Evento em Imperatriz reúne líderes em apoio à pré-candidatura de Weverton Rocha

Lideranças políticas de todo o estado voltam a se reunir no sábado, 23, em Imperatriz em apoio à pré-candidatura do deputado Weverton Rocha ao Senado em 2018. O encontro acontecerá às 16h, na loja maçônica Lauro Tupinambá, no bairro Bacuri.

Em Imperatriz os apoiadores de Weverton se reúnem pela sexta vez. “O movimento tem crescido e todos os dias recebemos a declaração de apoio de novos prefeitos e novas lideranças”, afirma Erlânio Xavier, prefeito de Igarapé Grande e um dos organizadores do encontro.

O primeiro evento aconteceu em dezembro de 2016, em Santa Inês, na casa da prefeita eleita Vianey Bringel, reuniu algumas lideranças e foi a semente de um projeto de reuniões que passaram a acontecer a cada dois meses, em Codó, Barra do Corda, Balsas e Pedreiras, com um número crescente de presenças de deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores e lideranças locais.

“Estamos em um projeto coletivo de construção de uma pré-candidatura que representa os anseios e as aspirações de todos”, explica Weverton Rocha. “Nosso objetivo é rodar o Maranhão, ouvir as pessoas e, a partir da necessidade de todos, formar um conceito de atuação representativa do nosso estado”, conclui.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pré-candidato a deputado estadual, Leonardo Sá, visita povoados de Pinheiro acompanhado de vereadores

O pré-candidato a deputado estadual, Leonardo Sá, prosseguiu suas ações pelos povoados de Pinheiro no último domingo (16). Nesta oportunidade, o médico esteve acompanhado de vereadores do município. Juntos eles participaram de partidas de futebol, conversaram com moradores locais e também se reuniram com as lideranças políticas.

Leonardo Sá em apenas um dia visitou os povoados Côco, Pacas, Bom Viver e Miranda, todos eles na companhia dos vereadores Sandro Lima (PCdob), Albininho( PCdoB) , Edinildo (PCdoB), Riba do Bom Viver (PDT), Rubemar (PMDB) , Capadinho (PMDB) e do ex- vereador Jaelsom. As atividades tiveram como intenção de ratificar a pré-candidatura à deputado estadual de Leonardo Sá, este tendo como apoio do prefeito Luciano Genésio.

Inclusive o médico faz questão de destacar por onde passa a parceria existente com o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio. Cabe ressaltar que a base aliada do governo municipal é garantida por uma junção de forças com os vereadores aliados ao Leonardo Sá.

Durante as visitas de Leonardo Sá e dos vereadores, o médico mostrou-se muito a vontade ao lado do povo ao participar de partidas de futebol e de reuniões com os moradores locais. Escutando as demandas locais dos moradores mais antigos e também dos mais jovens.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deputado Rigo Teles destaca o sucesso da IX Romaria da Juventude em Barra do Corda

O líder do Partido Verde (PV) na Assembleia Legislativa, deputado Rigo Teles, ocupou a tribuna na segunda-feira (18), para destacar que participou juntamente com seu irmão, Junior do Nenzin, no domingo (17), em Barra do Corda, acompanhado de cerca de 35 mil jovens de 150 municípios do Maranhão, da IX Romaria da Juventude Região NE 5.

Em seu pronunciamento, o deputado Rigo Teles parabenizou a todos participantes, especialmente a Igreja Católica que, por meio da Pastoral da Juventude, organizou e garantiu o sucesso do evento, que teve como tema: “Juventudes e Ecologia” e como Lema: “Neste solo sagrado defendendo a vida”.

O parlamentar destacou que a Romaria começou no dia 16 (sábado), reunindo milhares de grupos de jovens de Bacabal, Balsas, Brejo, Carolina, Caxias, Coroatá, Grajaú, Imperatriz, Pinheiro, São Luís, Viana, Zé Doca e outros. “Foi a maior evento religioso que presenciei na cidade de Barra do Corda”, disse.

