Deputado Josimar Maranhãozinho cumpre importante agenda na região Tocantina

    O deputado estadual Josimar Maranhãozinho esteve na região Tocantina, a convite de lideranças de várias cidades. O parlamentar estava acompanhado do pré-candidato a deputado estadual Hélio Soares.

    Eles participaram de uma reunião na cidade de Vila Nova dos Martírios, onde tomaram café ao lado do empresário Jorge Vieira que disputou as eleições municipais perdendo por uma diferença de menos de 200 votos.

    Na oportunidade ele e seu grupo politico declararam apoio às pré-candidaturas de Josimar e Hélio. À noite de sexta, foi a vez de João Lisboa, onde prestigiaram o aniversário Dr. Samuel, forte liderança local. Vários políticos de cidades da região estiveram no evento para parabenizar o aniversariante e, também, firmar parceria política com o deputado Josimar e Hélio Soares.

    Em Davinópolis, houve um café da manhã com Dr. Assis e outras lideranças. À tarde o parlamentar foi até à cidade de Ribamar Fiquene tendo um importante encontro com o ex-prefeito Raimundo Jorge e à noite esteve em Montes Altos em encontro com Dr. Valberto, vice-prefeito do município.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Rigo Teles participa da festa de aniversário de 207 anos de emancipação política da cidade de Grajaú

    O deputado Rigo Teles esteve no último domingo dia 29, participando da festa de aniversário de 207 anos de emancipação política da cidade de Grajaú, juntamente com o Prefeito Mercial Arruda, vereadores, secretários, lideranças, como o ex-prefeito Milton Gomes, Elisabeth e tantos outros amigos.

    “Fiquei feliz em participar de tantos eventos e inaugurações, nós que de certa forma também contribuímos com esta administração séria e competente”, disse o deputado Rigo.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Maranhão tem 1,8 milhões de inadimplentes inscritos no Serasa e 431,1 mil só em São Luís

    São Números alarmantes de devedores. Para ajudá-lo a sair dessa situação, o Caminhão itinerante da Serasa chega a São Luís para levar informações e serviços gratuitos à população. O programa estará a partir de amanhã das 8h até às 18h, permanecendo até o dia 4 de maio, no Terminal de Integração da Praia Grande.
     

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    MIQCB exige qualidade na educação do município de Cajari

    Alunos são obrigados a limpar fezes de morcegos para estudarem em ambiente limpo na comunidade quilombola de Santa Savero

    Escolas em péssimas condições estruturais, desrespeito ao ensino quilombola dentro da grade curricular, merenda escolar à base de sucos artificiais e falta de transporte escolar adequado para levar crianças e adolescentes às escolas. É o cenário caótico vivenciado, por no mínimo, sete comunidades de quebradeiras de coco babaçu e quilombolas do município de Cajari, na Baixada Maranhense. Um dos municípios incluídos no programa + IDIH, com índice de Desenvolvimento Humano considerado abaixo dos padrões.

    O Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu do Maranhão, Pará Piauí e Tocantins organizou reunião com representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de Cajari. O objetivo foi denunciar e cobrar providências às autoridades competentes sobre o descaso que envolve a educação no município. Representantes do Governo, por meio das Secretarias de Educação, Direitos Humanos e Participação Popular enviaram representantes de São Luís. Todos receberam o documento, assinaram e se prontificaram a tomar as providências.

    Os representantes da Prefeitura e Secretaria de Educação de Cajari, mesmo estando na cidade, alegaram que o documento enviado pelo MIQCB não foi suficiente para convencê-los a participarem da reunião. No documento, indicava que a reunião era para tratar sobre a Educação no município. Fato que não impediu do grupo de quebradeiras de coco babaçu ocuparem a Prefeitura de Cajari e somente saírem após a entrega do documento à secretária de Educação do município.

    “O que escutamos e sentimos nas reuniões com as crianças e adolescentes das comunidades de quebradeiras de coco babaçu e quilombolas é revoltante. Providencias urgentes têm que ser tomadas para que esse cenário seja revertido”, enfatizou Rosa Gregória, coordenadora do MIQCB na região da Baixada Maranhense.

