Os atendentes da Cemar fizeram hoje, quarta-feira (20) uma paralisação de advertência  por causa das agressões físicas e verbais sofridas por eles nos postos de atendimentos.

Terceirizados da Cemar pela empresa 55 Soluções, os funcionários se queixam que são agredidos em quase todas as oito agências de atendimentos, onde não existe segurança para impedir as ações violentas.

Eles pleiteiam melhores condições de trabalho e a presença de vigilantes nas agências. São 80 funcionários terceirizados que paralisaram hoje suas atividades como form de advertência.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.