O presidente da República, Jair Bolsonaro, foi comunicado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, do pedido do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), para que o Exército e a Força Nacional ajudem a controlar a situação de terror instalada naquele estado.  E concordou.
Imagem do G1-Ceará
O governador do PT cearense enfrenta sem êxito desde 2017 a guerra aberta por fações controladas de dentro de presídios e não tem tido competência para oferecer respostas que a sociedade aguarda.
Desde ontem que bandidos  atacam cidades da região Metropolitana do Ceará diante da impotência do governador Camilo Santana. Tocaram fogo em ônibus, vans e automóveis, além de causar explosão em um viaduto.
Santana implorou ajuda do governo Bolsonaro, que já liberou seu ministro para proteger a população do Estado do Ceará.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.