Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

SSP encerra curso de operações táticas especias em São Luís

Polícia
 

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) realizou na manhã deste sábado (20) a solenidade de encerramento do Curso de Operações Táticas Especiais (COTE), no Parque Botânico Vale, em São Luís. Na ocasião, 23 alunos foram diplomados e receberam o brevê, que simboliza o ingresso no Grupo de Resposta Tática (GRT).

Estiveram presentes, o subdelegado Geral da Polícia Civil, Augusto Barros, representando o secretário de Segurança Pública, Marcos Affonso; o superintendente Estadual de Investigações Criminais (SEIC), delegado Luís Jorge; superintendente de Polícia Civil da Capital (SPCC), Leonardo Diniz; coordenador Geral do Grupo Tático Aéreo (GTA), Major Wellington Reis; diretor da Academia Integrada de Segurança Pública (AISP), delegado Maurício Ribeiro Martins; e demais convidados.

O delegado André Gossain, chefe do DOTE, informou que os formandos voltarão para suas funções, onde permanecem aguardando a convocação oficial para atuar no grupo.

O COTE é promovido pelo Departamento de Operações Táticas Especiais (DOTE), subordinado a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), sob o intuito de desenvolver técnicas aprimoradas para situações de alta complexidade, bem como, preparar e aperfeiçoar a performance dos policiais diante das circunstâncias atípicas inerente aos riscos da profissão.

Com duração de 40 dias por 24h, os alunos, entre policiais militares e civis; agentes penitenciários e da guarda municipal dos estados do Maranhão, Roraima, Amazonas e Mato Grosso passaram por treinamentos intensivos e especializados nas áreas de operações ribeirinhas; técnica com explosivos; combate a recinto fechado; tiro de precisão; serviço de inteligência; navegação via GPS e bússola; direitos humanos, psicologia aplicada, entre outros, onde, 11participantes desistiram.

O GRT é uma força especializada para atuar em casos de alto risco, envolvendo sequestro; roubo à banco; desarmamento de bombas, entre outras competências. Além dos rigorosos treinamentos, o Grupo especial conta com armamentos de ponta, como o Fuzil AR 15, com capacidade para ultrapassar blindagens. O GRT é a única força de segurança do Maranhão que possui este tipo de arma.

Para André Gossain, o grupo é preparado para enfrentar qualquer situação atípica de alta complexidade. ” Com a organização que as grandes quadrilhas de assaltantes de bancos vem se formando, precisamos ter policiais bem preparados para conter a ação desses criminosos,” pontuou.

Educação infantil realiza formatura em Santa Inês

Maranhão
 

IMG_5234Encerrando o ano letivo de 2014, a programação de formaturas da Secretaria de Educação da Prefeitura de Santa Inês incluiu solenidades envolvendo alunos da Educação Infantil de diversas escolas municipais.

Na última terça-feira (16), o Departamento de Educação Infantil realizou a formatura de alunos das pré-escolas Marcelina Nóia e Antonio José. O evento aconteceu na Bruts Gigante e contou com a presença do prefeito José de Ribamar Costa Alves; da primeira-dama Luana Alves; da secretária municipal de Educação, Maria da Conceição Souza Costa (Concita), além de toda a equipe da Educação Municipal, vereadores, convidados, pais e parentes de alunos.

Na quarta-feira, 17, foi a vez da formatura dos alunos das pré-escolas Vitorino Freire, Maria Cristina e Mãe Preta, onde cerca de 140 estudantes receberam o diploma.

Estiveram presentes no evento o prefeito Ribamar Alves, a primeira-dama Luana Alves, a secretária de Educação do Município, Maria da Conceição Souza Costa; o chefe de Gabinete, Dimison Guimarães dos Santos, entre outros integrantes da Prefeitura de Santa Inês e convidados.

Durante a cerimônia de formatura, o prefeito Ribamar Alves enalteceu o trabalho dos educadores ao longo do ano letivo de 2014 e finalizou anunciando que os professores da rede municipal serão presenteados neste Natal com a homologação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, que promove o enquadramento da categoria e proporciona garantia de progressividade em suas funções. A homologação acontece nesta terça-feira, dia 23 de dezembro.

Mega-Sena acumula e próximo prêmio pode pagar R$ 8 milhões

Brasil
 

meNinguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena no sorteio do concurso nº 1663, realizado na noite deste sábado (20) em São João do Piauí (PI).

