A evangélica conhecida como irmã Vânia Silva Pereira, 39 anos, foi assassinada a tiros na cabeça na manha de hoje, dia 16, sexta-feira, numa estrada de areia próximo de Humberto de Campos quando estava indo ao aniversário de uma parente. Acompanhada do marido, que é sargento reformado da PM, e de uma filha. Ela ainda foi levada a um hospital em Morros e depois para o Socorrão I, em São Luís, mas já chegou em estado de óbito.

A família estava indo em uma camionete quando saiu da estrada que vai para Barreirinhas e entrou numa vicinal próximo de Humberto de Campos e deparou com uma barricada feita por madeiras. O militar Merenilson desceu do carro para tirar o obstáculo quando saíram do mato três bandidos. O militar percebeu o assalto e reagiu atirando, mas os assaltantes acertaram um tiro de garruncha na cabeça da evangélica. Minutos depois ela veio a óbito.

Militar volta a ficar viúvo

O sargento reformado da PM era viúvo quando conheceu Vânia. Há 11 anos, no dia 24 de dezembro de 2011, véspera de Natal, o militar perdeu a esposa, uma filha e um sobrinho em acidente em Panaquatira, São José de Ribamar.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.