Uma imagem chocante registrada no Hospital Geral Municipal de Codó gerou revolta em familiares de Joacir da Silva Nascimento Filho, de 42 anos. Ele morreu, segundo parentes, por negligência médica após dias internado no HGM.

Paciente morreu amarrado no leito do hospital em Codó

O paciente ficou amarrado desde o dia 11 de setembro, sábado, no leito do hospital após dar entrada na unidade por sofrer um acidente de trânsito. Na última segunda-feira (13) Joacir foi a óbito. Familiares ainda tentaram uma transferência mas não conseguiram.

A filha da vítima chegou a receber orientação por parte das enfermeiras que amarraram o paciente de que não deveria gravar imagens do local.

De acordo com o diretor do HGM, Emílio Matos, a responsabilidade em amarrar o paciente foi única e exclusivamente do médico de plantão.

Já a Prefeitura de Codó, administrada pelo médico Dr Zé Francisco, permanece calada!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.