O custo de vida é o somatório de todas as despesas dos indivíduos, ou seja, bens e serviços necessários para viver dentro de suas demandas. Quando consideramos o custo de vida em uma cidade, por exemplo, os itens que entram na somatória serão mais abrangentes, como a média de valores para moradia, alimentação, transporte, saúde é outros.

Esses itens são alvos na gestão do casal Gonçalo nos municípios de Santa Rita e Bacabeira. Ao longo do mandado, os prefeitos Hilton e Fernanda trabalharam forte para o cumprimento de suas propostas de governo que se encaixam nas demandas do custo de vida.

MORADIA

Em Santa Rita e Bacabeira, já foram construídas e doadas mais de mil casas populares (propostas n°02 e n°18) para a população de baixa renda através do programa Nossa Casa. Junto a isso, o casal de prefeitos também promove a distribuição de materiais de construção para reforma e ampliação de casas de pessoas em geral.

ALIMENTAÇÃO

Nos dois municípios foram implantados em meados de 2017 o chamado “Restaurante Cidadão “. Se trata de um modelo de restaurante popular mantido com recursos próprios e que aproveita a produção agrícola local, além de itens da cesta básica encontrados nos comércios locais. Se levarmos em conta o preço de uma refeição mais barata em São Luis (R$15,00) existe uma economia para o cidadão santarritense.

TRANSPORTE

Jovens universitários de Santa Rita dispõem de transporte gratuito oferecido pela prefeitura. Una medida de auxilia os jovens na redução das despesas acadêmicas. Mais uma vez em comparação a São Luis, o jovem santarritense economiza cerca R$34,00 por mês.

SAÚDE

Além do novo aparelhamento da UBS’s, os dois municípios oferecem serviços de realização de exames de baixa e média complexidade tais como: exames laboratoriais, raio-x, ultrassonografia e tratamento com acupuntura. O programa do leite em vigor nos dois municípios, é mais uma garantia de distribuição de alimentos gratuitos desenvolvido com recursos próprios.

ILHAS DE INTERNET

A implantação de ilhas de internet também contribuem para a redução do custo de vida. Propostas de n°30 de Hilton e de n°27 de Fernanda, são ilhas de internet instaladas nos povoados e que disponibilizam conexão via Wi-Fi gratuita, gerando economia com relação aos custos de telefonia móvel.

O AUXÍLIO À PRODUÇÃO AGRÍCOLA

O auxilia à produção da agricultura familiar, garante a comercialização barata de produtos como hortaliças, frutas, legumes, carne, peixes, dentre oriundos da produção local. As prefeituras garantes apoio técnico especializado e transporte para escoamento da produção.

Além de todas essas medidas, outros fatores devem contribuir ainda mais para a redução do custo de vida nas duas cidades. Recentemente foi testado em Santa Rita o uso de placas solares para alimentação de poços artesianos, e ao que tudo indica, a medida sustentável deve migrar para outras áreas, garantindo mais economia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.