Completamente bêbado no trânsito, gestor de Saúde do Estado em Barra do Corda é preso

Informações de Barra do Corda dão conta de que o gestor da Regional de Saúde, com sede naquela cidade, Dilamar Filho foi preso hoje por encontrar-se totalmente embriagado dirigindo no trânsito, levando risco de vida para ele próprio e a outras pessoas.

Dilamar momentos antes de ser levado pelos policiais

Parado por policiais, o embriagado foi conduzido para a unidade da UPA até como forma de se proteger de futuros escândalos por causa de seu estado alcoólico.  Não existem informações que ele tenha sido preso; até porque vários políticos compareceram ao local para protegê-lo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pesquisas apontam vitória de Rigo Teles em Barra do Corda

O Palácio dos Leões tem monitorado a movimentação para as eleições em vários municípios. Em Barra do Corda, por exemplo, Rigo Teles ganharia com folga se a eleição para prefeito fosse hoje. O nome de Gil Lopes, presidente da Câmara Municipal, aparece em segundo, mas um pouco distante.

As pesquisas estão sendo encomendadas por vários partidos e pré-candidatos a governador, como Carlos Brandão, Weverton Rocha e Josimar do Maranhãozinho.

Em todas elas o nome do deputado Rigo Teles aparece em primeiro lugar quando o eleitor de Barra do Corda é questionado a informar sua preferência para a eleição de prefeito daquela cidade.

Mesmo sem fazer pré-campanha, o nome de Rigo Teles alcança o primeiro lugar por causa dos seis mandatos em favor de Barra do Corda e por ser o substituto natural do maior líder do local: o saudoso Nenzim, eleito várias vezes prefeito.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Irregularidades em licitação levam à proposição de Ação contra sete pessoas em Barra do Corda

A 1ª Promotoria de Justiça de Barra do Corda ingressou, em 30 de outubro, com uma Ação Civil Pública por improbidade administrativa contra sete pessoas e uma empresa envolvidas em irregularidades em um processo licitatório, realizado em 2012, para a construção de Unidades Básicas de Saúde da Família.

Figuram na ação João Pedro Freitas da Silva Filho, Valdeni Silvino da Silva, Maria Ildinar Jacauna de Sousa, Francisco Helder Milhomem Chaves, Tamara Maria Pinto Oliveira (responsáveis pelo processo licitatório), a Construtora Priscila Ltda. e seus responsáveis, Maria de Lourdes Sousa da Silva e Severino Rodrigues Barbosa.

A tomada de preços n° 003/2012 foi vencida pela Construtora Priscila Ltda. e resultou na assinatura de um contrato no valor de R$ 530.836,26 para a construção das Unidades Básicas de Saúde da Família nos bairros Tresidela e Vila Nenzin. A Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça, no entanto, apontou uma série de irregularidades no processo.

Um dos problemas encontrados foi a falta de uma série de documentos obrigatórios, de acordo com a Lei de Licitações (8.666/93). Também não constam parecer jurídico ou Documento de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

Além disso, o edital da licitação foi assinado por Valdeni da Silva, presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL) e não pela autoridade competente, como prevê a legislação. Outro ponto é o fato de que o extrato do contrato foi assinado em 12 de julho de 2012 mas foi publicado somente no dia 23 de outubro de 2012.

De acordo com o promotor de justiça Guaracy Martins Figueiredo, a Construtora Priscila Ltda. foi a única empresa a apresentar proposta de preços, o que poderia ter suscitado na CPL a necessidade de deflagração de um novo processo licitatório, garantindo o respeito aos princípios da impessoalidade e da eficiência, além de proporcionar ampla concorrência, evitando favorecimento à empresa contratada.

Na Ação, o Ministério Público requer a indisponibilidade dos réus, além da condenação de todos por improbidade administrativa. Entre as penalidades previstas estão o ressarcimento integral dos danos, perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos por oito anos.