    Dificuldades no Transporte Escolar

    O MIQCB, por meio do programa Vínculos Solidário coordenado pela ActionAid, realizou um trabalho com crianças e adolescentes sobre a percepção que elas tinham sobre os desafios da educação em Cajari. O retorno, por meio de diálogos e desenhos, resultou em um documento produzido pelo MIQCB e entregue a Secretaria de Educação e Direitos Humanos do Estado e Prefeitura de Cajari.

    Em 2015, por meio do MIQCB e os parceiros internacionais, a Prefeitura de Cajari recebeu do Governo do Estado uma lancha para o transporte escolar de comunidades mais distantes como: Bela Vista, Santa Severa. Capaputiua e Ladeira. O acordo era que o percurso da lancha contemplasse essas comunidades quilombolas e de quebradeiras de coco babaçu. Acontece que em dois anos, a lancha transportou nenhum estudante dessas comunidades. O trajeto realizado diariamente abrange somente duas comunidades bem próximas à sede do município.

    “Será que terá que acontecer outro acidente e matar mais seis pessoas da mesma família e estudantes para que tomem alguma providência?” questionou Gilvânia Cutrim Padilha, 16 anos, moradora do quilombo Camaputiua. Ela é estudante do ensino médio e diariamente se desloca com outros quatro alunos em uma canoa pequena para o município vizinho para ir a escola. A mãe, Maria do Socorro Cutrim, fica apreensiva a cada temporal e ventos mais fortes, desabafou, além de pagar cerca de R$ 150,00 mensais pelo deslocamento inseguro da filha até a escola. “Mas se não assim, ela não tem como estudar e garantir uma vida melhor”, enfatizou.

    Na mesma comunidade, a escola para o ensino fundamental apresenta goteiras e o forro ameaça a cair em cima das crianças, além de não comportar todas as series. Situação triste também no quilombo Bela Vista, onde a escola funciona em casa de barro e taipa e merenda escolar é servida a base de suco industrializado e biscoito salgado. No quilombo Santa Severa, como a escola não contempla todos os alunos, parte deles assistem aula em um prédio da igreja com a presença dos morcegos. “Os próprios alunos são obrigados a limparem o ambiente para não sentarem em local sujo”, desabafou Maria Antônia dos Santos, coordenadora do MIQCB na região da Baixada.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Frente Parlamentar da Pesca cria grupo de trabalho para criar plano pró-aquicultura

    O presidente da Frente Parlamentar da Pesca, deputado Júnior Verde (PRB), coordenou nesta semana, na Assembleia Legislativa, reunião técnica para discutir a pesca e a aquicultura no Maranhão. O objetivo foi debater a situação desses setores produtivos no Estado, visando constituir um plano de ações integradas que alavanque o desenvolvimento de ambas atividades.

    Participaram da reunião representantes da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca do Maranhão (Sagrima), da Agência de Defesa Agropecuária, (Aged), da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), professores do curso de Engenharia de Pesca da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), técnicos do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae), o presidente da Federação das Associações de Piscicultores do Maranhão, Antônio Furtado (Louro), e o presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema), Raimundo Coelho.

    “Articulamos essa reunião porque entendemos que esse setor produtivo está carente de uma ação integrada de órgãos e entidades envolvidos com o seu desenvolvimento. Temos muitas ações interessantes nesse setor, mas isoladas e incapazes de se multiplicar devido a uma série de obstáculos, entre eles, a falta de recursos. Agora, a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca (SEAP) vai voltar a ter status de Ministério e poder investir no setor, mas, para tanto, precisamos de bons projetos e de um plano de ações integradas para o setor”, esclareceu Júnior Verde ao abrir a reunião.

    Diagnóstico do setor da Pesca e Aquicultura

    Segundo José de Ribamar Rodrigues Pereira, assessor especial da Sagrima, falta mais organização dos atores que atuam no setor e recursos financeiros. “É fundamental a reativação da Câmara Setorial de Aquicultura e Pesca do Maranhão para aprofundarmos o debate sobre as ações nesse setor. O potencial do Maranhão no setor de Aquicultura é imenso, mas falta um plano de ação que envolva todos os atores que atuam no setor”, salientou.

