Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Sensus fecha última pesquisa: Aécio 52,1% x Dilma 47,9%

Política
 

Diário de Poder

Na última pesquisa, Sensus (a exemplo do MDA) aponta virada de Aécio

Instituto Sensus realizou a última pesquisa de intenção de votos para presidente, fechada há pouco, indicando liderança do candidato do PSDB, Aécio Neves, com 52,1% dos votos válidos. A sua oponente Dilma Rousseff (PT), segundo o Sensus, soma 47,9% dos votos válidos. Contratado pela revista IstoÉ, o levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob nº 01193/2014.

Ao contrário de todos os demais institutos de pesquisa do País, como Datafolha, MDA e Ibope, que apontavam para Marina Silva (PSB) disputando o segundo turno com a candidata do PT, o Sensus foi o único a captar o crescimento de Aécio, na reta final, sobretudo após o debate da Rede Globo, indicando que ele estaria no segundo turno, como de fato aconteceu.

Computando-se todas as intenções de voto, inclusive brancos e nulos, Aécio tem 45,7%, contra 42% de Dilma. Indecisos, brancos e nulos somam 12,4%. As entrevistas foram realizadas nesta sexta-feira (24) e hoje, e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais e para menos.

O levantamento do Sensus confirma outra pesquisa, divulgada mais cedo pela CNT/MDA, segundo a qual Aécio Neves passou à frente da candidata petista. Ele agora somaria 50,3% das intenções de votos válidos contra 49,7% de Dilma. Na última pesquisa CNT/MDA, divulgada no dia 20 de outubro, Dilma aparecia com 50,5% dos votos válidos, contra 49,5% de Aécio.

A intenção de votos espontânea mostra os candidatos empatados tecnicamente. Aécio tem 44,4% dos votos e Dilma, 43,3%. Na pesquisa estimulada os números vão a 45,3% para o tucano e 44,7% para a candidata à reeleição.

TRE concentra esforços para oferecer transporte a eleitor

Judiciário
 

Corregedor eleitoral Antonio Guerreiro Júnior: "abstenção preocupa"

Corregedor eleitoral Antonio Guerreiro Júnior: “abstenção preocupa”

O Maranhão teve um dos maiores índices de abstenções no Brasil e, mesmo com o imenso trabalho dos últimos dias, na preparação da votação de domingo, a Justiça Eleitoral ainda tenta aumentar a abrangência e disponibilização de transporte aos eleitores, com vistas a garantir o mais pleno exercício da cidadania, principalmente da população mais humilde, que, na maioria das vezes, é a principal prejudicada pela ausência de transporte.

O TRE/MA já solicitou informações para todas as zonas eleitorais do estado acerca do oferecimento de transporte aos eleitores, por determinação do desembargador Guerreiro Júnior, corregedor do Tribunal, que deferiu em parte um pedido formulado e solicitou que todas as zonas eleitorais informassem acerca “das rotas de transporte definidas no âmbito da respectiva circunscrição”.

O advogado eleitoralista Márcio Endles comentou a decisão do TRE/MA: “O transporte dos eleitores, conforme a Lei nº 6.091/74 e da Resolução TSE nº 9.641/74, é de responsabilidade das zonas eleitorais, que devem fazer as requisições necessárias de veículos, desde ônibus do transporte público, escolar e outros, para credenciar estes veículos e oferecer transporte aos eleitores no dia da eleição. Ocorre que em algumas localidades do Maranhão os partidos políticos e responsáveis pelos veículos não têm colaborado com as Zonas Eleitorais.”

A problemática do transporte é uma questão de interesse público, para oferecer aos eleitores a oportunidade de exercer seu direito ao voto e, em vários lugares do país, tem sido adotada uma medida simples e eficaz, os juízes eleitorais, de onde os partidos e interessados não se manifestam para credenciar veículos, têm credenciado os veículos do transporte escolar dos municípios e determinado que estes façam as rotas convencionais no domingo, só que transportando eleitores, pois, via de regra, as seções eleitorais são instaladas nas escolas alcançadas pelo transporte escolar municipal que, por determinação legal, devem atingir todos os povoados.

Mais

A questão do oferecimento de transporte aos eleitores é uma preocupação nacional demonstrada pelo próprio TSE e já vêm sendo tomadas medidas por todos os TRE’s do país, como no tribunal do Piauí, onde o presidente, Des. Edvaldo Moura, conclamou: “os Juízes das Zonas Eleitorais e as respectivas Comissões de Transporte, envidassem esforços no sentido de viabilizar o transporte de eleitores em veículos previamente credenciados pela Justiça Eleitoral, no 2º turno das eleições que ocorrerá neste domingo, 26 de outubro”.