Os envolvidos também estão sujeitos ao pagamento de multa de duas vezes o valor do dano ou de até 100 vezes o valor da remuneração recebida pelos agentes públicos na época dos fatos e à proibição de contratar ou receber benefícios do poder público pelo prazo de cinco anos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Ministério Público aciona envolvidos em licitação irregular na Câmara de Vereadores de Barra do Corda

Devido a irregularidades num procedimento licitatório da Câmara Municipal de Barra do Corda, do exercício de 2014, para a aquisição de alimentos, material de expediente e de limpeza, no valor de R$ 117.250,00, o Ministério Público do Maranhão ajuizou, no dia 22 de outubro, uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra um vereador, três servidores públicos municipais e uma empresária.

São réus na ação o vereador e ex-presidente da Câmara à época, Gilvan Oliveira Pereira, as servidoras Gilciane Silva Lopes, Maria de Fátima Gomes de Sousa e Benita Pinto Paiva – responsáveis pela licitação na modalidade tomada de preço nº 04/2014 – a empresa N.F. Bomfim Comércio e sua proprietária Núbia Fernandes Bomfim, que teria sido agraciada pelo procedimento direcionado.

A ação foi ajuizada pelo titular da 1ª Promotoria de Barra do Corda, Guaracy Martins Figueiredo.

Iniciada após denúncia anônima encaminhada à Ouvidoria do Ministério Público do Maranhão, a investigação constatou, entre as irregularidades, a falta de justificativa para as estimativas de quantidades dos produtos a serem adquiridos; ausência de informação do montante dos créditos orçamentários disponíveis para a licitação; exigência de que as empresas participantes sejam inscritas no Registro Cadastral do Município de Barra do Corda, o que não encontra amparo na Lei das Licitações (nº 8.666/1993); exigência de que o edital de licitação fosse consultado ou obtido somente na sala da Comissão Permanente de Licitação de Barra do Corda, restringindo o caráter competitivo do certame.

O membro do Ministério Público, ao se referir à falta de estudos técnicos para a compra das quantidades especificadas, chamou atenção para alguns itens a serem adquiridos, como: 400 kg de alho, 200 kg de sal, 200 kg de pimentão e 300 baldes de 20 litros. “A ausência desses estudos que comprovem a necessidade dos produtos no quantitativo indicado pode levar a um consequente desperdício de recursos públicos e aumento indevido dos custos da contratação”, ponderou.

PENALIDADES

Diante dos fatos, o Ministério Público requereu a aplicação das seguintes penalidades: a indisponibilidade dos bens dos réus; ressarcimento integral do dano; perda da função pública; suspensão dos direitos políticos por oito anos; pagamento de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Rigo Teles enaltece festa de confraternização promovida pelo Sinproesemma em Barra do Corda

O deputado Rigo Teles (PV) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na segunda-feira (21), para enaltecer a festa de confraternização realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Maranhão (Sinproesemma) de Barra do Corda, na pessoa do professor Claudio, um dos organizadores do evento promovido no último sábado (19).

O parlamentar esteve presente na comemoração e destacou a presença de várias autoridades, entre elas o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro, que já foi presidente estadual do Siproesemma.

“Eu quero aqui, além de parabenizá-los, dizer que foi uma festa muito bem organizada, bonita, com a presença de aproximadamente duas mil pessoas, entre educadores e convidados. Foi uma grandiosidade festa de confraternização, com sorteio de vários prêmios e presentes para os professores presentes ao avento”, disse o parlamentar.

O deputado falou de sua satisfação de ter participado dessa grande festa para os professores, que ele considera uma categoria da mais alta importância.

“Os professores são mestres dos mestres, que dedicam a maior parte de suas vidas ao ensino”. Fiquei muito satisfeito em fazer parte e poder contribuir com esse momento junto aos nossos educadores. Volto a parabenizar o Sinproesemma pela grande festa”, concluiu.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Rigo Teles destaca sucesso de cavalgada realizada em Barra do Corda

O deputado estadual Rigo Teles (PV) informou, na sessão desta segunda-feira (14), que foi um sucesso a “Cavalgada Nossa Senhora Aparecida”, a primeira realizada em Barra do Corda, sábado (12), mesma data em que se comemorou o aniversário da Padroeira do Brasil.