    Para Raimundo Coelho, o setor produtivo do Maranhão enfrenta quatro grandes gargalos. São eles: falta de regularização fundiária, licenciamento ambiental, outorga d’água e falta de conhecimento tecnológico dos produtores. “Temos que planejar ações que superem esses gargalos. A experiência do Senar no desenvolvimento das cadeias produtivas da piscicultura, leite, arroz e hortfrut pode ajudar. Estamos à disposição”, acrescentou.

    Por sua vez, o engenheiro de pesca William da Silva Sousa, chefe da Unidade de Desenvolvimento Territorial da CODEVASF, identificou três problemas que entravam o desenvolvimento do setor de pesca e aquicultura. “A falta de organização das comunidades (predomina o individualismo em detrimento do coletivo), a falta de assistência técnica e falta de adequação da regularização ambiental.

    Já José Ribamar Lopes Costa, engenheiro de pesca e coordenador do programa de Sanidade Pesqueira e Aquiculra do Maranhão da Aged, o maior problema é a falta de recursos. “Estamos em fase de conclusão do cadastramento dos apicultores do Estado do Maranhão. Estamos tolhidos de avançar devido à falta de orçamento”, salientou.

    O Sebrae aponta a dificuldade de se conseguir a licença ambiental, a outorga d’água e, ainda, a falta de unidades de processamento dos produtos da pesca e aquicultura como entraves que desestimulam o desenvolvimento do setor. “No campo da piscicultura, enquanto não se resolve a questão legal, vamos focar na genética, tecnologia e acesso ao mercado”, afirmou Larissa Leite Fernandes, coordenadora de Estudos de Agronegócios e Desenvolvimento Territorial.

    O piscicultor Antonio Costa, conhecido por Louro, disse que falta apoio do governo para os piscicultores. Temos um arcabouço jurídico, mas falta efetividade das ações governamentais. “O Maranhão tem que adequar as ações de políticas públicas do setor para a nossa realidade. A piscicultura maranhense é de caráter familiar. Essa realidade tem que ser considerada”, observou.

    O professor da Uema, Jadson Pinheiro Santos, defendeu um processo de capacitação permanente dos produtores. “A academia pode se inserir nessa rede de atores comprometidos com o setor de Aquicultura com a pesquisa e a capacitação dos produtores”, argumentou.

    Avaliação

    Para Raimundo Coelho, é sempre muito bom quando um parlamentar assume a liderança de debater e propor ações nas políticas públicas que envolvem o setor produtivo. “Saio satisfeito, enriquecido e esperançoso desse importante debate. Com a execução dos encaminhamentos aprovados, tenho certeza que vamos melhorar o setor produtivo do Maranhão, principalmente a Aquicultura, na qual nosso estado tem um imenso potencial de produção. O Senar e a Faema têm muito com o que contribuir, e vamos nos inserir no processo”, avaliou.

    Encaminhamentos

    Ao final, foram aprovados os seguintes encaminhamentos: a) Criação de Grupo de Trabalho para elaborar um plano de ação integrada para desenvolver a aquicultura no Maranhão, focado em questões como licenciamento ambiental e outorga d’água, assistência técnica, regularização fundiária, melhorias da tributação, comercialização e banco de dados; b) Realização de um Seminário Regional de Piscicultura, em Santa Inês, ainda este ano; c) Elaboração de um Termo de Cooperação dos órgãos e entidades envolvidas na elaboração e execução do plano de ações integradas de desenvolvimento da aquicultura no Maranhão.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeita Irlahi firma parceria com 24º BIS para desenvolver projeto social em Rosário

    Na tarde da última quarta-feira, 25, a prefeita Irlahi Moraes visitou o gabinete do tenente-coronel Marcus Vinícius, do 24° Batalhão de Infantaria de Selva (24º BIS) – “Batalhão Barão de Caxias”, em São Luís, com objetivo de firmar parceria para desenvolver projeto pedagógico e social na escola municipal Maria das Mercês Teixeira, em Rosário.

