Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Filho de prefeito é pego com mais de R$ 1 milhão em muamba no MA

Política
 

Caminhões utilizados no contrabando eram alugados para a prefeitura de Apicum Açu.

Dupla foi presa em flagrante pela PM

Dupla foi presa em flagrante pela PM

Uma operação realizada pela Policia Militar aprendeu na tarde desta sexta-feira, 12, na cidade de Cururupu, dois caminhões carregados com cigarros contrabandeados.

Foram presos em flagrante Domingos Foicinha Neto , 23, e Rodolfo Romero Ferreira Oliveira, 26, pelos crimes de contrabando e associação criminosa. Com ele foram apreendidos dois caminhões cheios de cigarros e um Fiesta sedan. A carga contem 24.400 caixas de cigarros e está avaliada em mais de R$ 1 milhão de reais.

Durante depoimento, Rodolfo Romero afirmou ser filho adotivo do prefeito  de Apicum-Açuda Cláudio Cunha e que os  dois caminhões utilizados no contrabando são alugados para a prefeitura municipal.

A dupla não afirmou qual seria o destino da mercadoria, apenas afirmaram terem sidos contratados por um senhor conhecido como “Dico”.

A organização criminosa desbaratada demonstra alto nível de potencialidade já que os presos estão acompanhados por três advogados.

A operação foi realizada pela Policia Militar equipe do Tenente Henrique. A carga apreendida, os dois caminhões e o Fiesta sedan encontram-se apreendidos na DP de Cururupu, e os dois conduzidos serão encaminhados a unidade prisional.

12722141_1051558058240677_898951660_n

12695951_1051558071574009_1674607071_n

 

Carga de apenas um dos camimhões.

Carga de apenas um dos camimhões.

12735615_1051558051574011_841475582_n

Pacientes denunciam calamidade no Hospital Socorrão II

Política
 
Caos instalado no Hospital atinge pacientes

Caos instalado no Hospital atinge pacientes

É Caótica a situação em que se o Hospital Dr Clementino Moura, o Socorrão II. A falta de administração tem sido denunciada constantemente por pacientes e familiares.

Além dás já conhecidas falta de leitos, a superlotação de pacientes nos corredores, assim como, a falta de seringas apropriadas para o uso das medicações são fatores que tem afetado quem precisa de atendimento.socorrao-corredor1

O acúmulo de pacientes sendo atendidos no chão do hospital também chama à atenção e tudo isso só aumenta por falta de cirurgias que não estão sendo realizadas. Enfermos com fraturas graves passam dias no chão em camas improvisadas feitas com papelão.

Cadeiras e bancos não são cedidas para os pacientes e todas as macas sempre estão ocupadas.

Os mais atingidos também são os funcionários que ficam expostos a fúria devido a calamidade em que se encontra o local.

 

TJMA recebe denúncia contra o prefeito de Pedreiras

Política
 
Prefeito-Francisco-Antonio-Silva-mais-conhecido-como-“Totonho-Chicote”.

Prefeito de Pedreiras

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) recebeu denúncia contra o prefeito de Pedreiras, Francisco Antônio Fernandes da Silva, acusado pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) de desvirtuar o caráter competitivo em seis procedimentos licitatórios naquele Município.

De acordo com o MPMA, o prefeito cometeu várias irregularidades com a nítida intenção de restringir o acesso de participantes nos referidos processos licitatórios, beneficiando diretamente as empresas vencedoras dos certames (Pregão Presencial nº 059/2013, Pregão Presencial nº 054/2013, Tomada de Preços nº 002/2013, Tomada de Preços nº 010/2013, Pregão Presencial nº 037/2013 e Pregão Presencial nº 34/2013).

As mesmas teriam sido contratadas sem apresentar diversos documentos de habilitação exigidos. A soma dos valores contratados atingiu a marca de mais de R$ 5 milhões.