Para Rigo Teles, a Pastoral da Juventude escolheu Barra do Corda para sediar a Romaria, porque a cidade fica localizada na Região Central do Maranhão, e possui um excelente local para a realização de grandes eventos: O Espaço Cultural, construído na gestão em ex-prefeito Manoel Mariano de Souza, “Nenzin”.

TRABALHO SOCIAL

Na ocasião, o deputado Rigo Teles confessou que como filho da cidade de Barra do Corda, teve o prazer e alegria de ter sido convidado a participar da IX Romaria da Juventude Região Nordeste, que pelos cálculos da Pastoral da Juventude do Maranhão, reuniu cerca de 35 mil jovens de 150 municípios maranhenses.

A programação da Romaria da Juventude começou no sábado, às 18h e se estendeu pela noite inteira, com a realização de shows, apresentações, missa e animação no Espaço Cultural de Barra do Corda. Na parte da manhã, a partir das 6h, aconteceu a grande caminhada pelos bairros Trizidela, Centro e Altamira.

Em sua fala, Rigo Teles comentou que o fato mais importante da Romaria foi a empolgação e a satisfação dos jovens participantes do evento, que marcou a história de Barra do Corda. “É mais uma prova do excelente trabalho social realizado pela Igreja Católica no Estado do Maranhão”, afirmou.

Por fim, Rigo registrou alegria de milhares de jovens que, ao participar da Romaria, cantaram e louvaram a palavra de Deus. “Estão de parabéns a Igreja Católica, as arquidioceses, as paróquias, os Padres e, principalmente, os jovens que prestigiaram a maior festa religiosa da história de Barra do Corda”, concluiu.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Zé Inácio participa da entrega de títulos de terras a assentados do Estado

O deputado Zé Inácio esteve na última sexta-feira (15) no município de Santa Luzia do Paruá, acompanhando a entrega de 1047 títulos definitivos de terras a assentados de nove municípios do Maranhão.

Foram contemplados 24 assentamentos nas cidades de Centro do Guilherme, Cidelândia, Junco do Maranhão, Maracaçumé, Maranhãozinho, Montes Altos, Nova Olinda do Maranhão, Presidente Médici, e Santa Luzia do Paruá.

O deputado Zé Inácio parabenizou o INCRA/MA pelo excelente trabalho que vem realizando no estado, apesar de todas as dificuldades financeiras pelas quais vem passando.

“O INCRA e toda sua equipe, comandada pelo George, está de parabéns pelo empenho e determinação que vem tendo para realizar esse importante trabalho, que é a regularização de terras no Estado, onde o número de famílias assentadas que ainda não tem sua titulação é muito grande. Apesar de toda a dificuldade financeira que o Incra vem enfrentando, devido aos cortes que o governo federal tem feito, o INCRA/ MA mantem-se firme no seu compromisso com o trabalhador rural, quilombolas e assentados. ”.

Além da garantia da propriedade da terra, a titulação garante ao trabalhador rural assentado o acesso a linhas de credito e segurança jurídica.

Estiveram presentes na solenidade o presidente nacional do INCRA, Leonardo Góes Silva, o superintendente do INCRA no MA, George Aragão, o diretor e o diretor substituto de desenvolvimento de projetos de assentamento, Everton Geovanine e Douglas Sousa, respectivamente. Os deputados federais Cleber verde e Weverton Rocha, também compareceram, os deputados estaduais, Hemetério Webba e Junior Verde, representado o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Humberto Coutinho, além dos gestores das cidades contempladas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

“Triste a situação de nossas crianças em Coroatá”, diz Andrea ao denunciar o prefeito playboy

A deputada Andrea Murad repercutiu a denúncia sobre o retrocesso na educação municipal de Coroatá. Além da volta dos barracões e ensino multisseriado, a parlamentar repercutiu o relato das mães nos povoados Manelão e Santa Luzia em Coroatá. Em vídeo que está circulando nas redes sociais, elas falam da situação dos filhos matriculados na escola municipal Paraíso, mas que estão sem frequentar por falta do transporte escolar, serviço que deveria ser garantido pela Prefeitura. Enquanto isso,o prefeito se esbalda em baladas e shows na capital.