    A reunião contou também com a presença da secretária-adjunta de Educação de Rosário, Ana Rita Aragão; do secretário municipal de Segurança, Getúlio Lisboa; do assessor de assuntos institucionais de Rosário, George Cunha; do tesoureiro da Caixa de Assistência dos Advogados do Maranhão da OAB/MA, Rodrigo Reis; do sargento Duarte, do 24º BIS, e da diretora da escola contemplada, Maria Antônia.

    “Estamos aqui para viabilizar o desenvolvimento de um projeto educacional numa escola situada no bairro Cidade Nova, que tem índices altos de vulnerabilidade social, confiando na competência institucional e dos valores éticos, civis e morais do Exército para sensibilizar os alunos por meio de aulas de reforço, esporte e música e promover a mudança da realidade social da comunidade”, disse a prefeita Irlahi Moraes (MDB).

    O tenente-coronel Marcus Vinícius, do 24º BIS, explicou que o projeto será desenvolvido por meio do Programa Forças no Esporte (Profesp), presente em 92 cidades de todos os estados brasileiros, realizado em instituições vinculadas à Marinha, ao Exército e à Aeronáutica. No total são atendidas mais de 20.000 crianças, jovens e adolescentes, de 6 a 18 anos, em situação de vulnerabilidade social.

    “O programa tem um alcance social muito importante porque trazemos para cá, crianças em situação de vulnerabilidade social para estimular nelas o que há de melhor, num convívio social sadio, com alimentação e a prática de atividades esportivas, reforço escolar, artes e música, conscientização da preservação do meio ambiente, e muitos atletas que hoje temos na corporação em outras localidades são oriundos desse programa que também revela grandes talentos”, destacou o tenente-coronel Marcus Vinícius.

    O projeto atenderá aos alunos do 5º e 6º ano da escola Maria das Mercês Teixeira, localizada no Bairro Cidade Nova, com atividades semanais de reforço escolar, esporte e música no 24º BIS. “Os pais dos alunos solicitaram pra gente o desenvolvimento de um projeto social na escola e hoje estamos bem felizes em ter garantido esse apoio do Exército para realização das atividades”, falou Maria Antônia, diretora da escola.

    Doação a vítimas de enchente

    A reunião também teve o caráter de mobilização e solidariedade às famílias que estão sofrendo com as enchentes no povoado São Miguel, em Rosário.

    Na oportunidade, o tesoureiro da Caixa de Assistência dos Advogados do Maranhão da OAB/MA, Rodrigo Reis, informou que no sábado, 30, acontecerá uma grande ação social no povoado com a entrega de alimentos e roupas. A iniciativa tem a parceria da Prefeitura de Rosário, da Ordem dos Advogados do Brasil e do Exército Brasileiro.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Luciano assina convênio com UFMA e leva tratamento oftamológico a Pinheiro

    A Prefeitura de Pinheiro firmou um convênio com a Universidade Federal do Maranhão – UFMA para levar atendimento de oftalmologia através do Consultório Itinerante Oftalmológico.

    A Carreta da Oftalmologia funcionará no Centro de Especialidades Médicas de Pinheiro – CEMP por um prazo de 03 anos podendo ser prorrogado ou revogado de acordo com as cláusulas do convênio.

    Com essa parceria entre município e UFMA, o prefeito João Luciano cumpre mais uma promessa de campanha: em 2016, o então candidato a prefeito, disse que iria levar um centro de oftalmologia para Pinheiro; o Consultório Itinerante Oftalmológico, através dessa parceria com a prefeitura, vai suprir essa especialidade não só para a população de Pinheiro, mas também para toda a região da baixada por meio de pactuações que o prefeito pretende fazer através da CIB- Comissão dos Intergestores Bipartide.