O próximo concurso da Mega-Sena, que acontece na quarta-feira (24), véspera de Natal, tem estimativa de prêmio de R$ 8 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 18 – 20 – 27 – 40 – 49 – 55

28 apostas acertaram a quina neste sábado (20) e levam R$ 73.129,68 cada. Já a quadra teve 3.524 acertadores. O prêmio para aqueles que acertaram quatro dezenas é de R$ 830,07.

Para apostar

A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19 h do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.

Agenda de ex-diretor reforça suspeita de propinas a políticos

Brasil
 

Paulo Roberto CostaNa agenda pessoal de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás e primeiro delator da Operação Lava Jato, a Polícia Federal encontrou indícios que reforçam as suspeitas sobre o suposto repasse de recursos a políticos.

São anotações manuscritas que se destacam em algumas páginas da caderneta de Costa, apreendida pela PF em março de 2014, na residência do ex-diretor, no Rio, quando foi deflagrada a missão que desmantelou esquema de corrupção na estatal petrolífera.

Os registros são de 2010. À esquerda, uma coluna de números que, segundo o delator, sugerem valores em dinheiro. Na coluna à direita, iniciais que remetem a nomes de parlamentares citados pelo ex-diretor em seus depoimentos à força tarefa do Ministério Público Federal.

Em troca de redução de pena, ou até mesmo o perdão judicial, Costa relatou como operava o esquema de corrupção na Petrobrás e citou 28 políticos como supostos beneficiários de dinheiro, inclusive para financiamento de campanhas eleitorais. Sua delação, realizada entre agosto e setembro, foi homologada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Costa apontou 8 políticos do PMDB, 10 do PP, 8 do PT, 1 do PSB e um do PSDB. Mencionou ex-ministros e um ministro do governo Dilma Rousseff (PT), deputados, senadores, ex-governadores e um governador.

As iniciais lançadas na agenda de Costa se referem, segundo ele, a alguns desses políticos. Os investigadores da Lava Jato não puderam avançar na identificação completa dos nomes porque poderiam esbarrar em uma questão sensível do caso – autoridades com foro privilegiado não podem ser rastreadas, exceto pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que detém competência exclusiva para processar parlamentares.

Em uma página, aparece a sigla PP ao lado do número 28,5 – ou R$ 28,5 milhões, em uma avaliação preliminar dos investigadores. O PP dominava a Diretoria de Abastecimento, na gestão Costa. Ele foi indicado em 2004 para o posto por seu padrinho político, o ex-deputado José Janene (PP/PR), morto em 2010.

Abaixo desse primeiro apontamento aparece o número 5,5, ou R$ 5,5 milhões, ao lado das letras Piz, uma referência ao sobrenome do deputado João Alberto Pizzolatti Jr (PP/SC), segundo o delator.

Na linha seguinte, 5,0 Mn, supostamente Mário Negromonte, ex-ministro das Cidades do governo Dilma. Adiante, 4,0 e as letras Nel que, de acordo com Costa, é citação ao deputado Nelson Meurer (PP/PR). Há o lançamento 1,0 BL. iniciais do deputado Benedito Lira (PP/AL), 0,3 Tvian, ou Tião Viana, governador do Acre pelo PT, e, também, 0,5 WR que seria Valdir Raupp, segundo o delator.

Anotações na agenda de Costa

Anotações na agenda de Costa

Costa afirmou não ter cuidado dos pagamentos dos políticos ao juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Lava Jato. O juiz questionou Costa, em interrogatório, como ele sabia que os políticos recebiam valores do esquema que arrecadava de 1% a 3% dos contratos da estatal.

“Esses políticos, por exemplo, esses agentes públicos, que eles recebiam a parcela deles, como é que o senhor tinha conhecimento sobre isso?”, perguntou o magistrado.

“Nós tínhamos reuniões com uma certa periodicidade com esse grupo político, né? E essa periodicidade então se comentava “ó recebemos isso, recebemos aquilo”, etc”, respondeu Paulo Roberto Costa.

O ex-diretor da Petrobrás citou então as anotações da agenda pessoal. “Na minha agenda que foi apreendida na minha residência, tem uma tabela que foi especificamente detalhada junto ao Ministério Público, e essa tabela revela vários valores de agentes políticos de vários partidos que foram, relativo à eleição de 2010. Essa tabela eu copiei no escritório do Alberto (Youssef), em uma reunião que eu tive lá com ele.”

