Do motel para a cadeia: casal passa três dias em motel e não paga a conta em Pedreiras

Ontem (11), um homem e uma mulher foram presos pela equipe da Polícia Militar de Pedreiras após não pagarem uma conta de R$ 980,00, feita no quarto de um motel localizado na cidade.
O casal que não teve seus nomes divulgados teriam consumido comida, bebidas e produtos eróticos em quase quatro dias no estabelecimento. Eles entraram na quinta-feira (8) e saíram apenas no domingo direto para a cadeia.

O homem, que afirmou vir de Minas Gerais, garantiu que tinha dinheiro e disse para os funcionários do estabelecimento não se preocuparem. Porém, com o passar dos dias, o consumo excessivo de produtos e o alto valor da conta começou a preocupar os administradores, que no domingo se dirigiram ao quarto do homem para realizar a cobrança.

No momento que foi cobrado, ele confessou que não tinha o dinheiro, se negando a pagar a conta de R$ 980,00 de despesa. Como não conseguiram chegar a um acordo, a Polícia Militar foi chamada e o casal foi levado à 14ª Delegacia Regional de Pedreiras, onde passaram a noite na cadeia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Aldair Playboy leva calote em Barreirinhas e não sobe no palco

Blog da Riquinha

O cantor Aldair Playboy levou um tremendo calote na cidade de Barreirinhas-Ma. De acordo com informações, o artista não recebeu o dinheiro que era combinado pelo produtor do evento, Eduardo de Tutóia. Ele já havia anunciado em seu Instagram que iria fazer um show em Barreirinhas no último sábado (25), chegando a mandar toda sua estrutura para o evento.

Mas é a Lei de Marphy: “o que começa errado, fatalmente acaba errado”. Aldair mal chegou na cidade e não havia nenhum hotel reservado, teve que desembolsar. Na hora do evento, Aldair mandou dizer que iria subir no palco mesmo sem o pagamento, mas assim como o produtor, ele também desapareceu.

O público pagante ficou revoltado e o dono do estabelecimento ficou super sem graça com a situação. O calote foi feio. O dono do evento deixou seguranças, espaço, fornecedores, artistas e funcionários no espeto e “deu área”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Decisão de Barroso pode atrapalhar planos de Dino sobre empréstimo para precatórios

Atual7

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou, na semana passada, medida liminar na qual o Estado da Bahia, após autorizado pelo Poder Legislativo estadual a contrair empréstimo de até R$ 1 bilhão para quitação de precatórios, pedia que a União fosse compelida a abrir, em 60 dias, linha de crédito para quitação de precatórios submetidos a regime especial de pagamento.

De acordo com Barroso, o débito de precatórios deve ser pago preferencialmente com recursos orçamentários próprios do ente devedor ou com verbas advindas de suas fontes adicionais de receita, e a linha de crédito oferecida pela União somente é cabível depois de esgotadas as demais alternativas.

A decisão do ministro pode atrapalhar os planos do governador Flávio Dino (PCdoB), que, após um mês de derrotas na Assembleia Legislativa, conseguiu finalmente nesta semana, em regime de urgência, que a base aliada na Casa aprovasse pedido de empréstimo de R$ 623 milhões para pagamentos de precatórios pelo Governo do Maranhão.

Assim como ocorre em relação ao Estado da Bahia, o Maranhão também não têm linha de crédito para esta finalidade, segundo os deputados Adriano Sarney e César Pires, ambos do PV, únicos a votarem contra o empréstimo à gestão comunista.

“O Executivo sabe que não existe linha de crédito para esse fim, e enviou essa proposta para a Assembleia Legislativa apenas para tentar livrar-se da improbidade administrativa”, revelou Pires.

“Com este projeto, o governo quer tirar uma espécie de carta de seguro. É um projeto inócuo, pois não revela de qual instituição financeira serão emprestados os recursos. O projeto menciona um fundo especial do Executivo que não está regulamentado, isto é, não existe”, explicou Adriano.

Além disso, de acordo com o Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais divulgado pelo Tesouro Nacional no ano passado, o Maranhão, sob a gestão de Dino, teve a nota rebaixada de B para C, o que significa ter sido classificado como mau pagador. A nota baixa, no caso, dificulta o recebimento de garantia da União para o recebimento de empréstimos.

Dados oficiais de março último apontam que o Estado do Maranhão possui mais de nove mil credores e dívida em precatórios superior a R$ 1 bilhão.

