A servidora do Inep, Eunice de Oliveira Ferreira dos Santos é um dos alvos da Operação Bancarrota que apurou desvio de R$ 130 milhões em serviços gráficos com impressos das provas do ENEM, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (7/12).  Para desarticular esquema de corrupção envolvendo contratos milionários de gráficas que imprimiam provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é a servidora do Instituto Nacional de Estudos Educacionais (Inep) Eunice de Oliveira Ferreira dos Santos. Em 2018, ela ocupava o cargo de diretora de Gestão e Planejamento do Instituto.

Ocupando o cargo de Diretora de Planejamento do Inep, Eunice é acusada de receber boladas e uma delas seria de R$ 5 milhões. Ela presentou o filho com uma Ferrari e um Posche. Com o filho, a PF apreendeu uma Mercedes Benz. O rapaz mora atualmente em São Paulo, onde desfila com os brinquedos dados pela mãe. .

O que mais chamou a atenção dos federais foi o fato da servidora ganhar apenas R$ 7.023,46 e ostenta uma vida de luxo e riqueza e atualmente está à disposição do Governo do Distrito Federal.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.