O ex-ministro Mário Negromonte negou que tenha recebido propina. “Jamais, zero, nunca Costa pode afirmar que fez negócios comigo. Durmo tranquilo.” O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) disse “nunca” ter pedido “um centavo” a Costa.

O petista Tião Viana disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que “não conhece e nunca teve qualquer tipo de relação” com o ex-diretor. Pizzolatti, Meurer e Lira não foram localizados.

Leia trechos do depoimento do doleiro Alberto Youssef à Justiça Federal 

Defesa de Alberto Youssef: – As empresas sabiam que esses dinheiros, que esse dinheiro que estava sendo pago, também ia para agente público?
Interrogado: – Sim.
Defesa de Alberto Youssef: – Elas tinham convicção de que esse dinheiro ia financiar políticos e campanhas políticas.
Interrogado: – Certamente. Sim, a resposta é sim.
Defesa de Alberto Youssef: – Ou seja, esse esquema, me perdoe a expressão, mas já foi usada aqui, de propina, era também usado para financiar políticos brasileiros e o esquema de campanha de políticos.
Interrogado: – A resposta é sim.
Defesa de Alberto Youssef: – Em 2010 o senhor disse que esse esquema financiou campanhas políticas?
Interrogado: – Sim.
Defesa de Alberto Youssef: – Várias campanhas?
Interrogado: – Várias.
Defesa de Alberto Youssef: – Inclusive majoritárias?
Juiz Federal: – Não, aí nós vamos entrar nessa questão, doutor. Não, nós estamos, não, aí…
Defesa de Alberto Youssef: – Eu só disse a campanha, doutor, não disse de quem era.
Juiz Federal: – Doutor, está indeferida a questão, doutor.
Defesa de Alberto Youssef: – Eu concordo com ela que esse sistema acaba prejudicando um pouco o meu cliente, porque…
Juiz Federal: – Bem, mas seu cliente é um político ou é o senhor Alberto Youssef?
Defesa de Alberto Youssef: – A partir do momento que ele tem a…
Juiz Federal: – Está indeferido, doutor.
Defesa de Alberto Youssef: – Essa defesa de competência é complicada, Excelência.
Juiz Federal: – Bem, não foi eu que criei doutor, essa competência.
Juiz Federal: – Outros diretores da Petrobrás também recebiam valores 1 pagos dentro desse 1%?
Interrogado: – Dentro deste 1% só Paulo Roberto Costa e a parte dos agentes públicos, dos agentes políticos.
Juiz Federal: – E o senhor mencionou, tinha outros percentuais eram destinados a outros operadores? Não sei se ficou claro isso.
Interrogado: – Porque na verdade o Paulo Roberto fatiava um pouco essa questão de recebimento de obras, porque ele também tinha que atender PMBD e às vezes alguém do PT, então outra pessoa fazia o recebimento ou muitas vezes ele repassava pra mim próprio fazer esse pagamento.
Juiz Federal: – O senhor chegou a fazer pagamento pra outros diretores da Petrobrás?
Defesa de Alberto Youssef: – O senhor disse no início, quando inquirido pelo doutor Sergio, se não me falhe a memória, posso ser corrigido, que o senhor participou de algumas reuniões com empreiteiras, nas empresas. Eu gostaria que o senhor descrevesse, se o senhor pode descrever, como eram feitas essas reuniões e qual era o objetivo disso e quem eram essas pessoas e as empresas que estavam?
Interrogado: – Na verdade, essas reuniões eram feitas às vezes com empresas individualmente ou às vezes com as empresas junto com o diretor Paulo Roberto e o próprio agente político que estava comando a situação, pra se discutir exatamente questão 1 de valores, questão de quem ia participar do certame, esse tipo de situação. E outros problemas que também que se encontravam nas obras que pediam pra ser solucionados, esse tipo de assunto. Isso era feito uma ata, nessa reunião participava o agente político, o Genu, eu, o Paulo Roberto.
Juiz Federal: – Mas desculpe era feito uma ata formal disso?
Interrogado: – Era feito uma ata escrita.
Juiz Federal: – Mas constavam esses detalhamentos?
Interrogado: – Constava os detalhamentos, Vossa Excelência.
Defesa de Alberto Youssef: – Inclusive algumas dessas atas se comprometeu a entregar?
(incompreensível), se tiver o acesso.
Interrogado: – É, está na mão de interposta pessoas, de terceiro, que ficou de me entregar pra poder eu entregar ao processo.