Fique por dentro de tudo que vai acontecer neste domingo de eleição

Política
 

A exemplo do primeiro turno das eleições de 2014, realizadas no dia 5 de outubro, o Blog do Luis Cardoso vai acompanhar todo o processo eleitoral da segunda etapa do pleito, a ser realizada neste domingo (26), que vai definir quem será o Presidente da República.

Você, leitor assíduo, vai ficar por dentro de tudo que acontece no Maranhão e no Brasil: tentativas de fraldes, confusões, a votação nos principais postos e colégios eleitorais do Estado e do país e todo o processo de apuração que, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deve encerrar amanhã às 20 hs, horário de Brasília.

No Maranhão, a votação obedecerá ao horário local: das 8h às 17h, apesar de vários estados brasileiros terem adotado o horário de verão. O Tribunal Regional Eleitoral já fez um alerta aos eleitores quanto ao horário.

Então você já sabe, continue conosco e estará bem informado!

Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, diz Datafolha

Política
 

Levantamento com 19.318 eleitores foi feito nos dias 24 e 25 de outubro.
Margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Do G1, em São Paulo

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
– Dilma Rousseff (PT): 52%
– Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

De acordo com o Datafolha, a presidente Dilma Rousseff (PT) chega à véspera da votação empatada tecnicamente com seu adversário, Aécio Neves (PSDB). Mas, segundo o instituto, “é maior a probabilidade de Dilma estar à frente”.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 53%, e Aécio, 47%.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

– Dilma Rousseff (PT): 47%
– Aécio Neves (PSDB): 43%
– Em branco/nulo/nenhum: 5%
– Não sabe: 5%

Os dois candidatos estão tecnicamente empatados dentro do limite da margem de erro.

O Datafolha ouviu 19.318 eleitores em 400 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01210/2014.

Com horário de verão, novo presidente deve ser conhecido às 20h de domingo

Política
 

Com o início do horário de verão no último dia 19 de outubro, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) prevê divulgar o nome do presidente da República a partir das 20h (horário de Brasília), quando encerrar a votação no extremo oeste do Amazonas e no Estado do Acre.

As duas regiões têm fuso com duas horas de diferença em relação ao horário de Brasília. Com o horário de verão, a diferença passa a ser de três horas. Já Roraima, Rondônia e a maior parte do Amazonas terão duas horas a menos em relação a Brasília.

Com a mudança de horário, os Estados do Nordeste e mais o Tocantins, Pará e Amapá passam a ter uma hora a menos em relação a Brasília. Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, mesmo adotando o horário de verão, mantêm uma hora a menos em relação a Brasília. Os brasileiros que moram nas regiões Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste adiantaram seus relógios em uma hora.

Essa é a 39ª vez que o Brasil adota o horário de verão, que tem o objetivo de melhorar o aproveitamento da luz solar e aliviar as linhas de transmissão e distribuição de energia no período de pico de consumo, das 18h às 21h.

O presidente da corte, Dias Toffoli, estima que o resultado da eleição para presidente da República será definido por volta das 19h30 de domingo. No primeiro turno das eleições, realizado em 5 de outubro, o horário de verão ainda não estava em vigor.

Na ocasião, os resultados das urnas para disputa presidencial começaram a ser divulgados a partir das 19h. Às 19h56min28s, o TSE já havia apurado 91% das urnas do país e tinha confirmado, matematicamente, que Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) disputariam o segundo turno do pleito.

Governador

Nas 14 unidades federativas que terão segundo turno para governador (Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá, Pará, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul), o resultado da apuração começa a ser divulgado pelo TSE logo após o término da votação, às 17h (horário local), que começa a partir das 8h (horário local).

Fonte: Folha de S. Paulo

Tudo pronto em São Luís para a votação do segundo turno

Maranhão
 

Os 266 locais de votação de São Luís já estão prontos para receber os quase 620 mil eleitores que irão às urnas na capital amanhã, no segundo turno das eleições. Durante todo o dia de ontem, foi intensa a movimentação nas escolas em que foram montadas as cabinas de votação. As aulas foram suspensas para que mesários e funcionários do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) pudessem instalar as urnas eletrônicas e identificar as salas com os números das seções eleitorais. A frota de ônibus e o policiamento serão reforçados durante toda a votação, que ocorrerá das 8h às 17h, em horário local.

Segundo o TRE, a estrutura que será utilizada amanhã é praticamente a mesma do primeiro turno. As únicas mudanças foram a instalação de três novos postos de transmissão em São Luís: no CSU Cohab, Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo, localizado na Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e no Colégio Dom Bosco, no Renascença II. Com isso, foram totalizados 106 Postos Avançados de Transmissão (PATs). No primeiro turno foram 103 PATs. Outra modificação é na atuação da Força Nacional de Segurança, que ficará restrita à Região Metropolitana de São Luís.

