Foi entregue no domingo, 29, pela prefeita Dídima Coêlho, a maior casa de farinha já construída no município de Vitória do Mearim. Os beneficiários foram os moradores da comunidade Braço Comprido, na zona rural da cidade.

A obra possui 10m x 25m, conta com fornos para torrar mandioca, prensa com capacidade para 15 toneladas, catitu, motor elétrico e três cochos.

“A fábrica de farinha trará uma qualidade de vida melhor para os moradores do Braço Comprido e em breve completaremos o ciclo de produção e distribuição com a entrega de uma empacotadora de farinha, o que facilitará a comercialização do produto agregando um maior valor e, com isso, o aumento da renda da comunidade”, contou a prefeita Dídima no momento da entrega.

A comunidade participou em peso do recebimento, todos muito emocionados. Keké, líder comunitário que representou as centenas de pessoas presentes, lembrou que a obra era um desejo antigo do povoado. “A gente vinha pedindo a muitas administrações uma casa de farinha, e o nosso sonho se tornou realidade apenas com a determinação da prefeita Dídima”, contou.

A Casa de Farinha do Braço Comprido foi construída com recursos próprios do município e beneficiará ainda os povoados vizinhos de Santa Joana, Marajá e Santa Rosa.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.