As informações são do Estadão

Polícia apreende 100 kg de maconha vinda do Paraguai

Polícia
 

denarcA Polícia Civil apreendeu 100 kg de maconha na manhã deste sábado (20) em São Luís. A droga, que vinha do Paraguai, estava escondida no para-choque de um veículo que foi abordado quando chegava na capital maranhense.

O veículo estava sendo conduzido por Thiago Oliveira Silva, que disse que a maconha seria distribuída para venda aqui em São Luís. A droga foi encaminhada para o Departamento de Narcóticos (Denarc).

A Denarc já vinha investigando o caso. Ação faz parte da operação Maranhão em Paz.

Gazeta da Ilha

Prefeito de Nina Rodrigues também aplicou golpe do cheque sem fundo

Política
 

Blog do Neto Ferreira

Riba do Xerém, prefeito de Nina Rodrigues

Riba do Xerém, prefeito de Nina Rodrigues

O prefeito de Nina Rodrigues, José Ribamar da Cruz Ribeiro, o Riba do Xerém, deve disputar a reeleição com a pior fama do político: a de mal pagador.

Ele é acusado de aplicar um golpe ao passar um cheque sem fundo em seu nome para um empresário de São Luís.

A esposa de Xerém, Iracema Lages, também chegou a aplicar o mesmo golpe no proprietário da uma loja de Som Automotivo. A dívida contraída pela primeira dama ultrapassa os R$ 200 mil.

O prefeito de Nina Rodrigues vem causando juntamente com sua esposa um prejuízo financeiro com o não pagamento feita no período da campanha, quando se elegeu.

A fama de mal pagador deve ser denunciada como estelionato na Polícia Civil do Maranhão.

Veja abaixo o cheque sem fundo.

Dupla assalta agência dos Correios no bairro da Cohama em São Luís

Polícia
 

assaDois homens armados assaltaram a agência dos Correios no bairro da Cohama, na Avenida Daniel de La Touche, em São Luís. A ação aconteceu por volta das 10h e a dupla conseguiu levar todo o dinheiro do caixa. Após o roubo, eles fugiram em uma moto Titan de cor preta.

A quantia roubada não foi divulgada. De acordo com a polícia, imagens do circuito interno de segurança da agência que mostram a ação dos bandidos foram usadas para identificar os suspeitos.

A dupla teria participado do assalto à agência do Bradesco no município de Paço do Lumiar no começo deste mês, e do assalto a uma malharia no bairro do Bequimão, no dia 6. Um terceiro suspeito que faz parte do grupo também está sendo procurado.

Do G1, MA

Blogueiros do Maranhão realizam confraternização em São Luís

Política
 

b

Logo após a solenidade de diplomação dos eleitos em 2014 no Centro de Convenções Pedro Neiva, blogueiros das mais diversas regiões do estado se reuniram em um jatar oferecido pelo blogueiro-mor Luís Cardoso no restaurante Dona Maria. Foi uma agradável confraternização entre colegas que militam nesse tipo de mídia informativa, popular e revolucionária.

Luís Cardoso, mais uma vez, mostrou seus dotes de grande anfitrião e recebeu a todos com carinho e muita fartura: buffet, whisky, refrigerante, cerveja, sucos, petiscos, música ao vivo, etc, etc. O jantar foi alegre, festivo e também instrutivo para o futuro da classe no estado.

Em alguns momentos, Cardoso e o jornalista Marcelo Minard usaram os microfones para falar de assuntos de interesse dos convivas, como a necessidade da legalização de profissão de blogueiro. Foi suscitada mais uma vez a importância dos colegas se unirem em torno de uma entidade para defender o interesse de todos.

“Esperávamos mais blogueiros hoje neste jantar; no entanto, pelo whatsapp, alguns se desculparam dizendo que não poderiam vir a São Luís, porque não disporiam de recursos para passagens e hospedagens. Isso mostra como anda a situação de alguns de nossos colegas e, não tenho dúvida que uma Associação vai ajudar a profissionalizar o trabalho dos blogueiros, para que eles tenham uma renda garantida e satisfatória”, disse Cardoso.