Segundo a denúncia, os editais dos processos licitatórios continham cláusulas restritivas à competitividade. As licitações teriam sido conduzidas sem a devida observância ao regramento legal atinente à publicidade, reduzindo sensivelmente a participação de empresas interessadas em participar dos certames.

Em sua defesa, o prefeito Francisco Antônio apontou equívoco na denúncia do MPMA, afirmando que as cláusulas apontadas como restritivas visaram tão somente assegurar que os objetos licitados fossem plenamente executados.

Quanto à observância do Princípio da Publicidade, ressaltou que todos os procedimentos licitatórios impugnados tiveram seus editais publicados no Diário Oficial da União, Diário Oficial do Estado e no Jornal dos Municípios, vinculado à FAMEM.

Para o relator do processo, desembargador Vicente de Paula, a denúncia do MPMA preenche todos os requisitos do artigo 41 do Código de Processo Penal, por trazer a exposição completa dos fatos e circunstâncias em que ocorreram as irregularidades.

“O recebimento da denúncia é medida que se impõe, viabilizando-se com a instauração da ação penal, a imprescindível instrução processual para apuração dos fatos”, assinalou o magistrado.

O voto do relator foi seguido pelos desembargadores José Bernardo Rodrigues (presidente da câmara) e José Luiz Almeida.

Emenda de Zé Carlos propõe prorrogação de prazo para dívidas de trabalhadores rurais

Política
 

llllO Deputado Federal Zé Carlos (PT/MA), após diálogo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (CONTAG) e ouvir da entidade um relato da difícil situação pela qual passam os trabalhadores rurais que, nos últimos anos, têm recorrido a empréstimos para a manutenção de suas atividades no campo, apresentou ontem (11/02) uma emenda à Medida Provisória 707/2015, prolongando até 31 de dezembro de 2016 os prazos para que os pequenos agricultores do país possam pagar suas dívidas com a União, decorrentes de contratos de crédito rural celebrados entre 2006 e 2014, sem que essas dívidas venham a ser inscritas na Dívida Ativa da União ou sofram cobranças judiciais.

A MP 707/2015, que foi publicada pelo Governo em dezembro de 2015 e ainda aguarda apreciação pelo Congresso Nacional, permite a suspensão da inscrição na Dívida Ativa e de cobrança judicial apenas para os contratos assinados até 2006.

De acordo com o Deputado petista, o alcance da medida apresentada pelo governo não é suficiente, em razão da realidade de milhares de pequenos agricultores que, mesmo após 2006, precisaram utilizar novos empréstimos para financiamento da produção, principalmente em razão das prolongadas estiagens dos últimos anos, fazendo com que não tivessem e ainda não tenham condições de honrar seus compromissos.

O parlamentar maranhense diz ainda que iniciará agora a articulação junto aos demais deputados da Câmara Federal para convencimento da aprovação e importância dessa emenda para os agricultores brasileiros, em especial os da agricultura familiar.

Fingia que ia pra academia, mas malhava no motel

Política
 

A bela loira abaixo saia de casa todos os dias dizendo que ia malhar na academia e cada vez mais ficava com o corpo de chamar atenção e parar o trânsito de qualquer cidade.

12746291_1051366091593207_627855886_n

No entanto, depois que um vídeo vazou nas redes sociais a loira estava mesmo era fazendo exercícios sexuais na cama de um motel com o amante.

E o traído do marido que paga a academia e compra os suplementos estava no trabalho dando maior duro. Este foi mais um fato de trairagem que abalou Assu, no Rio Grande do Norte, uma cidade conhecida pelo grande número de mulheres infiéis.

Aqui em São Luís, Bacabal, Imperatriz, Caxias, Barra do Corda, Santa Inês, Coroatá existem muitas mulheres malhando sem calcinha.

Veja o vídeo da traição.

 

 

Sérgio Frota propõe a inserção do tipo sanguíneo nos documentos de identificação

Política
 
Deputado Sérgio Frota

Deputado Sérgio Frota

O deputado estadual Sérgio Frota é autor de um projeto de lei que determina a inserção do tipo sanguíneo e do fator Rh nos documentos de identificação no estado do Maranhão. A proposta de lei do parlamentar tem em vista a segurança do cidadão maranhense que tiver esses dados em seu RG.