Calote

Segundo firmado com o Tribunal de Justiça, a gestão de Flávio Dino deveria realizar o repasse mensal de cerca de R$ 14 milhões para pagar precatórios contraídos pelo Governo do Maranhão.

Contudo, sob a alegação de perda de mais de R$ 400 milhões em repasses federais no ano passado, os valores não são pagos pelo governo estadual deste agosto de 2018.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cheque sem fundo dado para Marília Mendonça no Maranhão repercute na imprensa nacional

O badalado colunista e um dos blogueiros mais lidos do pais, Léo Dias, publicou hoje uma vergonha que leva o Maranhão como estado que aplica calote em cantores famosos. Em Caxias, alguns assessores do prefeito Fábio Gentil pagaram a cantora Marília Mendonça com cheque sem fundos (imagem abaixo).

Inicialmente o assunto saiu nos dois blogs maranhenses Os Dois Lados da Moeda e Neto Cruz informaram o calote e apontando nomes como do atual assessor de Comunicação de Caxias, Augusto Neto, responsável pela emissão do “borrachudo”.

Conta o colunista que a cantora fez um show no Shopping Caxias no dia 05 deste e recebeu a primeira metade em espécie e a segunda em cheque no valor de R$ 130 mil. Porém, o documento não estava provido de fundos..

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Depois de não pagar a conta, mulher rouba produtos de motel em São Luís

O fato aconteceu na noite de terça-feira, dia 09, quando Rachel de Jesus Serra, informou ao proprietário do motel que o parceiro dela ficaria no estabelecimento enquanto ela iria sacar o dinheiro da conta consumida em uma agência bancária.

Como o dinheiro não apareceu, policiais militares levaram de volta a mulher ao motel. Para surpresa, o parceiro dela já havia fugido e na bolsa da mulher vários produtos de sex shop, bebidas, roupas íntimas, além de outros itens.

Com várias passagens por delegacias, a mulher foi presa e recolhida ao Plantão Central do Cohatrac, conforme mostrou a reportagem da TV  Mirante.

Mulher paga conta de marido que estava com outro homem no motel em São Luís

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Agora lascou! Professor que deu calote em Miss Bumbum não fez nada no motel, em São Luís

O professor universitário e de cursinhos aqui em São Luís, segundo Boletim de Ocorrência prestado na 4ª Delegacia de Polícia do Vinhais, passou 31h com duas mulheres no Motel Eros, no Calhau, se drogando e não fez sexo com nenhuma delas.

De acordo com o BO registrado no dia 8 deste, o professor deu entrada no Eros com duas mulheres no dia 5, sendo uma delas a modelo e Presença Vip Bruna Ferraz  (foto acima), que foi Miss Bumbum 2016 e capa da revista Sexy.

Reveja aqui:

Escândalo: Professor universitário aplica calote na capa da Sexy, Bruna Ferraz, em São Luís

Conforme a queixa apresentada pela modelo e o empresário dela, o professor agendou a noitada, mas foi prorrogando a “brincadeira” até completar 31h. Na hora de pagar o cachê das duas (R$ 13 mil para Bruna e R$ 7 mil para a outra acompanhante), o cartão bancário do mestre estava zerado.

No motel ele deixou como garantia uma celular e deu o carro Ford KA temporariamente até pagar a dívida. Na hora do acerto, com a ajuda de dois delegados da Polícia Civil, nas proximidades da igreja católica do Calhau, montou uma casinha. Empresário e Bruna foram presos por tentativa de extorsão e rufianismo.

O caso tomou novas proporções e pode sobrar para os delegados e ao autor do golpe. E para piorar a situação, o professor universitário do curso de Enfermagem, como consta no BO, não fez sexo com ninguém por estar drogado o tempo todo, mas tem que pagar pelas horas acertadas.

Neste caso, segundo alguns policiais, calcinha caiu, a droga surgiu, o pinto dormiu e o dinheiro sumiu.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Escândalo: Professor universitário aplica calote na capa da Sexy, Bruna Ferraz, em São Luís

A modelo e micro-empresária, Bruna Ferraz, capa da Revista Sexy, que mora Rio Grande do Sul, foi vítima de um golpe aplicado por um professor universitário aqui em São Luis que não lhe pagou o acompanhamento e ainda conseguiu que a Presença Vip fosse presa.

O blog passa agora a narrar abaixo da foto todo o calvário que passou a modelo, ex-Miss Bumbum aqui em São Luís, após um encontro no Motel Eros, no Calhau.

