Sem dó e nem piedade, o prefeito de Carolina Erivelton Neves aumentou a tarifa de água em 20% em plena crise que atinge a população brasileira e maranhense em função dos problemas ocasionados também pela pandemia.
O Ministério Público do Maranhão acionou o prefeito e o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto do Município, através do seu diretor James Dean Oliveira, no dia 15 deste mês exigindo a suspensão abusiva do aumento.

O promotor de Justiça, Marco Túlio Rodrigues Lopes lembra na Ação Civil Pública que o índice Nacional de Preços ao Consumidor foi registrado em 4,52 no exercício de 2020 e que o percentual fixada pela Prefeitura de Carolina foi ilegal.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.