O parlamentar contou que foi procurado pelos organizadores para que contribuísse para a realização do evento, pois, apesar de Barra do Corda ter tradição em vaquejada, ainda não tinha em cavalgada. De acordo com Rigo Teles, é o esporte que mais cresce no Brasil e não somente na região Nordeste.

“No Nordeste, claro, pela característica do nordestino, das caatingas, das cavalgadas, das vaquejadas, derrubadas de bois, mas cresce muito também em todo o país, em estados como Tocantins, Goiás, Pará e Mato Grosso, além de várias outras regiões ”, afirmou.

Rigo Teles parabenizou os organizadores Valcir, Leilson, Maurício, Josivan e Eduardo Imperial, que estavam à frente do evento. “É a primeira de outras que virão e, com certeza, cada ano será maior ainda. Esse esporte resgata a cultura nordestina”.

O deputado disse que se sentiu feliz em poder ajudar a resgatar essa cultura por meio dos vaqueiros, dos boiadeiros e das amazonas, que levaram seus animais enfeitados.  “As ruas de Barra do Corda ficaram pequenas para a magnitude do evento. A cavalgada foi abençoada pelo pároco da cidade e por toda a população. Parabéns, mais uma vez, aos organizadores, a todos que contribuíram para que aquela festa fosse um sucesso. Essa cavalgada ficou na história e, com certeza, no próximo ano será bem maior e melhor”, prometeu.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeito Eric Costa e Primeira Dama Bruna Costa doam uma moto para sorteio no dia do festejo da padroeira de Barra do Corda

Na manhã dessa quarta-feira(02), o Prefeito Eric Costa e a Primeira Dama Bruna Costa estiveram no salão paroquial da igreja matriz, ocasião em que oficializaram a doação de uma moto que será sorteada nos festejos da padroeira de Barra do Corda|MA, Nossa Senhora Imaculada da Conceição, que ocorrerá no dia 08 de dezembro.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeitura de Barra do Corda entrega poço artesiano para comunidade da Vila Sampaio

A alegria tomou conta dos moradores do Bairro Vila Sampaio, nesta sexta-feira (27), com a entrega de mais um sistema simplificado de abastecimento de água feito pela prefeitura.

Com esse segundo poço implantado na comunidade, chega ao fim os problemas de abastecimento de água na vila, pois o sistema anterior, embora funcionando com eficiência, já não atendia a demanda.O trabalho não para por aí, a gestão municipal vem realizando vários investimentos para melhorar o serviço de abastecimento em todo o município.A inauguração contou com a presença de várias autoridades, dentre elas, o prefeito Eric Costa, vereadores, secretários municipais, gestores escolares e a população em geral.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Homem morre após tomar viagra em motel de Barra do Corda

Um idoso de 68 anos infartou e morreu dentro do Motel Paraíso Selvagem, na cidade de Barra do Corda. Segundo informações obtidas, o idoso estaria com uma jovem dentro do estabelecimento. Ele tomou um remédio para ereção, porém, logo após começou a passar mal.

O homem infartou ainda no quarto. Quando a equipe do SAMU chegou ao local, já o encontrou sem vida. Esse é o segundo caso de morte em motel registrada na cidade de Barra do Corda envolvendo o uso de remédio para estimular a ereção.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Juiz Queiroga Filho determina bloqueio dos bens do Presidente da Câmara de Barra do Corda

Blog Minuto Barra

O juiz Antônio Elias de Queiroga Filho, titular da 1ª vara da comarca de Barra do Corda, atendeu, um pedido do Ministério Público do Maranhão em uma Ação de Improbidade Administrativa e determinou o bloqueio dos bens do vereador Gil Lopes, presidente da Câmara Municipal de Barra do Corda.

AOS FATOS:

Após denúncia anônima, o Ministério Público instaurou Inquérito Civil Público de nº. 003/2018-PJBDC, convertido em notícia de fato nº. 025/2018 PJBDC em 07/08/2018, para apurar irregularidades no procedimento licitatório na modalidade Pregão Presencial nº. 02/2013, do tipo menor preço global, realizado no exercício 2013, pela Câmara de Vereadores de Barra do Cordacom a empresa D.S.MACEDO, tendo por objeto da contratação a prestação de serviços de locação de veículos, no valor estimado de R$ 89.400,00 (oitenta e nove mil e quatrocentos reais).

