Centenas de vigilantes armados em escolas da rede estadual de ensino foram e ainda continuam sendo trocados por porteiros. O primeiro resultado apareceu na noite de quarta-feira, ontem (24) na UE Professor Luiz Rêgo, no Jardim Tropical. Professores, alunos e outros funcionários foram assaltados dentro da escola por um trio armado. 

A ação dos bandidos ocorreu por volta das 19h30. Os elementos souberam que não havia mais vigilante armado e renderam o porteiro, que não tem a menor experiência e nem preparo para lidar com situação de assalto.

Os bandidos (dois homens e uma mulher) entraram pela porta da frente e anunciaram o assalto, levando celulares, bolsas, e dinheiro das pessoas rendidas.

Preocupados com a segurança dos alunos, familiares pretendem fazer manifestação de protesto antes que as ações dos elementos se estendam aos outros colégios estaduais naquela região.

A Seduc informou que trocar vigilante armado por porteiros foi uma medida para evitar que as armas atraíssem marginais. Na verdade, o governo quer economizar, pois o vigilante armado custa três vezes o valor de um simples porteiro. O pior é que não houve preocupação com as vidas que ficaram expostas nas escolas.

É só aguardar!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.