“Os alunos estão tudo sem estudar. Não tem nenhum estudando. De jeito nenhum”, disse Maria, mãe de alunos da escola municipal Paraíso.

Além de crianças que não conseguem ir para escola, existem aquelas que se arriscam a pé ou de bicicleta. Mesmo assim a frequência escolar é baixa e por isso muitas famílias podem perder o auxílio do Bolsa Família como relatou esta outra mãe.

“Uma vez essa menina aqui veio chorando no caminho com dor de cabeça. Esse dia mesmo um caboco na moto ia matando ela. Vinha descendo a ladeira voado e ela subindo. Se tivesse na bicicletinha dela tinha morrido”, disse dona Bia que teme pela vida dos filhos a caminho da escola.

A deputada Andrea Murad já protocolou duas representações contra o prefeito Luis da Amovelar Filho, PT, por não garantir o acesso desses alunos à escola.  E também pediu que o Ministério Público investigue em todos os polos a situação das crianças, principalmente, na zona rural.

“Triste ouvir e ver que a situação das nossas crianças em Coroatá só piorou com esta nova gestão. São barracos servindo de escola, ensino multisseriado, crianças de várias idades e séries diferentes colocadas num mesmo espaço. Não tem transporte escolar porque a prefeitura não consegue sequer garantir o acesso. Então, só peço que o Ministério Público tome providências para que esses alunos tenham o direito de frequentar a escola. Infelizmente, hoje, Coroatá está à mercê de um ex-prefeito condenado, ficha suja, que não pode ser eleito e colocou o filho. E o filho, coitado, sabe nem para onde vai administrar uma prefeitura. Eu queira quer ele usasse todo o vigor de sua juventude, que ele utiliza para as festas, que ele usasse também para trabalhar mais pelo município”, explica a deputada.

Assista o depoimento das mães:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Júnior Verde dialoga com lideranças jovens de Caxias e confirma a realização da I Copa Verde no município

Durante encontro com a juventude de Caxias, no último final de semana, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) confirmou a realização da I Copa Verde, no mês de novembro. O campeonato será realizado no município e reunirá dezenas de times da região. O parlamentar tem visitado o interior do Maranhão colocando em prática políticas públicas para a juventude no Estado.

O encontro realizado em Caxias reuniu representantes de diversas instituições ligadas à juventude. O graduado em Muay Thai de jovens, Mestre Cícero Sensei, externou a importância de um representante do legislativo maranhense dar condições para os jovens praticarem diversas modalidades de esporte, “fazendo com que todos possam estar com a mente ocupada e dessa forma, não entrem no mundo das drogas”.

O coordenador da Juventude  de Caxias, Análio Jr., organizou a reunião, oportunidade em que Júnior Verde confirmou a realização da I Copa Verde, um evento esportivo que vem sendo realizado em diversos municípios maranhenses como forma de incentivar o esporte. “O campeonato será bastante disputado, com premiações que irão movimentar muito o esporte caxiense para a Juventude”, adiantou Análio Jr.

Júnior Verde comprometeu-se ainda em proporcionar uma campanha em Caxias com o tema “Nocaute Contra as Drogas”, prevista para acontecer no final de outubro e que terá uma semana de duração. A organização ficará por conta da Coordenação da Juventude de Caxias.

Representantes de grupos de jovens como Frestrep, Hip Hop, Bboy, Skate, Bike, Patins, Voley, Futsal feminino e masculino, Capoeira, Karatê, Jiu Jitsu, entre outros, participaram do encontro e agradeceram o apoio do deputado estadual.

“Independente de questões políticas entre governos de Estado ou Municipal, tanto executivos quanto legisladores e gestores de Juventude, o importante é oferecer as devidas políticas públicas para os jovens, que merecem toda atenção do poder público”, reforçou Júnior Verde.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Coelho Neto realiza Campanha de Multivacinação

A Prefeitura de Coelho Neto, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou neste sábado, 16, o Dia “D’ da Campanha Nacional de Multivacinação em todas as UBS-Unidades Básicas de Saúde do município, no horário das 8h às 17h. O dia “D” de Multivacinação teve como objetivo atualizar a caderneta de vacina de crianças e adolescentes, com esquema básico atrasado, e, consequentemente, elevar as coberturas municipais. 