Apurou-se que, GIL LOPES, então Presidente da Câmara de Vereadores de Barra do Corda, assinou o contrato com a empresa mencionada; o pregoeiro JOSÉ DE RIBAMAR OLIVEIRA ASEVEDO, foi o responsável por todo o procedimento licitatório, na modalidade Pregão Presencial nº. 02/2013, que culminou na celebração do contrato administrativo; por sua vez, a empresa D.S.MACEDO, representada pelo também réu DJOCI SOUSA MACEDO, foi agraciada pelo certame público, recebendo o valor do contrato.

O Ministério Público solicitou documentos e informações ao presidente da Câmara, sendo encaminhado cópia do procedimento licitatório. Entretanto, após análise da Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça, foram constatadas, mediante Parecer, as seguintes irregularidades:

1- Quanto à formalização do procedimento: (a) Pesquisa de preços com três fornecedores, dentre elas a COMERCIAL J. BRAGA e a MMC COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA, que têm domicílio em municípios distantes, quais sejam, respectivamente, Cândido Mendes (605 km) e Paço do Lumiar (451km), o que é de se estranhar ante a simplicidade do objeto e ausência de empresas da região interessadas; (b) ausência da indicação do montante dos créditos orçamentários, por não haver informação sobre a rubrica a ser utilizada quanto ao saldo disponível, destacou o Ministério Público.

2- Do Edital: (a) Ausência de motivação para a falta de parcelamento do objeto licitado; (b) ausência de fixação dos locais, horários e código de acesso nos meios de comunicação à distância; (c) ausência de delegação de poderes para o réu, o pregoeiro JOSÉ DE RIBAMAR OLIVEIRA ASEVEDO, assinar o edital do pregão presencial nº. 02/2013; (d) exigências exorbitantes para comprovação da regularidade fiscal e trabalhista, como a prova de regularidade perante a fazenda municipal e Certidão de Registro Cadastral – CRC, expedida pela Câmara Municipal de Barra do Corda; destacou o promotor Guaracy Figueiredo.

3- Publicidade: (a) ausência de publicação do aviso do resumo do edital na internet, violando o art. 11, I, do Anexo I do Decreto Federal nº. 3.555/2000); (b) Publicação do extrato contrato nº. 04/2013 realizada em 09/08/2013, ou seja, além do prazo de 05 (cinco) dias úteis da assinatura, ocorrido em 14/03/2013; informou o Ministério Público na denúncia.

O Ministério Público informou ainda haver outras inconsistências, tais como: (a) única empresa concorrente, o que motivaria a reabertura do edital do certame; (b) A empresa ganhadora do certame, a ré D.S.MACEDO – ME, deveria ter sido inabilitada, pois apresentou balanço patrimonial em desconformidade ao art. 31, I, da Lei 8.666/93, não só por não conter autenticação da Junta Comercial da sede ou domicílio da licitante, como também não ter registro em seu ativo financeiro de qualquer máquina, veículo ou equipamentos, demonstrando total incapacidade técnica para execução do objeto do certame, inclusive pelo fato de não conter, em sua demonstração contábil, a execução do mesmo serviço de locação de veículos para a Câmara de Vereadores de Barreirinhas(MA). Por fim, o MP ainda aponta a ausência da designação de representação da Administração para acompanhar e fiscalizar a execução do contrato, violando o art. 67, caput, da Lei 8.666/93.

Em sua decisão para determinar o bloqueio dos bens de Gil Lopes e demais envolvidos, o juiz Queiroga Filho disse que as acusações são graves e fez os seguintes argumentos;

“No caso, a plausibilidade está presente, pois as acusações imputadas aos réus são graves.