Os blogueiros presentes aprovaram a iniciativa, porém, já está avançada a ideia de criar a AMABLOG (Associação de Bloguiros do Estado do Maranhão); o jantar oferecido por Luís Cardoso reforçou a ideia da associação e unificou o blogueiros mais ainda nesse proposito.

O deputado estadual eleito Wellington do Curso, apareceu no evento e se comprometeu em apoiar a criação da entidade, incluindo a construção de sua sede. “Estou aqui para apoiá-los, inclusive com emendas do meu gabinete, porque reconheço a importância social dos blogs em nosso Estado”, afirmou.

E, o mais importante, a noite foi agradável, uma grande interação entre colegas aconteceu; rolou brincadeiras, trocas de telefones, muitas fotos, novas amizades, companheirismo, em fim, o clima de confraternização imperou ente colegas blogueiros.

Entre os presentes estava Louremar, Luís Cardoso, Carlinhos Filho, Luís, Pablo, Marcelo Minard, Marcelo Vieira, Martin, Neto Ferreira, Kiel, Carlos Barroso, Walace Braga, João Filho, Silvia Teresa, Isadora, Alphanir e outros.

Texto: Carlinhos Filho

Veja as fotos abaixo:

b3

car

mmm
IMG-20141220-WA0048

Justiça Eleitoral do Maranhão diploma os eleitos em 2014

Política
 

eleitos

Os candidatos eleitos em 2014 receberam seus diplomas da Justiça Eleitoral nessa sexta-feira (19) de dezembro, durante sessão solene do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão realizada no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana.

O documento, que foi entregue pelos integrantes do TRE-MA, certifica que os eleitos cumpriram as formalidades previstas na legislação eleitoral e estão aptos a exercer o mandato.

No total, 80 eleitos foram diplomados, sendo 1 governador, 1 vice, 1 senador (primeiro e segundo suplente), 18 deputados federais e 42 deputados estaduais, além do primeiro suplente de cada partido e/ou coligação.

Em nome da Justiça Eleitoral do Maranhão, o desembargador Froz Sobrinho (presidente) saudou os presentes, afirmando que a entrega dos diplomas confirma a vontade popular manifestada nas urnas eletrônicas, por meio do sufrágio universal, individual, direto, secreto e de igual valor para todos, nos termos da Constituição Federal e da Lei Eleitoral.

“Nesta oportunidade, estamos conferindo legitimidade aos representantes do povo e do Estado do Maranhão, dos Poderes Executivo e Legislativo, aptos ao exercício do mandato em toda sua plenitude e ao cumprimento dos deveres a ele vinculados”.

O presidente também enumerou as frentes de trabalho que o TRE-MA desenvolveu ao longo deste ano, manifestando o quanto estava feliz. “Estamos muito felizes em encerrar com chave de ouro, reconhecendo o empenho de todos os envolvidos no processo eleitoral”, assentou.

Pelos diplomados, discursou o governador eleito Flávio Dino. Emocionado, ele registrou que sua diplomação foi um ato marcado de muitos significados. “Significados que se encontram na seguinte indagação: a quem pertence o diploma que orgulhosamente hoje recebemos? Não foi algo que conquistamos individualmente. Creio que esse diploma pertence em primeiro lugar a Deus – que rege o universo e guia os nossos caminhos e traz valores e princípios de fraternidade, justiça e solidariedade que inspiram o bem fazer política. Creio que esse diploma pertence ao povo do Maranhão. Este diploma é impregnado de vida que nasceu de batalhas e das caminhadas que fizemos no sol, na chuva. Este diploma pertence aos invisíveis, mais simples, esquecidos deste estado que moram em casas de taipas, que portam deficiências e que lhes faltam políticas públicas.”

Mesa

Compuseram a mesa membros do TRE; o governador Arnaldo Melo; os desembargadores Cleones Carvalho Cunha (representando a presidente do TJMA, desembargadora Cleonice Freire), Nelma Sarney (corregedora do TJMA) e Raimundo Barros (presidente da Comissão de Juízes Auxiliares do TRE-MA); o deputado estadual Marcelo Tavares (representando o presidente da Assembleia Legislativa, Max Barros); o senador eleito Roberto Rocha; o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (São Luís); o procurador regional eleitoral Thiago Oliveira (substituto); o advogado Mário Macieira (presidente da OAB-MA); o conselheiro Edmar Serra Cutrim (presidente do TCE-MA) e o diretor-geral Gustavo Costa Campos (TRE-MA).