    Desde que assumiu a gestão, o prefeito Luciano tem se mostrado um verdadeiro parceiro da UFMA, especialmente ao curso de medicina; a prefeitura já tem uma parceria firmada com a UFMA/MEDICINA de Pinheiro em que o curso dispõe de 22 especialidades para atendimento/aula no CEMP.

    Ano passado, o prefeito Luciano assumiu o compromisso e concluiu a quadra de esportes do curso de Educação Física da UFMA e mais recentemente abraçou um projetos de alunos do 6º período de medicina que visa levar atendimento humanizado a pacientes terminais de câncer.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de Vitória do Mearim anuncia abertura de inscrições para o Programa Ensinar da UEMA

    Por meio de uma parceria com a UEMA, a Prefeitura de Vitória do Mearim abrirá inscrições para o Programa Ensinar que visa a formação de professores da rede de ensino sem diploma de Ensino Superior, além dos alunos egressos do ensino médio da comunidade geral.

    A UEMA dedica-se há 26 anos aos programas especiais de formação de professores. Com o Programa Ensinar, o intuito é que cerca de 3.000 professores sejam formados até 2021, e comecem a atuar na educação básica do Maranhão.

    Vitória do Mearim é um dos 13 municipios que assinaram convênio com a UEMA para o Ensinar 2018.

    Os interessados devem se inscrever entre 30 de abril e 25 de maio pelo site www.ensinar.uema.br

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Prefeitura de São João do Caru/MA antecipa pagamento do salário de servidores efetivos

    Seguindo o compromisso firmado na sua posse, após a cassação do ex-prefeito de Francisco Vieira Alves à unanimidade pela Câmara de Vereadores, o prefeito de São João do Caru/MA, Geraldo Nunes de Castro, determinou nessa terça feira 24, o pagamento de todos os servidores efetivos do município, mantendo assim uma agenda positiva de pagamentos.

    O prefeito determinou ainda que a Secretaria de Administração, adote as providências necessárias para que até o dia 30 de abril, seja efetuado o pagamento de todos os outros servidores.

    Hoje, 25 de abril de 2018, todos os servidores efetivos já estão com os valores creditados em suas contas. Esse pagamento, que já é o terceiro na gestão de menos de dois meses do prefeito Geraldo, é uma quebra de paradigmas, pois o ex-prefeito cassado, deixou o município com cinco meses de salários atrasados, alegando que não haviam recursos suficientes, o que não era verdade, pois agora, com gestão e transparência o novo prefeito tem demonstrado que é possível fazer mais pelo município.

    Soma-se aos pagamentos o amplo trabalho de recuperação das estradas vicinais (foto acima) que estavam intrafegáveis e que em já estão recebendo as melhorias necessárias por parte da Secretaria de Obras do Município, garantindo assim, o direito de ir e vir da população caruense.

    O certo é que com menos de dois meses de gestão, o prefeito Geraldo tem trabalhado para atender à população do município de São João do Caru. À nossa redação o prefeito disse que “o trabalho não vai parar, pois a população de São João do Caru já não suportava mais o descaso e agora merece ser bem tratada, que trabalhar pelo povo é apenas uma obrigação daqueles que se dispõem a concorrer a um cargo público”.

    O prefeito disse ainda esperar das autoridades especialmente do judiciário, que compreendam a situação vivida pelo povo caruense. “Eu faço aqui um apelo às autoridades, a Câmara de Vereadores, representando a totalidade da população de São João do Caru, diante de um cenários de caos e abandono cassou à unanimidade o ex-prefeito, pois comprovadamente o mesmo estava dando destinação indevida às contribuições dos servidores, então essa vontade do povo tem que ser respeitada. Esses retornos do ex-prefeito através de liminares é extremante maléfico para o povo, o ex-prefeito voltou ao cargo por 10 (dez) dias, e ao invés de pagar os servidores, fez foi transferir valores para empresas que em alguns casos, sequer possuíam contrato com o município, causando um prejuízo de mais de R$ 730.000,00 (setecentos e trinta mil reais). Então o povo do Caru, espera um ambiente de paz e de regularidade administrativa, afinal foi o povo que o colocou no poder que exigiu a sua saída, portanto a cassação pela Câmara de Vereadores, representou de fato a revogação da procuração dada pelo povo para o Sr. Francisco Vieira Alves administrar a cidade”.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Escolas de Bacabal aderem a Campanha Nacional contra Hanseníase, Verminoses e Tracoma

