Especialistas em autismo na rede de saúde é uma necessidade segundo Josué Pinheiro

Uma assistência para as pessoas portadoras de autismo direcionada por especialista para acompanhamento na rede de saúde é uma necessidade. A afirmação é do vereador Josué Pinheiro (PSDB) que já apresentou uma indicação aprovada pela Câmara Municipal, direcionada ao governador Flávio Dino.

Na sua proposição, o representante social democrata no parlamento ludovicense solicita que o governante tente viabilizar junto as metas prioritárias do seu governo a instalação de um Centro de Referência para tratamento especializado de autistas. Para ele, essa iniciativa “visa prestar assistência aos inúmeros casos de pacientes crianças e adultos, diagnosticados com a doença”, completa.

Segundo o vereador do PSDB, “atualmente o registro do diagnóstico de pessoas autistas leves ou moderadas é bastante significativo no Estado”. Dando continuidade a sua argumentação, ele acrescenta que “entretanto, o direcionamento e protocolos para tratamento dos autistas na rede de saúde ainda não atende efetivamente as necessidades dos pacientes e seus familiares”.

Para finalizar, Josué Pinheiro diz que “apresentamos a referida proposta a ser viabilizada dentro da sensibilidade e compromisso da administração estadual para com os problemas de saúde, proporcionando recuperação e melhoria da qualidade de vida dos pacientes autistas”.

Cézar Bombeiro acompanhou as denúncias do abandono Da feira pública da Raimundo Correa do Monte Castelo

“Infelizmente o poder público não tem respeito aos direitos dos cidadãos e lamentavelmente tripudia de todos os que lutam para que ele honre o que é da sua competência e responsabilidade”. Com essa forte indignação, o vereador Cézar Bombeiro (PSD) foi recebido na área da feira da rua Raimundo Corrêa no Monte Castelo, pelo diretor da Associação dos Feirantes Carlos Carvalho Júnior e o líder comunitário Samuel Aragão.

Eles destacaram ao vereador, que há anos vêm lutando, cobrando e denunciando dois problemas sérios que prejudicam seriamente todos os moradores da rua e de inúmeras adjacentes. “Aqui temos um sério problema da falta de drenagem das águas de chuvas, que enche a rua e invade casas, se constituindo em um dos problemas da feira, uma vez que os comerciantes não suportaram os prejuízos causados e o engodo das autoridades, afirmaram  os comunitários”. Salientaram que os comerciantes das áreas externas da feira, continuam com os seus estabelecimentos e apesar das prevenções acabam tendo prejuízos, como as fortes chuvas de quinta-feira, (08).

O vereador do PSD procurou se informar sobre ações do poder público, ocasião em que Carlos Júnior e Samuel Aragão, informaram que já pediram verbalmente  e através de documentos várias vezes nos últimos cinco anos. Em 2015, receberam a promessa de que a prefeitura de São Luís iria resolver o problema “e posteriormente vários candidatos a vereador estiveram aqui  com promessas e não retornaram mais”, desabafaram. .

Cézar Bombeiro registrou que como vereador pode requerer e fazer gestões junto ao Poder Executivo em busca de solução do problema, mas para tanto há a necessidade de mobilização da comunidade. O vereador depois de verificar o local, disse que depois da resolução do escoamento de água, a própria comunidade pode fazer sugestões a prefeitura de como ocupar o espaço, uma vez que a área é pequena para atender a demanda de uma feira. As duas lideranças chegaram a sugerir que um jardim de infância ou uma creche com parceria com a comunidade seria muito bem recebida pela comunidade.

O parlamentar social democrata acertou  também com outros comunitários, que através da Câmara Municipal fará a sugestão advinda a comunidade para que o interesse coletivo venha a ser contemplado pelo Poder Executivo, principalmente quando a sugestão é de parceria, afirmou Cézar Bombeiro.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.