Blog Marco Aurélio D’Eça

Uma profusão de doentes com suspeita de contaminação pelo coronavírus foram registradas nos últimos dias, em meio a um crescente número de pessoas acamadas sem acesso a hospitais e sem poder fazer testes

Uma das comunidades mais abandonadas pelo poder público maranhense, o Coroado – muitas vezes confundido com o Coroadinho – se transformou nos últimos dias em um foco de suspeitas de CoVID-19.

Em meio a uma série de pessoas doentes, com sintomas da contaminação por coronavírus, pelo menos duas mortes foram registradas nesta quinta-feira, 23, sem que as famílias pudessem, ao menos, ter a certeza de que foram vítimas da pandemia.

O blog Marco Aurélio D’Eça denunciou ontem o descaso com pacientes oriundos do Coroado, que enfrentam dificuldades de atendimento e até para fazer testes de CoVID-19.

Exatamente um desses pacientes acabou perdendo a vida no final da tarde.

Praticamente não há nenhuma rua do bairro em que não haja pelo menos um morador acamado com os sintomas da contaminação por coronavírus.

Em algumas ruas são três ou quatro casos suspeitos, muitos dos quais foram diversas vezes aos postos de atendimento e foram mandados de volta pra casa.

A realidade das ruas no Coroado – provavelmente a mesma em diversas outras comunidades carentes – não condiz com a propaganda do poder público, que fala de aumento de leitos, de compra de respiradores e de testes, sem que isso alcance quem de fato necessita.

E as mortes começam a proliferar em meio ao abandono…

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.