Segundo Frota, o projeto age de modo a facilitar o trabalho das equipes de salvamento e emergências de hospitais nos primeiros socorros. “Quando houver a necessidade de receber doação e/ou transfusão de sangue, em razão de acidente, ferimento ou outros traumas eventuais, a rápida identificação no documento facilita e acelera o processo de atendimento na unidade de saúde”, explica o parlamentar.

Caso aprovado, a exigência valerá para outros documentos de identificação pessoal como Carteira Nacional de Habilitação e Carteira de Identidade Funcional, todos expedidos a partir da validade da proposta.

Justiça nega pedido de liberdade provisória a envolvido na morte de Décio Sá

Política
 

jose-alencar-e-o-seu-filho-glaucio-alencar-77271A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) negou pedido de liberdade provisória em favor de José de Alencar Miranda Carvalho, acusado de ser um dos mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá e de integrar uma quadrilha, envolvida no homicídio que vitimou o empresário Fábio Brasil, em Teresina (PI).

No pedido, a defesa de José de Alencar Miranda relata que em julgamento no dia 4 de dezembro de 2014, a 2ª Câmara Criminal do TJMA substituiu a prisão preventiva por prisão domiciliar, mas que, porém, o estado de saúde do acusado se agravou com o surgimento da doença Blebs Pleurais, exigindo a aplicação da medida solicitada.

Para o relator do processo, desembargador José Luiz Almeida, o suposto agravamento do estado de saúde de José de Alencar Miranda Carvalho não justifica – por si só – a revogação da prisão domiciliar, uma vez que esta não impede que ele receba tratamento médico adequado. O entendimento do relator foi seguido pelos desembargadores José Bernardo Rodrigues (presidente da Câmara) e Vicente de Paula.

Ao se manifestar sobre o pleito formulado pela defesa, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) apontou que os documentos anexados aos autos não comprovam a alegada gravidade da doença ou que ele corra risco de morte.

Sustentou, ainda, que a prisão domiciliar foi concedida justamente para atender à necessidade excepcional de tratamento de saúde de José de Alencar Miranda Carvalho, que não estaria impedido de receber auxílio médico em casa ou em qualquer unidade hospitalar, após autorização judicial, precedida pela análise da medida.

Em seu parecer o órgão ministerial afirma ainda que a soltura incondicionada ou mesmo monitorada, oferece risco à ordem pública, diante da gravidade da conduta que lhe fora imputada, acusado de ser um dos mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá e de integrar uma organização criminosa de grande poderio econômico.

Prefeito de Humberto de Campos esclarece ausência do carnaval

Política
 

Em virtude a postagem  publicada aqui no Blog do Luís Cardoso, informando o gasto de R$ 240 mil reais com carnaval fantasma em Humberto de Campos, o prefeito do município Raimundo Nonato encaminhou ao titular da página esclarecimentos sobre o processo licitatório.

Meu caro Luís Cardoso,

Em resposta à matéria publicada no Blog de sua responsabilidade, sob o título “PREFEITO DE HUMBERTO DE CAMPOS, GASTA R$ 250 MIL EM CARNAVAL FANTASMA”, temos o seguinte a esclarecer:

– Houve o processo licitatório, tipo Pregão Presencial nº 03/2016, tendo como objetivo “Eventos Festivos”, visando a realização de vários eventos festivos que são tradicionais no município de Humberto de Campos, tais como: São João, Festa de Santa Ana, Aniversário da cidade, e carnaval, sendo este último, arrematado no valor de R$ 170.000,00(cento e setenta mil reais), pela Banda Reprise sonorizações.