    A quinta edição da Campanha Nacional contra Hanseníase, Verminoses e Tracoma já começou em Bacabal. Com o slogan Hanseníase, Verminoses e Tracoma – em casa ou na escola, sempre é hora de prevenir e tratar, a campanha é voltada aos estudantes de cinco a 14 anos matriculados no ensino fundamental de escolas públicas, e pretende ensinar como se proteger dessas doenças, auxiliar na identificação de sinais e sintomas e esclarecer sobre a cura.

    Durante a campanha serão realizadas buscas ativas de novos casos de hanseníase. Serão feitos também tratamento coletivo para verminoses e exames para a detecção e o tratamento de tracoma, favorecendo o diagnóstico precoce e o tratamento imediato prestado gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

    Para entender mais

    Hanseníase

    A hanseníase é causada pelo Mycobacterium Leprae e é transmitida pelo contato direto e prolongado com um doente sem tratamento. A transmissão ocorre normalmente pelas vias aéreas superiores. A doença se desenvolve dependendo das condições do sistema imunológico do indivíduo ao qual foi transmitido o bacilo. Entre os principais sintomas estão manchas na pele com alterações de cor e de sensibilidade, dormência, queda de pelos e comprometimento de nervos periféricos. Se não for tratada, a hanseníase continua a ser transmitida aos contatos.

    Verminoses

    As verminoses são causadas por parasitas intestinais que acarretam anemia, dor abdominal e diarreia. Os principais parasitas são Ascaris umbricoidese Trichuristrichiuria e os Ancilostomídeos das espécies Ancylostomaduodenale e Necatoramericanus. Eles podem causar dores abdominais, diarreias frequentes, anemia, palidez excessiva, perda de peso, barriga inchada e sangramentos intestinais. Em crianças, pode haver dificuldade de aprendizagem e retardo no crescimento.

    Tracoma

    O tracoma é uma doença inflamatória dos olhos, causada pela bactéria Chlamydiatrachomatis, que atinge a córnea e a conjuntiva. A transmissão ocorre por contato direto, pessoa a pessoa, ou contato indireto, por meio do compartilhamento de objetos contaminados com secreção (toalhas, lenços, lençóis). Os olhos de pessoas afetadas pelo tracoma podem apresentar vermelhidão, lacrimejamento, coceira, irritação, secreção, sensação de corpo estranho e intolerância à luz. Se não for tratado, pode prejudicar a visão e causar cegueira.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Hospital Municipal e Maternidade de Coelho Neto realiza 649 partos nos últimos três meses

    A Prefeitura Municipal de Coelho Neto, através da Secretaria Municipal de Saúde, tem realizado diversas ações para a melhoria da qualidade dos serviços ofertados à população. Um exemplo é o Hospital e Maternidade, que no período de janeiro a março de 2018 realizou 649 partos, e hoje conta com uma equipe de profissionais qualificados e empenhados, atuando 24 horas, aptos a oferecer um atendimento mais humanizado.

    “A gestão do Prefeito Américo de Sousa tem tido comprometimento com a saúde integral da população. O aumento do número de partos realizados mostram que a Maternidade Municipal recuperou sua credibilidade, junto às gestantes, e a cada mês vem registrando grandes resultados no acolhimento das futuras mamães”, destacou Olímpia Delgado, Secretária de Saúde.

    No Hospital e Maternidade de Coelho Neto também são realizados partos de gestantes oriundas dos municípios de Duque Bacelar, Afonso Cunha e Buriti, conforme os dados abaixo:

    • Afonso Cunha- 51 
    • Buriti- 112
    • Coelho Neto- 424
    • Duque Bacelar- 62

    Toda a equipe de profissionais atuam com compromisso, dedicação, cuidado e acolhimento especial às gestantes, recém-nascidos e puérperas.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.