Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Briga por terra em Zé Doca mancha a imagem de magistrado

Política
 

O juiz de Direito, Clésio Cunha, e o deputado Josimar do Maranhãozinho travam uma briga nas redes e na imprensa por causa de um terreno que pertence ao município. O juiz afirma que comprou a área, mas como bom entendedor das leis, sabe que a venda sequer foi autorizada pela Câmara Municipal de Zé Doca. E mais: adquiriu uma área que vale mais de R$ 100 mil por apenas R$ 10 mil. Quem vendeu? Para onde foi parar o dinheiro?

Deputado Josimar de Maranhãozinho e o juiz Clésio Cunha travam embate

Deputado Josimar de Maranhãozinho e o juiz Clésio Cunha travam embate

A prefeita Josinha, ampara por decisão judicial que mandou embargar a obra que vinha sendo feita no local por familiares do juiz, mandou derrubar a construção. Como o terreno foi vendido de forma ilegal e ainda pertence ao município, ela tem plenos poderes para impedir a construção pirata. Ao juiz cabe apenas buscar o dinheiro de volta, se é que ele comprou na verdade.

Por causa da derrubada, começou uma grande discussão entre o juiz Clésio e o deputado Josimar. O magistrado chegou a comparar o parlamentar ao narcotraficante Pablo Escobar. Em resposta aos ataques do juiz, o deputado disse que ele “macula a imagem da Justiça” e está “inconformado com a derrota sofrida na eleição no município, o que pode ter contrariado os interesses que tinha na antiga gestão.”

Abaixo a resposta do deputado Josimar de Maranhãozinho:

5 comentários em “Briga por terra em Zé Doca mancha a imagem de magistrado”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. joaozinho

    Esse deputado me traz a triste lembrança de Davi Alves Silva. Por que será ?

  2. JOÃO

    AMIGO lUIS CARDOSO, VEJA O NEPOTISMO NA CIDADE DE ESPERANTINÓPOLIS.
    FAZ MEDO

    Resposta

    Manda os nomes e cargos

  3. pericles

    Eu vi a nota que o Juiz divulgou, ele é peremptório ao afirmar que MANDOU O IRMÃO RETIRAR CANDIDATURA E APOIAR O OUTRO CANDIDATO. Ora, o Juiz confessa que tentou interferir na eleição de Zé Doca e isso É CRIME.
    CNJ nele, deve ser afastado e ficar recebendo seus trinta, quarenta mil por mês como é comum na máfia da toga preta.
    É fundamental que seja aprovado uma lei que acabe com os abusos de autoridades.

  4. sepulveda

    Há uma gigantesca diferença entre embargar e ordenar a demolição.

  5. José de Ribamar Flores

    O comportamento desse juiz só serve para macular a imagem do Poder Judiciário e o mais triste, é que a Corregedoria é totalmente omissa, mas, com as modificações na Lei do abuso de autoridade, esperamos que esse tipo de conduta seja ao menos reduzida.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários






  • Conheça a Creche Escola Luluzinha
  • Enquetes

    Qual avaliação que você faz dos dois primeiros anos do governo de Flavio Dino?

    Ver Resultados

    Carregando ... Carregando ...

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 8722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.