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Olímpia Oliveira: “Ainda estamos fechando o balanço do Dia “D”, mas adiantamos que a campanha foi um sucesso. Todos os postos ficaram lotados e, em alguns, tivemos que prolongar o horário, como foi o caso das UBS João Paulo II, São Judas Tadeu e Santo Antonio. A Prefeitura fez muito bem sua parte e ficamos bastante satisfeitos, pois percebemos que a população atendeu ao chamado”.

A Multivacinação tem como público-alvo menores de 15 anos, havendo também a necessidade de manter atualizado o calendário de vacinação. Vale lembrar que as vacinas continuarão disponíveis em todas as unidades de saúde do município até o dia 22 deste mês, podendo ser prorrogadas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

PROCON/MA orienta para emissão da 1ª e 2ª vias do RG

Ninguém sai de casa sem ela, na bolsa ou carteira, torna-se uma companheira importante para o acesso a diversos serviços. A carteira de identidade, ou RG, é um dos documentos mais procurados no VIVA, em média 6 mil atendimentos diários somente em São Luís. Por isso, o Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (PROCON/MA) orienta o cidadão como proceder para realizar a emissão da 1ª e 2ª vias do RG.

A 1ª via, além de ser gratuita, a emissão é bem simples. Para isso, é necessário Certidão de Nascimento (original ou cópia autenticada) se for solteiro, Certidão de Casamento (original ou cópia autenticada) se for casado, Certidão de Casamento com averbação se for separado (a) legalmente. A foto é retirada no local e o documento é recebido após 4 horas da emissão. Já para emitir a 2ª via do RG, que é paga com a menor taxa do Brasil, R$32,83, basta levar a certidão de nascimento, CPF (opcional) e comprovante de residência. Em caso de perda ou roubo do documento, é preciso levar boletim de ocorrência.

“A identidade é um documento importante, que além de identificar o cidadão, permite que ele tenha oportunidade de acessar outros benefícios, ficamos felizes de levar cada vez mais esse serviço aos maranhenses, por meio das nossas 30 unidades e do Procon Móvel”, disse o presidente do PROCON/MA e do VIVA, Duarte Júnior.

Em São Luís, a emissão da primeira via pode ser feita nas unidades do VIVA na Beira-Mar, Shopping da Ilha (segunda a quinta e aos sábados e domingos), Shopping Passeio, Pátio Norte e Terminal do Distrito Industrial e Complexo Penitenciário. E no interior, nas unidades de Araioses, Açailândia, Bacabal, Balsas, Imperatriz (Centro e Imperial Shopping), Cururupu, Caxias, Codó, Coroatá, Chapadinha, Carolina, Estreito, Godofredo Viana, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, São Bento, Presidente Dutra, Pinheiro, Santa Inês, São José de Ribamar, São João dos Patos, Pastos Bons e Viana.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Júnior Verde busca mais investimentos no Maranhão pelo INCRA

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) cobrou mais investimentos no Maranhão ao presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), o engenheiro agrônomo Leonardo Góes Silva, durante a solenidade de entrega de títulos definitivos para os assentados da reforma agrária da região do Alto Turí, na última sexta (15), em Santa Luzia do Paruá.

O parlamentar participou da cerimônia, realizada no Ginásio Poliesportivo de Santa Luzia do Paruá, representando a Assembleia Legislativa. Cerca de 2 mil pessoas participaram do evento, que também contou com a presença dos deputados federais Cleber Verde e Weverton Rocha, e dos deputados estaduais Hemetério Weba e Zé Inácio. Prefeitos de diversos municípios da região e lideranças dos trabalhadores rurais também marcaram presença.

Os títulos entregues pelo INCRA beneficiam trabalhadores rurais de 9 municípios. “Sempre acreditei na força dos trabalhadores rurais do Maranhão e no desenvolvimento da agricultura familiar. O INCRA tem um papel importantíssimo, por isso solicitei do presidente mais atenção e mais investimentos para o nosso Estado”, disse Júnior Verde, que na oportunidade também parabenizou o superintendente do INCRA no Maranhão, George de Melo Aragão.