A despeito de eventuais irregularidades formais ou de inaplicabilidade de normas federais ao procedimento licitatório na modalidade pregão, três delas não foram devidamente justificadas, mesmo após a devida notificação pelo órgão ministerial em sede de inquérito civil público. São elas:

(1) Nota-se, claramente, que a empresa contratada não detém qualquer bem ou numerário em seu acervo patrimonial.

Com efeito, o documento de folhas 41/42 do Evento nº. 19911262, relativo ao balanço patrimonial dos anos de 2006 e 2012, denota que o ativo equivale ao passivo, ou seja, não há bens em nome da empresa contratada. Sequer há valores mobiliários, veículos ou outro bem qualquer que assegure a credibilidade da empresa no mercado. Sequer consta a prestação do mesmo serviço de locação prestado à Câmara de Vereadores de Barreirinhas(MA). Dessa forma, de fato, a empresa vencedora do certame, a ré D.S. MACEDO, não poderia ter sequer sido habilitada;

(2) É de se estranhar, mais ainda, que a publicação do extrato do contrato tenha se dado quase 05 (cinco) meses após a contratação. Isso por que a contratação ocorrera 14/03/2013, enquanto que a sua publicação se deu em 09/08/2013, ou seja, além do prazo de 05 (cinco) dias úteis previstos no art. 61 da Lei 8.666/93. Não há qualquer justificativa para tanta demora, a não ser que, pelo exame de cognição sumária dos fatos e provas carreados à petição inicial, o motivo do retardo tenha sido mesmo o de escamotear a licitude da contratação;

(3) Estanha-se também não ter sido designado qualquer representante da Administração para fiscalizar e acompanhar a execução do contrato, ferindo de morte o art. 67 da Lei 8.666/93. Não se vê sequer, nos documentos que instruem o inquérito civil público anexo, quais os veículos disponibilizados na prestação dos serviços. Num exame de cognição sumária, conclui-se, a princípio, que o intuito era de, no mínimo, permitir o locupletamento indevido e às custas do erário, o que não se pode tolerar.” disse o juiz.

O magistrado disse em sua decisão que não existe outra saída, senão, em determinar o bloqueio dos bens de Gil Lopes e demais envolvidos no processo.

“Destarte, o dano, como se está a evidenciar, poderá lesar o erário (se já não se lesou), caracterizando uma imensa irreversibilidade, caso não seja decretada a indisponibilidade dos bens dos promovidos, o que frustrará qualquer eventual condenação de reparação do dano por decorrência da improbidade administrativa, diante de possível escamoteamento de bens, sobretudo por que foram despendidos R$ 89.400,00 (oitenta e nove mil e quatrocentos reais) em favor da empresa vencedora, sem que haja prova de sua idoneidade e mesmo da prestação do serviços de locação de veículos.”, disse o juiz.

Queiroga Filho não atendeu o pedido do Ministério Público na Ação para afastar Gil Lopes imediatamente do cargo de vereador e Presidente da Câmara de Barra do Corda.

“Ante o exposto, e observando o que mais consta dos autos, DEFIRO A TUTELA ANTECIPADA COM EFEITO CAUTELAR, nos termos do art. 300, do novo código de processo civil, c/c art. 7º, da Lei 8.429/92, para TORNAR INDISPONÍVEIS OS BENS dos demandados, no limite do valor do contrato – R$ 89.400,00 (oitenta e nove mil e quatrocentos reais) – até ulterior deliberação.concluiu o juiz Queiroga Filho.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pesquisa aponta favoritismo de oposição contra candidato do grupo de Eric Costa em Barra do Corda

Blog Diego Emir 

Uma pesquisa do Instituto Exata realizada entre os dias 27 e 29 de julho de 2019 na cidade Barra do Corda, aponta amplo favoritismo a oposição na disputa contra o pré-candidato do atual prefeito Eric Costa (PCdoB). Em um cenário estimulado que são colocados diversos nomes, o deputado Rigo Teles (PV), aparece como favorito com 25% da intenção dos votos, ele é seguido pelo presidente da Câmara de Vereadores, Gil Lopes com 21% e logo em seguida Adão Nunes e Nilda Barbalho com 11%, Dr Adriano Brandes com 10% e só então Van Costa com apenas 3%, aparece na simulação.