A Corte do TRE-MA está atualmente formada pelos desembargadores eleitorais Froz Sobrinho (presidente), Guerreiro Júnior (corregedor), Eulálio Figueiredo (ouvidor), Clodomir Reis (diretor da EJE), Alice Rocha, Daniel Blume e Eduardo Moreira.

A entrega

Os diplomados foram chamados para receberem seus diplomas de acordo com a ordem de votação na urna eletrônica. Já os diplomados aos cargos proporcionais foram chamados pela coligação e/ou partido que obteve maior número de candidatos eleitos e pela ordem decrescente de votação.

Diplomados (por cargo)

Senador, vice-governador e governador

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão (PP, SD, PROS, PSDB, PC do B, PSB, PDT, PTC e PPS): senador Roberto Coelho Rocha e os suplentes José Eleonildo Soares e Paulo Henrique Campos Matos; vice-governador Carlos Orleans Brandão Júnior e o governador Flávio Dino de Castro e Costa.

Deputados Federais

- Pela coligação Pra Frente Maranhão 1 (PMDB, DEM, PTB, PV, PRB e PR – 7 diplomados): Hildo Augusto da Rocha Neto, Cleber Verde Cordeiro Mendes, José Sarney Filho, Pedro Fernandes Ribeiro, Carlos Victor Guterres Mendes, João Marcelo Santos Sousa, José Alberto Oliveira Veloso Filho e o suplente Davi Alves Silva Júnior;

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão 3 (SD, PP, PC DO B, PPS, PSDB e PSB – 5 diplomados): Eliziane Pereira Gama Ferreira, Rubens Pereira e Silva Júnior, José Reinaldo Carneiro Tavares, Waldir Maranhão Cardoso, João Castelo Ribeiro Gonçalves e a suplente Luana Maria da Silva Costa;

- Pela coligação Democrata Trabalhista (PSL, PSDC, PRP, PTN e PRTB – 2 diplomados): José Juscelino dos Santos Rezende Filho, Aluisio Guimarães Mendes Filho e o suplente Ricardo Ceppas Archer (representado no ato pelo senhor Ediviges Costa Ferreira);

- Pela coligação Por Um Maranhão Mais Forte (PEN, PMN, PHS, PSC e PT do B – 2 diplomados): André Luis Carvalho Ribeiro, Antonio da Cruz Filgueira Júnior (representado no ato pelo senhor José de Ribamar Mendes) e o suplente Ildon Marques de Souza;

- Pela coligação Pra Seguir em Frente com muito mais mudança (PT e PSD – 1 diplomado): José Carlos Nunes Júnior e o suplente Cláudio José Trinchão Santos (representado neste ato pela senhora Ellem Mara Teixeira de Sousa);

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão 2 (PDT, PTC e PROS – 1 diplomado): Weverton Rocha Marques de Sousa e o suplente Julião Amin Castro;

Deputados Estaduais

- Pela coligação Pra Frente Maranhão 2 (PMDB, DEM, PTB, PV, PT do B, PSC, PRTB e PR – 16 diplomados): Josimar Cunha Rodrigues, Andréa Trovão Murad Barros, Antonio Pereira Filho, José Roberto Costa Santos, Edilázio Gomes da Silva Júnior, Nina Ceres Couto de Melo, Leoarren Túlio de Sousa Cunha, José Max Pereira Barros (representado no ato pelo seu filho Gustavo Araújo Barros), José Adriano Cordeiro Sarney, Stênio dos Santos Rezende, Rigo Alberto Teles de Sousa, Rogério Rodrigues Lima, César Henrique Santos Pires, Marcus Vinícius de Oliveira Pereira, Fábio Henrique Ramos Braga, Hemetério Weba Filho e o suplente Camilo de Lellis Carneiro Figueiredo;

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão 4 (PSB, PDT, Pc do B, PSDB – 9 diplomados): Humberto Ivar Araújo Coutinho, Ubirajara do Pindaré Almeida Sousa, José Arimatéa Lima Neto Evangelista, Fábio Henrique Dias de Macedo, Raimundo Soares Cutrim, Valéria Maria Santos Macedo, Marco Aurélio da Silva Azevedo, Sérgio Barbosa Frota, Othelino Nova Alves Neto e o suplente Rafael de Brito Sousa

- Pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB – 3 diplomados): Glalbert Nascimento Cutrim, Ana de Nazaré Pereira Silva Macedo Mendonça, Jesuíno Cordeiro Mendes Junior e o suplente Antônio de Pádua Ferreira Barros;

- Pela coligação Força Jovem (PRP, PSDC e PTN – 3 diplomados): Francisco de Sousa Dias Neto, Alexandre Vicente de Paula Almeida, Paulo Roberto Almeida Neto e o suplente Marcos Antonio de Carvalho Caldas;

- Pela coligação Vamos Juntos Maranhão (PEN, PMN, PHS e PSD – 3 diplomados): Eduardo Salim Braide, José Carlos Nobre Monteiro (que será representado pelo senhor Márcio Vinnicius Prestes Andrade), Ricardo Tadeu Ribeiro Pearce e suplente José Benedito Pinto (que receberá, a pedido, o seu diploma na Secretaria do TRE em data posterior);.

- Pela coligação Mudança Para Um Novo Maranhão (PP, PROS, SD e PPS – 3 diplomados): Carlos Wellington de Castro Bezerra, Levi Pontes de Aguiar, Roberto Campos Filho e o suplente João Luciano Silva Soares;

- Pelo Partido Social Liberal (PSL – 2 diplomados): Edson Cunha de Araújo, Maria da Graça Fonseca Paz e o suplente Raimundo Nonato Gonçalves da Silva;

- Pelo Partido dos Trabalhadores (PT – 2 diplomados): José Inácio Sodré Rodrigues, Francisca Ferreira e o suplente Yglésio Luciano Moysés Silva de Souza.

- Pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC – 1 diplomado): Edivaldo de Holanda Braga e o suplente Domingos Erinaldo Sousa Serra.

Vídeo: IBRAPP discute melhorias para o IDH dos municípios maranhenses

Maranhão
 

Repercutiu positivamente a entrevista ao jornal Bom Dia Maranhão – TV Difusora, afiliada do SBT, do diretor executivo do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas (IBRAPP), Charles Mendes, acerca da melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano nos municípios maranhenses com a implantação do Projeto Inclusão Produtiva.

Assista abaixo:

Banco do Brasil abre concurso para escriturários em 14 estados

Brasil
 

O Banco do Brasil divulgou, nesta sexta-feira (19), o edital de concurso para 2.499 vagas em cadastro de reserva para o cargo de escriturário. O salário é de R$ 2.227,26.

Os candidatos devem ter nível médio. A jornada de trabalho será de 30 horas semanais.

Entre as atividades do cargo estão: atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários, redação de correspondências em geral, conferência de relatórios e documentos, controles estatísticos, atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados, entre outras.

As inscrições devem ser feitas de 22 de dezembro a 19 de janeiro de 2015. Saiba mais acessando a nossa página em Concursos.

Marcos Pacheco e Rosângela Curado cumprem agenda de trabalho em Imperatriz

Política
 

O Secretário Marcos Pacheco e a Subsecretária Rosângela Curado indicados pelo governador eleito Flávio Dino (PCdoB) para comandar a Secretaria de Saúde do Estado cumpriram agenda nesta quarta (17) em Imperatriz.

O primeiro compromisso foi uma visita a unidade de oncologia do Hospital São Rafael onde foram recebidos pelos diretores da instituição. O Hospital Santa Mônica e o HC que mantém parceria com o Estado também foram visitados, além da Associação Médica de Imperatriz – AME e o Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz.

A agenda na segunda maior cidade do Estado além de visitar “in loco” as unidades de saúde objetiva concluir a finalização do mapa de ações que já está sendo elaborado e que subsidiará as ações da pasta logo após a posse do governador eleito.

Estiveram presentes várias autoridades dentre as quais o futuro Secretário de Infraestrutura do Estado Clayton Noleto, o deputado estadual eleito Marco Aurélio (PCdoB), o diretor administrativo do HMI Ricardo Matos e os vereadores Adonilson e Carlos Hermes.

Fonte: Portal Gaditas





  • Polls

    Você votaria novamente em Edivaldo Holanda Júnior para prefeito de São Luís?

    Ver Resultados

    Loading ... Loading ...

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 8722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.