Recentemente a população Luziense ficou chocada com a notícia de que o Procurador do Município Dr. Kassio Guilhon e sua esposa a advogada Karla Janine Guilhon, haviam agredido a Tayla Gurgel no dia 11 de Fevereiro por volta das 2:30 hs.

Tayla Gurgel no dia 11/02 com ferimentos e no dia seguinte sem nenhuma marca: mistério!


Tayla Gurgel afirmou nas redes sociais que fora agredida pela esposa do procurador, a advogada Dra. Karla Janine Guilhon, e que também havia sofrido agressões por parte do Procurador do Município Dr. Kassio Guilhon, O fato tomou grandes proporções, chegando a ser noticiado em vários blogs.

O Dr. Kassio Guilhon nega veementemente o fato, em nenhum momento agrediu Tayla Gurgel, sua interferência foi tão somente no intuito de separar sua esposa a advogada Dra. Karla Janine Guilhon, para que a mesma não viesse sofrer mais agressões físicas, e acalmar a situação.

Acredita-se que tal acontecimento foi provocado com intuito de desmoralizar os advogados, por não ter conseguido decisão favorável com rapidez em processo criminal de um cliente, não podemos dar mais informações da situação para não prejudicar as investigações.

Os advogados vêm sendo ameaçados diariamente pela suposta vítima e seus seguidores, situação a qual já tomaram todas as medidas judicias cabíveis: procedimento cível protocolizado no plantão judicial (nº 0800151-73.2018.8.10.0057) Queixa Crime (nº 55-91.2018.8.10.0057), Pedido de instauração de inquérito em 15.02.2018.

Pedimos que a população em geral não faça julgamento precitado, pois como podemos ver nas fotos, a suposta vitima não apresenta nenhuma lesão compatível com chutes e pontapés como relatado, pois, nos dias seguintes ao fato, estava normalmente curtindo suas noites de carnaval, se vangloriando do feito, e ameaçando o casal de advogados nas redes sociais.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.