Como o Governo do Estado não cumpriu o acordo de pagar os salários dos médicos, com atraso desde agosto, na última sexta-feira, 09, os profissionais de Medicina decidiram cruzar os braços.

Estão paralisados desde hoje os serviços de atendimentos médicos ambulatoriais, cirurgias eletivas e outros nas UPAs e hospitais importantes no interior do Maranhão.

Eles se queixam dos salários atrasados desde agosto, setembro e outubro e agora da redução salarial nos plantões médicos. Abaixo a nota:

Devido ao atraso no pagamento dos médicos prestadores de serviços para o governo do estado do Maranhão, estão suspensos os atendimentos ambulatoriais e cirurgias eletivas nas seguintes hospitais: Coroatá, Matões do Norte, Pinheiro, Peritoró e Caxias, além de algumas UPAS.

Está insustentável essa situação, pois além dessa redução do valor dos plantões através do decreto 1044 / 18, chega a ser desumana e imoral esse atraso sem justificativa com prejuízos reais para a população.

Os médicos e a sociedade não merecem esse tratamento.

Ass. Médicos do Maranhão

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.