefeito Rigo Teles e Marcos Unillar.

    Dessa vez, a descida contou com a presença de Rigo e Marcos, os dois foram surpreendidos por uma multidão que acompanharam na descida.

    Veja os vídeos:

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    A pedido de Weverton Rocha, Senado Federal adere à campanha de combate ao suicídio.

    A pedido do senador Weverton Rocha (PDT), que atendeu a uma solicitação do Centro de Valorização da Vida, o Senado Federal vai aderir à Campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio.


    De acordo com dados do Ministério da Saúde, no Brasil, uma pessoa se mata a cada 46 minutos. Todos os dias 32 brasileiros tiram a própria vida, resultado da falta de prevenção que poderia ter poupado pelo menos 28 dessas pessoas. O suicídio é, hoje, a quarta causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no país. Entre os homens nesta faixa etária, é o terceiro motivo mais comum; entre as mulheres, o oitavo.

    “Solicitei ao presidente Davi Alcolumbre que ilumine o Congresso no mês de setembro com a cor amarela. É uma campanha importante na luta pela vida. A depressão é uma doença que age de forma silenciosa matando várias famílias brasileiras. Quando as pessoas percebem, muitas vezes, é tarde demais”, afirmou o parlamentar.

    Para Weverton, um dos melhores caminhos para combater o problema é estimular as pessoas a falarem abertamente sobre a questão.

    “Acredito que muitos desses casos poderiam ser evitados se conversássemos mais sobre este assunto. Nós precisamos tratar de forma mais natural um tema tão importante. Não são 32 pessoas que estão morrendo por dia. São 32 famílias que vão junto”, explicou o senador.

    O Senado vai iluminar a sua cúpula de amarelo de 8 a 14 de setembro.

    Setembro Amarelo
    O Setembro amarelo nasceu estimulado pelo IASP (Associação Internacional para Prevenção do Suicídio). Trata-se de uma ideia simples que, assim como o Outubro Rosa e o Novembro Azul, visa, respectivamente, sensibilizar a população sobre os riscos do câncer de mama e das doenças masculinas com a iluminação de grandes símbolos das principais cidades com uma única cor, para chamar a atenção para o problema. A cor amarela foi escolhida para a campanha de prevenção do suicídio por representar a vida, a luz, em contraponto simbólico.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Lançamento da Campanha: É Briga de Marido e Mulher? Somos Todas Colheres

    Nesse momento em que você lê essa postagem varias mulheres estão sendo agredidas em algum lugar desse país e de nossa cidade, a cada 2 segundos uma mulher sofre algum tipo de violência em Territórios brasileiro.

    73% dos casos de violência, acontecem dentro de casa, vindo da pessoa que essa mulher mais ama e confia.

    Por isso, hoje queremos dizer em alto e bom som que aqui em Caxias: Em briga de marido e mulher, somos todas colheres, nós vamos meter sim, vamos denunciar sim.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.