A instalação das urnas eletrônicas ocorreu no fim da tarde. Após a identificação de todas as seções e instalação das urnas, os equipamentos foram testados e lacrados para garantir a lisura do processo. Após os testes, os locais de votação foram trancados e policiais militares fazem a segurança, impedindo o acesso de pessoas não autorizadas. As escolas só serão abertas amanhã, quando chegarem os mesários para início do atendimento aos eleitores. Todo o processo de organização dos locais de votação é acompanhado por um oficial do TRE-MA.

Em São Luís, funcionarão nove zonas eleitorais, divididas em 266 locais de votação. A capital é o maior colégio eleitoral do estado e concentra 13% do total de eleitores de todo o Maranhão. Na capital funcionam as zonas 1ª, 2ª, 3ª, 10ª, 76ª, 88ª, 89ª, 90ª e 91ª. Todas elas localizam-se no Fórum Eleitoral Desembargador Francisco Costa Fernandes Sobrinho, na Avenida Senador Vitorino Freire, Madre Deus, onde foram treinados os mesários que trabalham nesta eleição.

Os mesários receberam treinamento sobre como desempenhar a função para que nenhum problema ocorra durante as eleições e para que fossem passados a eles os atuais procedimentos adotados pela Justiça Eleitoral. O eleitor que ainda tiver dúvidas poderá checar qual o seu local de votação por meio do site (www.tre-ma.jus.br) ou através do Disque-Eleitor (0800-098-5000).

As eleições

Lei Seca - A venda e consumo de bebida alcoólica estará proibida, em todo o estado do Maranhão, das 18h de hoje até as 18h de amanhã, durante este segundo turno. O descumprimento da determinação consistirá em crime de desobediência, punível com detenção de 15 dias a seis meses ou multa, conforme o artigo 330 do Código Penal Brasileiro.

Transporte - A frota de ônibus circulará durante todo o dia, amanhã, com o mesmo quantitativo operante nos dias normais, de acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). A decisão foi tomada em comum acordo com todas as empresas e consórcios que operam no sistema integrado de transporte coletivo de São Luís e comunicada ao TRE/MA.

Segurança - Um contingente de 2 mil policiais militares será responsável pela segurança na Região Metropolitana de São Luís. Além disso, o policiamento nos locais de votação e nas áreas próximas será reforçado. As atividades da PM serão desenvolvidas com o auxílio de viaturas, motocicletas e por meio do policiamento a pé.

Eletrônicos - Considerados inseparáveis por muitos eleitores, celulares, smartphones, tablets, câmeras digitais e aparelhos de MP3 não podem ser levados para a cabine de votação, devendo ficar com os mesários. O eleitor que fizer uma selfie na urna durante a votação pode pegar até dois anos de prisão e pagar multa de cerca de R$ 16 mil. O ato pode ser considerado boca de urna.

Boca de urna - Amanhã, até o término do horário de votação, que acontece das 8h às 17h (horário local), é proibida a aglomeração de pessoas usando camisetas, bonés do partido ou outros instrumentos de propaganda, de modo a caracterizar manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos. Todas as infrações serão coibidas por fiscais do TRE-MA.

Manifestação - O eleitor só pode manifestar sua preferência por partido político, coligação ou candidato, por meio de bandeiras, broches ou adesivos, desde que isso ocorra de forma individual e silenciosa. Bastam duas pessoas usando a mesma camisa de um candidato reunidas em praça pública para o ato ser considerado infração eleitoral.

Prisões - Desde terça-feira, 21, nenhum eleitor pode ser preso. Pela Legislação Eleitoral, nos cinco dias que antecedem as eleições, até dois dias após o término do pleito, só podem ser detido o eleitor que for pego em flagrante, aquele contra o qual exista uma sentença criminal condenando-o por crime inafiançável, como racismo, ou por desrespeito a salvo-conduto.

O Estado

Advogado da candidata Dilma Rousseff solicita retirada de postagem do Blog do Luis Cardoso

Política
 

Reproduzido por incorreção

Atendendo ao pedido da Coligação Nacional ‘Com a Força do Povo’ da candidata Dilma Rousseff (PT), o Blog retirou desde ontem postagem em que a presidente da República se considera ofendida e os seus advogados alegam que a informação aqui publicada não é verídica.

Trata-se de uma notícia em que uma pessoa que se apresentou como suposta manate da presidente ingressou na justiça pedindo indenização e pensão. O advogado da coligação nacional de Dilma Marcelo André Bulgueroni, fez uma solicitação extrajudicial em que pede a retirada, no que foi prontamente atendido pelo Blog do Luis Cardoso.