Convidada para fazer um show na boate Crystal, a modelo havia programado ficar algumas horas no motel com o professor. Na madrugada do dia 05 deste, por volta das 5h da madrugada, como combinado por um site vip, eles foram para o Eros. Em lá chegando, o professor pediu para prorrogar por duas vezes o prazo de permanência, resultando em 31h.

O professor universitário impediu até com propostas para que Bruna Ferraz não fosse fazer o show na Crystal que ele pagaria o cachê. Tudo acertado e na hora de pagar a conta, o cartão estava zerado. Como garantia, o motel ficou com o celular dele. Já para a acompanhante, um documento manuscrito em que pagaria a quantia de quase R$ 20 mil e deixou um carro Ford K 2018.

Antes, porém, ele foi com o empresário da modelo nos bancos do Brasil e Santander. No primeiro não havia nada e no segundo até o limite estava estourado.

Dois dias depois, ela voltou a ligar para o professor, mas o celular continuava no motel. Na terça-feira, dia 09, com ele de posse do celular  ficou acertado um encontro para o pagamento de R$ 10 mil e o restante em uma promissória, na igreja católica do Calhau.

Quando estacionou o carro no local, a polícia chegou junto e dando voz de prisão para Bruna Ferraz por crime de extorsão alegando que ela teria se apossado do carro e ainda queria receber dinheiro para devolver o veículo. O pior: a Presença Vip foi presa junto com seu empresário no 6º DP, Cohab Anil, que não é a delegacia do caso, e liberada em seguida depois que apresentou um registro feito um dia antes querendo receber o que lhe era devido.

Conforme consta em BO registrado na Delegacia do Vinhais, local legal para tratar a questão, a modelo contou todos os detalhes acima aqui descritos e permanece na capital maranhense querendo receber o dinheiro. Mas para sua surpresa, vem recebendo ameaças do professor universitário do Curso de Enfermagem e de cursinhos aqui em São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Médicos ortopedistas na UPA do Araçagy não recebem salários desde maio

O blog recebeu informações de que os médicos ortopedistas da UPA Araçagi ainda não receberam o pagamento referente ao mês de maio. E mais: a Secretaria de Saúde e a EMSEHR não dão qualquer satisfação.

Enquanto isso, já foram efetuados os pagamento dos clínicos e pediatras daquela unidade de saúde. Aos ortopedistas, não existe a menor previsão, o que significa uma falta de respeito com os profissionais.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Calote: governo Flávio Dino deve há 9 meses aluguel de imóvel onde funciona delegacia no São Francisco

Blog Daniel Matos

O governo Flávio Dino (PCdoB) está sendo acusado de aplicar calote no dono do imóvel locado pelo Estado para abrigar o 9º Distrito Policial, no bairro São Francisco. A revelação foi feita pelo próprio locador, que denunciou a pendência, ao vivo, no programa Rádio Patrulha, apresentado pelo radialista Domingos Ribeiro, na Rádio Mirante AM.

Aluguel de prédio onde funciona o 9º DP não é pago há 9 meses, segundo proprietário (Fotos: Biné Morais/O Estado)

Desde 2014, o 9º DP funciona no imóvel alugado, um casarão com dimensões bem maiores do que a delegacia original, um prédio próprio, situado na mesma rua, a menos de 300 metros do antigo endereço. O motivo da mudança foi o ataque perpetrado por membros de uma facção criminosa, que alvejaram o distrito com vários tiros. Por questões de segurança, o governo da época resolveu transferir a delegacia para instalações menos vulneráveis a ações criminosas.

Em fevereiro de 2015, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, inaugurou as novas dependências do 9º DP, após ampla reforma do imóvel, que foi dotado de duas salas de contenção, cartórios, gabinetes, permanência, sala de captura, banheiros com acessibilidade para deficientes físicos, entre outros espaços.

Na época, Jefferson Portela chegou a gabar-se do feito da sua gestão, afirmando que o retorno dos distritos policiais e delegacias especializadas aos prédios públicos refletiria a diminuição das despesas com aluguéis de imóveis.

Passados quase três anos e meio desde a entrega do prédio próprio do 9º DP, o distrito policial continua funcionando no mesmo imóvel alugado em 2014. Enquanto isso, delegacia reformada segue fora de uso, mesmo em condições físicas adequadas ao desenvolvimento das atividades policiais.

Quanto à economia de gastos públicos anunciada pelo secretário de Segurança Pública, só se for na base do calote, devidamente denunciado, para desmoralização dos comunistas, mais uma vez.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.