Ainda completam esse cenário, Jessé Nogueira com 3% e Adroaldo com 1%. Nulo e branco somaram 10% e não sabem ou não responderam 5% dos votos.

Em outros cenários estimulados, os números ficaram da seguinte forma: Rigo Teles 59% contra 21% de Van Costa, brancos e nulos 15% e não sabem ou não responderam 5%. Gil Lopes aparece com 62% contra 17% de Van Costa, brancos e nulos somaram 15% e não sabem ou não responderam 6%. E por fim, Nilda Barbalho aparece com 54% contra 24% de Van Costa, branco e nulo 16% e não responderam ou não sabem 6%.

Já quando Van Costa é trocado por Adão Nunes, os cenários ficam da seguinte forma: Rigo Teles tem 56% contra 25% de Adão Nunes. Nulo e branco somam 14% e não souberam ou não responderam 5%. Gil Lopes apareceu com 58% contra 20% de Adão Nunes. Nulo ou branco somaram 16% e não responderam ou não sabem 6%. Nilda Barbalho aparece com 53% e Adão Nunes com 26%. Branco ou nulo 16% e não responderam ou não sabem 5%.

Rejeição

No quesito rejeição, Van Costa apareceu com 42%; Adão Nunes 32%; Rigo Teles 22%; Nilda Barbalho 20%; Jessé Nogueira 19%; Adroaldo 19%; Gil Lopes 12%; Dr Adriano Brandes 10%. Votaria em todos 7% e não votaria nenhum 7%.

A pesquisa entrevistou 371 eleitores de Barra do Corda e a margem de erro é de 4%.

Quem é quem?

Os nomes apresentados na pesquisa Exata são representantes de grupos políticos de Barra do Corda. Van Costa é tio do prefeito Eric Costa (PCdoB), ou seja irmão do pai do gestor. Em julho desse ano, o nome foi lançado como candidato do grupo do Eric.

Já Adão Nunes, é aliado do prefeito Eric Costa, e pré-candidato a prefeito pelo PDT. Gil Lopes é o atual presidente da Câmara de Vereadores, rompeu com o prefeito Eric Costa em maio e vem se destacando na pesquisa.

Nilda Barbalho é nora do Nenzin, também é pré-candidata a prefeita pelo PSDB. Rigo Teles, atualmente no mandato de deputado estadual é cotado para disputar o cargo de prefeito pelo Partido Verde.

Dr Adriano Brandes é aliado do prefeito Eric Costa. Vitalzinho Sampaio também está ao lado do gestor do executivo municipal.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Rigo Teles parabeniza alunos de Barra do Corda medalhistas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

O deputado Rigo Teles (PV) ocupou a tribuna, na segunda-feira (26), para parabenizar os três alunos do município de Barra do Corda, que foram medalhistas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas 2019 (OBMEP). Na última sexta-feira (23), a Escola Maria Lenir participou da Cerimônia Regional de Premiação do Maranhão da OBMEP. As provas da primeira fase já foram realizadas e a segunda fase acontecerá em setembro.

Os medalhistas de bronze foram os estudantes Bruno Coimbra Silva, Iasmin Sousa da Silva, alunos da Unidade Integrada Marcelino Miranda, no Povoado Centro do Roque; e o aluno Caetano Silva de Souza, da Unidade Integrada Maria Lenir Araújo Menezes, que, pela terceira vez consecutiva, foi medalha de bronze. A OBMEP contou com 18 milhões de alunos inscritos em todo Brasil, mais de 200 mil estudantes da região do Maranhão e somente 25 medalhistas.

“Parabéns a esses alunos, em especial o aluno Caetano que, pelo seu desempenho e consistência, ganhou uma bolsa integral com direito a alojamento para estudar o ensino médio no Colégio Objetivo, de Teresina, no estado do Piauí, preparatório para o ITA e para IME. Esse garoto é um orgulho para sua família. É um orgulho para Barra do Corda e é um orgulho para o Maranhão. Parabéns a esses três alunos, que realmente abrilhantam a educação do Maranhão com essas medalhas”, destacou Rigo Teles.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.