O INCRA é uma autarquia federal cuja missão prioritária é executar a reforma agrária e realizar o ordenamento fundiário nacional.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Entrevista/ Francisco Carvalho – “O povo não exigiu reforma política, o povo quer é melhor qualidade de vida”

No exercício do oitavo  mandato e depois de ter sido presidente da Câmara Municipal de São Luís por três vezes consecutivas, de 1994 a 2000, o vereador Francisco Carvalho, presidente estadual do PSL, é considerado uma das “raposas” da política maranhense. Seu colega de parlamento, Francisco Chaguinhas (PSB) costuma dizer que ele é um dos últimos alquimistas políticos do Estado.

Francisco Carvalho tem uma trajetória interessante no Legislativo Ludovicense. Filho de José Mário de Araújo Carvalho, que foi deputado estadual por quatro legislaturas e depois vereador, herdou-lhe o espólio político quando este faleceu em meados da década de 1970, por influência do ex-governador Luiz Rocha e o ex-deputado José Bento Nogueira Neves (ambos falecidos) e de outras lideranças do período.

Naquela época, dois parlamentares se destacavam com ações na zona rural, área de difícil acesso. José Mário Carvalho e Evandro Bessa de Lima, que foi presidente da Câmara Municipal. Após a morte do pai, Carvalho passou a dominar a cena tanto na Zona Rural I como na Zona Rural 2.

Sua serenidade o faz com que sempre seja chamado para buscar alternativas para crises e é um exemplo para jovens vereadores. Sob a presidência dele, em 1995, a Câmara de São Luis fez um grande movimento para que a refinaria de petróleo fosse instalada em São Luís. Em 2009, protagonizou um encontro de secretários estaduais e municipais, no Cruzeiro de Santa Bárbara, em busca de recursos para serem aplicados na infraestrutura daquela localidade. Convalescendo de uma cirurgia para colocação de quatro stents, conversou rapidamente em casa sobre os mais variados assuntos.

Se diz indignado quando ouve político falar que o povo estaria revoltado como lento andamento da reforma política. Para ele, o povo quer é melhoria da qualidade de vida e sequer se mobiliza sobre esse assunto. Veja a íntegra da entrevista:

Nessa entrevista ao JORNAL DA CÂMARA, ele fala sobre esse e outros assuntos: Eis a íntegra da entrevista:

 JORNAL DA CÂMARA – Como é ser vereador em São Luis?

FRANCISCO CARVALHO- É como se fôssemos autênticos assistentes sociais. Além de irmos às bases, somos procurados na Câmara, em nossas residências pelo eleitorado. Isso porque o vereador é a base da pirâmide política. O deputado estadual se elege com votos do interior e vem para São Luis, o senador e o deputado federal vão para Brasília, enquanto nós estamos morando próximo ao eleitorado, que nos aciona por conta de várias de suas necessidades. Mesmo assim, somos alvos de pesadas críticas, mas só quem é vereador sabe o peso dessa responsabilidade. Não é fácil não.

 JORNAL DA CÂMARA – E qual a razão de continuar como representante popular na Câmara Municipal?

 

FRANCISCO CARVALHO- Cada ser humano traça seu destino. No meu caso, por exemplo, sou aposentado como auditor fiscal do Município e advogado. O problema é que herdei isso do meu saudoso pai, José Mário de Araújo Carvalho, que representou o  povo tanto na Câmara como na Assembleia. Minha primeira eleição foi em 1988. São muitos anos de lutas em defesa dos menos favorecidos. É cansativo? É, mas há um componente interessante, a gente fica de alma lavada, sabendo que está ajudando o próximo.

JORNAL DA CÂMARA – Como é essa história da Câmara Municipal com a refinaria durante o período em que o senhor foi presidente?