– Realizar um processo licitatório, não implica de fato, na realização dos eventos citados, vez que, licitação nada mais é, que, estimativas de despesas, despesas que poderão serem efetivadas ou não, como foi o caso do Carnaval, que por medida de prudência e de bom senso, a Prefeitura de Humberto de Campos, achou por bem não realiza-lo.

– Destaco, que não houve pagamento de despesas, para serviços não prestados, sendo pago somente os serviços efetivados, o que não gerou nenhum dano ao erário público.

– Esclareço ainda, que com a quebra do repasse do FPM – Fundo de Participação dos Municípios, e diante do “rombo”, deixado pelo ex-gestor “Guto”, o município tem enfrentado dificuldades financeiras, e preocupado com o possível atraso nos pagamentos de salários de servidores e fornecedores, a Prefeitura, resolveu cancelar a realização do carnaval, como forma de evitar um colapso maior na economia do município.

– A Prefeitura, mesmo diante de tamanha dificuldades financeiras, forneceu um incentivo aos blocos de ruas e promoveu a segurança da cidade, e com ajuda de um grupo de pessoas, dos quais destaco, Zeca Frazão, Webster Mendes, Jorim Ithamar, Raimundinho de Fala Franco e os vereadores Jam e Augusto Filho, se juntaram e realizaram o carnaval na praça da Matriz, alegrando as noites no município de Humberto de Campos, conforme pode ser visto nas fotos anexadas.

– Por fim, o que se conclui, é que tudo não passa de uma mera perseguição de grupos políticos de oposição, que tentam de toda forma, desestabilizar a atual administração, plantando inverdades e fatos fantasiosos.

Na certeza de ter prestado as informações necessárias, renovo voto de elevada estima e apreço.

Raimundo Nonato dos Santos – Pref. de Humberto de Campos

Flávio Dino tira de Coroatá investimento de R$ 65 milhões

Política
 

No final do ano de 2015, o Congresso Nacional, ao aprovar o Plano Plurianual, viabilizou recursos para que a EMBRAPA COCAIS implantasse sua sede definitiva no município de Coroatá no Maranhão.

De acordo com a publicação do Diário Oficial da União dia 14 de janeiro, a presidente Dilma Rousself contrariou a vontade do Congresso e da própria EMBRAPA vetando este grande investimento para a região, provavelmente uma decisão estimulada pelo governador Flávio Dino, que tenta tirar qualquer possibilidade de grandes empreendimentos para Coroatá, cidade do seu maior adversário político.

“Esse investimento de R$ 65 Milhões para implantação da Embrapa Cocais seria essencial para o desenvolvimento da região e do município que se preparou para receber investimentos de grande porte como esse.

Foi um reconhecimento do Congresso Nacional ao aprovar essa iniciativa no PPA, graças à importante atuação do deputado federal Hildo Rocha. Mas, infelizmente, vetado pela presidente, mesmo contrariando a decisão do congresso e até a necessidade da própria Embrapa Cocais. Foi uma decisão política, com certeza motivada pelo governador Flávio Dino que tenta frustrar novos avanços para Coroatá. Dessa forma ele não só prejudica um município, mas um estado inteiro”, afirmou a deputada Andrea Murad.

image

Tendo em vista que a Empresa Cocais já se encontra instalada em São Luís/MA, houve perda de objeto da iniciativa proposta”, diz a razão do veto.

 O próprio site da EMBRAPA COCAIS desmente a razão do veto. A Empresa Cocais cita a necessidade de uma sede definitiva que possa atender o desenvolvimento regional de sua área de abrangência.

“Considerando as metas, contribuições e focos de atuação da Unidade, além da infraestrutura a ser definida, em termos de construção da sede definitiva e de laboratórios e também a aquisição de campos experimentais”, revela o site.
Atualmente a sede funciona em prédio no bairro Turu em São Luís / MA

Sede da Embrapa

Sede da Embrapa

“Num ato de pura vingança, movido por meros interesses pessoais, Flávio Dino exigiu que Dilma vetasse a  instalação da sede da EMBRAPA COCAIS em Coroatá, cometendo mais uma traição aos interesses do nosso estado, apenas motivada pela perseguição insana e implacável movida por Flávio Dino contra mim, quem ele elegeu seu principal inimigo”, disse Ricardo Murad.

