Luís Carlos Cantanhede (foto abaixo), 56 anos, estava caminhando com a família para pagar uma promessa na igreja de São José de Ribamar pela recuperação de um câncer quando foi atropelado por um veículo e morreu minutos depois em um hospital particular de São Luís. Ele morava na avenida dos Holandeses.

O motorista do Celta, placas NHD 5533, São Luís, Gilson Carlos Barros Ferreira, foi quem atropelou a matou o médico. Morador da Cidade Operária, rua 06, Unidade 105, ele foi preso.

O carro vinha em alta velocidade quando o motorista embriagado perdeu o controle do volante e foi buscar o médico na outra pista.

Levado ao Hospital São Domingos, veio a óbito. Foi comprovado que o motorista estava bastante embriagado.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.