 

 

FRANCISCO CARVALHO– É uma história interessante. Em 1987, a Petrobrás fez publicar um estudo, no qual apontava São Luis como a capital com maior potencial técnico para a instalar um projeto de tamanha magnitude, por conta de sua posição geográfica, do Porto do Itaqui e da linha ferroviária.

Em 1995, conclamamos todas as forças políticas, independentemente de linha ideológica ou partidária a somarmos forças em defesa do projeto e fomos atendidos. Para que se tenha uma idéia, o então senador José Eduardo Dutra do PT e que posteriormente foi presidente da Petrobrás, veio a São Luis participar de um dos inúmeros movimentos que a Câmara fez pela cidade.

JORNAL DA CÂMARA – Que movimentos foram esses?

  

FRANCISCO CARVALHO– Realizamos audiências públicas na área do Itaqui/Bacanga,  no Sacavém, e fizemos um grande ato na Praça Deodoro. Depois, fomos a Brasília. Posso contabilizar aqui os saudosos Raimundo Assub e Lia Varela e o então vereadores,  Pavão Filho, Tadeu Palácio, Helena Barros Helluy, José Cosmo Ferraz, Rubem Brito, José Joaquim  e outros vereadores daquela legislatura.

Mantivemos contatos com o presidente do Congresso na época, o senador José Sarney e o então dirigente da Petrobrás, Joel Rennó.

JORNAL DA CÂMARA – E aí, o que resultou desses encontros?

 

FRANCISCO CARVALHO- Houve uma frustração.  Ceará e Pernambuco, também disputava a instalação da refinaria. As bancadas federais deles estavam em peso, enquanto dos deputados federais, bem poucos se interessavam pela história. Ficamos com uma certa inveja dos cearenses e dos pernambucanos, ao observarmos, que lá, apesar da disputa entre situação e oposição, como em qualquer Estado, os adversários estavam juntos lutando pelo mesmo objetivo. Aí o Joel Rennó, nos disse, não sei se com ironia, que estávamos brigando por algo que não era tão rentável como as reservas de gás natural existentes principalmente na região dos Lençóis.

JORNAL DA CÂMARA – Que lição foi tirada desse episódio?

FRANCISCO CARVALHO– A lição que ficou é de que senadores e deputados federais devem ficar mais atentos às reivindicações do povo. Eles devem entender que política é a arte da convergência em busca de benefícios para a população. A disputa entre situação e oposição é salutar e democrática, mas existem momentos em que essas divergências devem ser colocadas de lado em busca de objetivos comuns. O ex-governador e atualmente deputado federal, José Reinaldo Tavares, por exemplo, comunga da mesma idéia. Ele sempre diz que deve existir unidade entre as correntes adversárias, quando se busca o mesmo objetivo.

JORNAL DA CÂMARA – Mas depois veio a história da refinaria com o Lula a Dilma e o governo  do Estado e deu no que deu...

 

 

FRANCISCO CARVALHO– Sim, e a Câmara esteve presente. Você deve está lembrado que a Câmara organizou uma audiência pública, que foi realizada no auditório da FAMA, com a participação do então ministro das Minas e Energia, o senador Edison Lobão, do então presidente da Petrobrás, o Sérgio Gabirelli, outros técnicos do governo federal e a classe empresarial. Agora, não se pode culpar o governo do Estado pelo fracasso da empreitada. Quem anunciou a refinaria Premium de Bacabeira foi o governo federal, dono da agenda de seus empreendimentos. Isso nos deixou mais frustrados ainda, já que imaginávamos que o projeto fosse sair do papel, gerar emprego, gerar renda, gerar desenvolvimento.

JORNAL DA CÂMARA – Vamos falar sobre a zona rural, onde o senhor faz política. Como andam as coisas por lá?

FRANCISCO CARVALHO-A zona rural continua carente. Para que se tenha uma exata dimensão do problema, não existe até hoje, uma escola de ensino médio por lá. Isso já foi alvo de várias reivindicações nossa junto ao governo do Estado. Penso que a Estiva e o Santo Bárbara merecem escola desse nível, uma vez que os estudantes quando encerram o ensino fundamental, enfrentam problemas para dar continuidade aos estudos, uma vez que quem mora na zona rural é carente e escola próxima de casa é de fundamental importânncia.