Em confronto com policiais, sequestradores de filho de empresário da capital são mortos

Política
 

Os três bandidos levaram a pior depois de tiroteio com policiais, na zona rural do município de Alto Alegre. Depois de um serviço silicioso de investigação,  policiais da Seic localizaram nesta madrugada de hoje um cativeiro para o qual seria levado o filho de um conhecido empresário de São Luís que que estava sequestrado.

jj

Na hora em que os policiais chegara, houve intensa troca de tiros e três sequestradores morreram durante o confronto.

Trata-se de Sebastião Soares da Silva, vulgo Tião, foragido de Justiça e condenado há mais de 100 anos de prisão por sequestro, sendo o autor de um de uma criança em Imperatriz, no ano de 2012.

Carlos Alberto mesquita dos Santos Sousa, vulgo Sharon, foragido de Justiça, condenado a 80 anos de prisão por roubo a banco e caixa forte.

Joaquim Neto Alves Leal, foragido de Justiça, condenado por roubo e assaltos e bancos. Foram apreendidos com eles um revólver Magnun 357, uma pistola 7.65 e um revólver calibre 38.

Governo faz uso político de distribuição de sementes em Coelho Neto

Política
 

O Governador Flávio Dino, achando que ainda navega na onda da popularidade que o elegeu em 2014 com falsas promessas de mudanças, decidiu atropelar a legitimidade dos municípios nas ações que chegam a cada cidade.

De forma atabalhoada e autoritária, passou a fazer uso político até na distribuição de sementes agrícolas, sob o comando de seus aliados políticos.

Ao invés de chamar as secretarias de Agricultura dos municípios para que procedam a entrega, até porque os órgãos que possuem o cadastro de todos os agricultores, a distribuição é feita exclusivamente por pré-candidatos de seu grupo.

Em Coelho Neto não foi diferente. O assessor da Secretaria de Estado da Articulação Política, Francisco Duduzinho,  escolheu a entrega de sementes para agricultores no intuito de promover dois dos pré-candidatos ao cargo de prefeito da cidade.

O que parecer ser ilegal  pela Justiça Eleitoral, aos olhos do governo tem sido algo natural na tentativa de alavancar seus  pré-candidatos Claudio Furtado (PCdoB) e Luis Serra (PSDB), que pousaram como as “estrelas” do evento e responsáveis pela distribuição de sementes dos agricultores com direito a foto e tudo mais.

O prefeito Soliney Silva, por não rezar na cartilha do Palácio dos Leões, tem sido alvo de duras perseguições e retaliações desde que o comunista assumiu o poder. O pior é que o Ministério público assiste a tudo calado, cego, surdo e mudo.

Alunos do IFMA são expulsos de ônibus escolar no Sul do MA

Política
 

Alunos que estudam no Instituto Federal do Maranhão localizado em São Raimundo das Mangabeiras, foram vítimas de constrangimento na manhã desta quinta-feira, 11, quando se preparavam para ir estudar. De acordo com os pais dos alunos, eles foram expulsos de dentro do ônibus escolar e não se sabe por qual motivo.

Os estudantes são moradores de Sambaíba, e por conta disso são transportados em um ônibus escolar alugado pela prefeitura. Porém, hoje, foram impedidos de entrarem no ônibus sem um aviso prévio ou esclarecimento algum.

Os pais pedem agora na promotoria que o caso seja solucionado para que os filhos não fiquem prejudicados. Os familiares alegam também que não podem arcar com o custo do transporte dos filhos.

Abaixo o documento entregue na promotoria da cidade e a listagem com a relação dos alunos expulsos.

 

12666537_1050794201650396_1089831432_n

ônibus escolar em Sambaíba

oo





  • Enquetes
    Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 8722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.