Abaixo a íntegra da notificação extrajudicial.

Doc 1

Doc 2

Doc 3

CNT mostra Aécio com 50,3% e Dilma com 49,7% dos votos válidos

Política
 

Pesquisa CNT/MDA, divulgada na manhã deste sábado (25/10), mostra o candidato do PSDB, Aécio Neves, na frente da corrida presidencial, mas tecnicamente empatado com a candidata do PT, a presidente Dilma Rousseff.

Considerando apenas os votos válidos, o tucano tem 50,3% das intenções de voto diante 49,7% da petista. No montante global, considerando o percentual de indecisos, brancos e nulos, Aécio foi o escolhido de 45,3% dos entrevistados e Dilma, de 44,7%.

Na pesquisa anterior, feita entre os dias 18 e 19, Dilma aparecia na frente, com 50,5% dos votos válidos. Aécio tinha 44,5%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com grau de confiança de 95%. A CNT/MDA entrevistou 2.002 pessoas de 23 a 24 de outubro, em 137 municípios de 25 unidades da federação.

A sondagem também calculou a rejeição de cada candidato. A presidente Dilma é a que tem o maior índice, com 43,3%. O percentual de entrevistados que disse que a petista é a única em que votariam é de 37,9% e o índice dos que disseram que poderiam votar nela é de 17,3%. O tucano tem uma taxa de rejeição de 42,8% e é o único em que 38,4% votariam. O indicador dos que poderiam votar nele é de 16,3%.

Fonte: Correio Braziliense

Segep nega acusação de licitação direcionada para empresa de crédito

Política
 

Nota de Esclarecimento

A Secretaria de Estado da Gestão e Previdência – SEGEP, em respeito à opinião pública, se manifesta acerca de fatos inverídicos postados em blog, em 24/10/2014. Assim esclarece.

I – que se encontra em tramitação, nesta Secretaria, “certame licitatório” objetivando a “contratação de empresa especializada para implantação e administração de produtos e serviços consignados em folha para servidores ativos, inativos, aposentados e pensionistas do Estado do Maranhão”;

II – que o “certame licitatório” em curso é sob a modalidade de “Pregão Presencial” (nº 18/2014), cujo “Aviso de Licitação” e regramento editalício foi tornado público, em edição do Diário Oficial do Estado, datado de 18.07.214;

III – que o edital publicado não foi impugnado por nenhuma das partes, conforme facultado em lei;

IV – que o certame, em curso, decorreu da necessidade de regularização de “Termo de Cessão de Direito”, outorgado a um dos licitantes (empresa Consignum), por 05 (cinco) anos e vencido em agosto passado;

V – que do certame não restará nenhum dispêndio ao erário público, tal como vinha acontecendo com o Termo de Cessão de Direito, outorgado preteritamente à empresa Consignum;

VI – que a empresa Consignum foi inabilitada, em sessão anterior do pregão presencial, realizada em 04/08/2014, por apresentação de Certidão em desconformidade com o item 7.7.2 do Edital;

VII – que em todos os atos processuais praticados restou configurado o respeito à lei, inclusive, o “direito à ampla defesa e ao contraditório”, exercidos, aliás, pelos “licitantes”, sem quaisquer prejuízos, ao processo; ao seu resultado e às partes envolvidas;

VIII – que o certame licitatório teve prosseguimento, no dia 24.10.2014, às 16h30, na sede da Segep, em sessão pública, conforme determinado no Mandado de Segurança n◦ 48799/2014, impetrado pela empresa Expressocard contra a suspensão do certame decorrente de reclamação da empresa Consignum ao TCE/MA, conforme pode ser verificado no site jurisconsult.tjma.jus.br.

IX – que todos os atos e documentos contidos no processo, sob nº 0195081/2013, disponíveis na seda da Secretaria, observaram e observarão a comandos legais aplicáveis, tendo como fundamento apenas o interesse público;

Secretaria de Estado da Gestão e Previdência

Nota do Blog

A Segep omite detalhamento maior e mais esclarecedor sobre a posição do Tribunal de Contas do Estado que encontrou vícios e direcionamento no edital e que embargos estão sendo analisados pelo Tribunal de Justiça do Maranhão.

Também não explicou que a empresa que vai ganhar o certame viciado leva dos consignados uma parte financeira e outra do Banco do Brasil, não realizando, portanto, sem levar a sua parte por indicação da própria Segep.



Contatos

E-mail: [email protected]
Telefone: 98 3236-1351
Celular: 98 8722-6094

Arquivos

Posts ordenados por data de publicação.