 Eu era garoto e já acompanhava meu pai em suas incursões à zona rural. Naquele período, as estradas eram carroçais e havia muita dificuldade para deslocamento. Houve melhorias e hoje muita gente faz política na área. Em 2009, propus e consegui um grande encontro entre secretários e técnicos dos governos estadual e municipal, no Cruzeiro de Santa Bárbara. Esse encontro resultou, posteriormente na alocação de recursos da ordem de R$ 43 milhões, que deveriam ser aplicados na infraestrutura daquela área, mas isso não foi feito. Estou mantendo contatos com o secretário executivo do Ministério das Cidades, o ex-secretário de Fazenda do Maranhão, o Trinchão, para que os trabalhos sejam realizados, através da liberação da verba. Mas a zona rural continua carente e precisa de uma injeção de forças para modificação desse panorama.

As dificuldades da zona rural são inúmeras. Ali se encontram moradores distanciados da educação, da saúde, com uma péssima infraestrutura e é ali que se encontra o maior contingente de pessoas desempregadas, que vivem o dia a dia na agricultura de subsistência. E isso nos sensibiliza muito.

JORNAL DA CÂMARA – O senhor é o presidente estadual e vice estadual do PSL.  Como avalia o andamento da reforma política no Congresso, que estabelece cláusula de barreira, fim de coligações proporcionais e outras medidas que vão na contramão das pequenas siglas?

FRANCISCO CARVALHO-Fico extremamente indignado quando ouço parlamentares de grandes siglas abordarem essa questão. Geralmente são parlamentares eleitos  montados em máquinas administrativas, desconhecidos do povo. Na realidade, o povo jamais foi às ruas bradar por reforma política. O povo quer, na realidade é melhor qualidade de vida, quer saúde, segurança, melhores salários e educação de qualidade.

Não há, sequer, um pequeno partido envolvido nessa torrente de corrupção que vem abalando o Brasil. Só as grandes siglas. Isso é uma manobra dos grandes partidos para que façam desaparecer as agremiações partidárias de menor porte, para que continuem dando as cartas no cenário político nacional, apesar da corrupção.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

“Nomear concursado não é favor, e sim um dever”, diz deputado Wellington ao se reunir com comissão de aprovados em Urbano Santos

Por meio do projeto “Ouvindo o Maranhão”, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) se reuniu, na manhã de hoje (15), com os aprovados no concurso público de Urbano Santos que foi realizado em 2010.

Trata-se de aprovados em concurso, que foram nomeados, empossados, exerceram o cargo e, sem fundamento, foram “expulsos” da Administração, sem qualquer tipo de justificativa ou amparo legal. A denúncia foi coletada pelo Gabinete Móvel do deputado Wellington, que tem por objetivo aproximar-se, cada vez mais, da população maranhense.

“Nós não fomos exonerados. Eles nos expulsaram. Sem qualquer justificativa. Eu estudei e conquistei minha vaga. Isso é uma injustiça”. Por isso, solicitamos essa reunião preparatória com o deputado”, disse Pereira, aprovado para o cargo de técnico em tributos.

Ao ouvir a Comissão dos aprovados, o deputado Wellington colocou-se à disposição para fazer as cobranças e apresentar possíveis soluções, inclusive, a possibilidade de diálogo entre concursados e Prefeitura.

“Temos percorrido vários municípios por meio do nosso projeto ‘Ouvindo o Maranhão’ e recebemos essa solicitação dos aprovados. É importante destacar que nomear aprovados não é favor, e sim um dever da Administração Pública. Nesse caso, em específico, eles foram nomeados, chegaram a exercer o cargo e, de forma súbita, foram ‘expulsos’. Nesse primeiro momento, precisamos dar atenção à legalidade dos fatos e buscar uma solução que atenda às reivindicações desses trabalhadores. O nosso mandato está à disposição”, disse Wellington.

Entre as solicitações iniciais, os aprovados pediram que fosse agendada uma audiência pública para abordar a questão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.