Os trabalhadores da limpeza pública de São Luís cruzaram os braços em sinal de advertência nos dias de quinta-feira e sexta-feira da semana passada. O suficiente para deixar a capital com lixo acumulado, notadamente na periferia. 

No sábado (08), os garis retomaram ao batente, mas deixaram um saldo nada agradável nas ruas e avenidas, com o lixo acumulado. A limpeza deve ser dada prosseguimento no período da noite a partir de até quarta-feira.

Se não houver um acordo para que a empresa responsável pela coleta, São Luís Ambiental, com o prefeito Eduardo Braide, os garis voltam a cruzar os braços. Eles reivindicam uma diferença de reajuste salarial de três meses.

Em vários pontos da cidade a sujeira seguida de fedor permanecem presentes, a exemplo da rua ao lado do mercado do Anjo da Guarda, como mostra a foto acima. Como se não bastasse a falta de água, doenças gripais e covid-19, voltar ao estado de sujeira será o cúmulo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.