A secretária de Estado da Mulher, deputada licenciada Ana Mendonça, concedeu entrevista, nesta sexta-feira (18), ao programa Portal da Assembleia, no quadro “Sala de Entrevista”, da TV Assembleia. Entre outros assuntos, ela falou sobre a campanha “Prevenir é a Melhor Forma de se Amar”, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), de combate ao câncer de mama e de útero.

Segundo a secretária, duas unidades móveis (Carreta da Mulher) estão disponibilizadas para o atendimento às mulheres no interior do estado: uma equipada com aparelho que faz exame de mama e a outra, para exames de câncer de colo de útero e orientação sobre combate à violência doméstica contra as mulheres,

“Hoje, a carreta está no município de Cururupu. Ela passa cinco dias em cada município. No atendimento, priorizamos as mulheres incluídas nos fatores de risco, que são as que têm acima de 40 anos. As carretas são uma estrutura que abrange a prestação de serviços focados em ações preventivas da saúde para as mulheres. Já realizamos mais de 30 mil atendimentos este ano nas ações de prevenção contra o câncer de colo de útero”, revelou.

Carreta da Mulher na Assembleia

Ana Mendonça confirmou a presença da Carreta da Mulher nos dias 29 e 30 deste mês, na Assembleia Legislativa, dentro da programação conjunta dos poderes Legislativo e Executivo alusiva ao Outubro Rosa. “Nós temos um planejamento para a Carreta da Mulher que busca atender às demandas dos movimentos sociais, prefeitos e deputados. Entre 21 e 25 de outubro, estaremos em Caxias. É nossa intenção estar presente em todo o Maranhão”, complementou.

Combate à violência contra a mulher

De acordo com Ana Mendonça, as mulheres estão denunciando mais e, por isso, os casos de feminicídio têm se evidenciado cada vez mais. “Mulheres, busquem ajuda. Disquem o 180. Temos a Casa da Mulher Brasileira, que funciona com toda a rede de proteção. Temos, por exemplo, alojamento para as mulheres vítimas de violência. Inclusive, agora, estamos acolhendo uma mulher com quatro filhos”.

Rede de proteção à mulher

“Parabenizo a Patrulha Maria da Penha, que tem feito um grande trabalho, sob o comando da coronel Augusta. Temos o único departamento de feminicídio do Brasil instalado aqui. A rede de proteção à mulher que temos estruturada, no Maranhão, tem salvo a vida de muitas mulheres”, enfatizou a secretária.

Campanha Maria da Penha nas escolas

A secretária destacou a sanção, pelo governador Flávio Dino (PCdoB), da lei de sua autoria, que estabelece a “Campanha Estadual Maria da Penha”, a ser comemorada, anualmente, no mês de março, nas escolas públicas estaduais e particulares, em cumprimento à Lei Federal 11.340, de 7 de agosto de 2006.

“O objetivo é orientar a comunidade escolar, professores, alunos e os profissionais da rede de ensino sobre o funcionamento da Lei Maria da Penha, além de ajudar a combater e a prevenir a violência doméstica contra a mulher. Não há ambiente melhor para que isso aconteça do que a escola. É dentro das escolas que estão nossos filhos e onde eles passam a maior parte do tempo. E precisamos focar as ações preventivas de combate à violência contra as mulheres nesses espaços. Os maiores índices de estupro estão entre os adolescentes”, defendeu.

Semana de combate ao feminicídio

Ao término da entrevista, Ana Mendonça anunciou que, entre 9 a 13 de novembro, será realizada a III Semana de Combate ao Feminicídio. “Ao longo da campanha, vamos desenvolver diversas ações que ressaltem a importância do combate a esse crime, que tem vitimado milhares de mulheres pelo simples fato de serem mulheres. Contamos com a participação de todas as mulheres maranhenses em mais essa ação”, concluiu.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.